Banner Portal
Linguagem, tecnologia, conhecimento e suas relações no contexto de formação continuada de professores
PDF

Palavras-chave

Linguagem. Conhecimento. Tecnologia. Formação continuada de professores

Como Citar

FREIRE, Fernanda. Linguagem, tecnologia, conhecimento e suas relações no contexto de formação continuada de professores. RUA, Campinas, SP, v. 15, n. 2, p. 70–88, 2015. DOI: 10.20396/rua.v15i2.8638859. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8638859. Acesso em: 14 abr. 2024.

Resumo

O artigo apresenta as relações entre linguagem, conhecimento e tecnologia no contexto de formação continuada semipresencial de professores com base em três questões norteadoras – como as novas tecnologias afetam a construção do conhecimento, como o conhecimento constrói novas tecnologias e como as novas tecnologias dão corpo ao conhecimento – discutidas a partir da análise de dados de cursos do Centro de Formação Continuada de Professores do Instituto de Estudos da Linguagem (CEFIEL/Unicamp) que utilizam o ambiente TelEduc.

https://doi.org/10.20396/rua.v15i2.8638859
PDF

Referências

BRAGA,D.B.; ICARTE,I. Letramento e tecnologia. Campinas: CEFIEL/IEL/Unicamp, 2005, 53 p.

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. In: BAKHTIN, M. Estética da Criação Verbal. São Paulo: Martins Fontes. 1997, p. 277-326.

CHARAUDEAU, P.; MAINGUENEAU, D. Dicionário de análise do discurso. São Paulo: Contexto. 2006, 555p.

CORRÊA, M. L. G. Letramento e heterogeneidade da escrita no ensino de português. In: SIGNORINI, Inês (org.). Investigando a relação oral/escrito e as teorias do letramento. Campinas: Mercado de Letras. 2001, p. 135-166.

DASCAL, M. Dez maneiras de ser incompreendido (e algumas sugestões para evitá-las).(mimeo.). s/d, 19 p.

FREIRE, F. M. P. Armadilhas virtuais na educação de leitores. In: Anais do 16o Congresso de Leitura do Brasil. Campinas-SP, 2007. Disponível em: www.alb.com.br/anais16/conferencias/03fernandafreire.pdf Acessado em 24 de julho de 2009.

FREIRE, F. M. P. Formas de Materialidade Lingüística, Gêneros de Discurso e Interfaces. In: SILVA, E. T. (Coord.); FREIRE, F. M. P.; ALMEIDA, R. Q.; AMARAL, S. A leitura nos oceanos da Internet. São Paulo: Cortez, 2003 p. 65-88.

FREIRE, F., CAVALCANTI, M.; POSSENTI, S.; KLEIMAN, A. Leitura e escrita via Internet: formação de professores nas áreas de alfabetização e linguagem. In: Trabalhos em Lingüística Aplicada. 2007, v.46(1), p.93 -111.

MAINGUENEAU, D. Termos-chave da Análise do Discurso. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 1998.

MAINGUENEAU, D. Novas Tendências em Análise do Discurso. Campinas: Pontes, 1989,198p.

MARCUSCHI, L. A. Gêneros textuais emergentes no contexto da tecnologia digital. In: MARCUSCHI, L. A.; XAVIER, A. C. (orgs.). Hipertexto e gêneros digitais. Rio de Janeiro: Lucerna. 2004, p. 13-67.

MARCUSCHI, L. A. A questão do suporte dos gêneros textuais. In: DLCV: Língua, lingüística e literatura. João Pessoa, 2003, v. I, n. 1, p. 9-40.

OEIRAS, J. Y. Y. Design de ferramentas de comunicação para colaboração em ambientes de educação a distância. Campinas: IC/Unicamp, 2005. Doutorado.

OEIRAS, J. Y. Y.; FREIRE, F. M. P.; LACHI, R. L.; ROCHA, H. V. Desenvolvimento de uma ferramenta de bate-papo com mecanismos de coordenação baseados na linguagem em ação. Porto Alegre-RS: Revista Novas Tecnologias na Educação. 2005, v. 3, n. 2.

PAIVA, V. L. M. de O. (2004) Email: um novo gênero textual. In: MARCUSCHI, L. A.; XAVIER, A. C. (orgs.). Hipertexto e gêneros digitais. Rio de Janeiro: Lucerna. 2004, p. 68-90.

ROCHA, H. V.; FREIRE, F. M. P.; OEIRAS, J. Y. Y.; ROMANI, L. A. S. Design de Ambientes de Ead: (re)significações do usuário. Florianópolis, SC: IV Workshop sobre Fatores Humanos em Sistemas Computacionais. 2001, p. 84-95.

TAKAHASHI, Tadao (org.). Sociedade da informação no Brasil: livro verde. Brasília: Ministério da Ciência e Tecnologia, 2000.

WENGER, E. Communities of Practice: a Brief Introduction. In: www.ewenger.com/theory/. 2007. Acessado em 24 de julho de 2009.

O periódico RUA utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.