Rememoração/comemoração no discurso urbano

Autores

  • Maria Cleci Venturini Universidade Estadual do Centro-Oeste

DOI:

https://doi.org/10.20396/rua.v15i1.8638873

Palavras-chave:

Discurso urbano. Memória. Rememoração/comemoração

Resumo

Propomos, neste artigo, uma reflexão sobre a rememoração/comemoração no espaço urbano por meio de três noções: rememoração, comemoração e lugar de memória. Nosso objetivo é teorizar acerca da rememoração/comemoração como noção articulada pela memória discursiva. As três noções em questão são assim deslocadas dos domínios da História e da Antropologia para o funcionamento discursivo. A rememoração, nos dois primeiros domínios, é tratada como recordação; a comemoração é o lugar da celebração e o lugar de memória foi introduzido por Pierre Nora (1992) para funcionar como contra-memória, o lugar da crítica. Discursivamente, a rememoração – discurso de – recobre e funciona como memória e a comemoração – discurso sobre – como intradiscurso. No eixo da formulação, elas funcionam juntas a partir da memória discursiva constitutiva do discurso urbano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Cleci Venturini, Universidade Estadual do Centro-Oeste

Professora do Departamento de Letras (DELET) da Universidade Estadual do Centro-Oeste - UNICENTRO- PR.

Referências

BERGER, P.; LUCHMANN, T. A construção social da realidade. 27. ed. Trad. De Floriano de Souza Fernandes. Petrópolis-RJ: Vozes, 2007.

CATROGA, F. Memória e história. In: PESAVENTO, S. J. (org.) Fronteiras do milênio. Porto Alegre-RS: Editora da UFGRS, 2001.

CORTEN, A. Décrire um evénement politique. Université de Paris VIII. In: Le Colloque “Matérialités Discursives”. Organisé par CONEIN, B.; COURTINE, J.-J. et al. Nanterre, 24-25-26 avril, 1980.

COURTINE, J.-J.; MARANDIN, J.-M. Quel objet pour l ́analyse du discours? In: Le Colloque “Matérialités Discursives”. Organisé par CONEIN, B.; COURTINE, J.-J. et al. Nanterre, 24-25-26 avril, 1980.

COURTINE, J.-J. Analyse du discours politique (le discourse communiste adressé aux chrétiens). Langage 62. Paris, juin 1981.

DAVALLON, J.; DUJARDIN, P.; SABATIER, G. (orgs.) Politique de la mémoire. In: Comemorer la revolution. Lyon: Presses Universitaires, 1993.

DAVALLON, J. Imagem, uma arte da Memória. In: ACHARD, P. et al. Papel da memória. Trad. de José Horta Nunes. Campinas-SP: Pontes, 1999.

DE CERTEAU, M. A invenção do cotidiano. 1. Artes de fazer. Trad. de Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis-RJ: Vozes, 1994.

HENRY, P. A ferramenta imperfeita: língua, sujeito e discurso. Trad. de Maria Fausta P. de Castro. Campinas-SP: Editora da Unicamp, 1992.

LACAN, J. O Seminário - livro 2: o eu na teoria de Freud e na técnica da psicanálise. Trad. de Marie Christine Lasnik et al. Rio de Janeiro-RJ: Jorge Zahar, 1985.

MARIANI, B. S. Discurso e instituição: a imprensa. Revista Rua. V. 5. Campinas-SP: Labeurb/Nudecri – Unicamp, 1999.

NORA, P. Entre mémoire et histoire. La problématique des lieux. In: Les lieux de mémoire. Vol I – La Republique, pp. XV-XLII, Paris: Editions Gallimard, 1984.

NORA, P. L’Ere des commémorations. Vol. III, Paris: Editions Gallimard, 1992, p. 687-715.

NORA, P. Entre a memória e a história: a problemática dos lugares. Projeto História. Trad. de Yara Aun Khoury. São Paulo-SP: PUC/SP, dez. de 1993.

ORLANDI, E. P. Discurso do confronto: velho e novo mundo. São Paulo-SP: Cortez, 1990.

ORLANDI, E. P. (org.) Discurso fundador: a formação do país e a construção da identidade nacional. 2. ed. Campinas-SP: Pontes, 2001.

ORLANDI, E. P. Análise de Discurso: princípios e procedimentos. 4a. ed. Campinas-SP: Pontes, 2002.

ORLANDI, E. P. (org.) Para uma enciclopédia da cidade. Campinas-SP: Pontes, 2003.

ORLANDI, E. P. Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. Campinas-SP: Pontes, 2004a.

ORLANDI, E. P. Cidade dos sentidos. Campinas-SP: Pontes, 2004b.

PÊCHEUX, M. Delimitações, inversões e deslocamentos. Trad. de José Horta Nunes. In: Cadernos de Estudos Lingüísticos (19). Campinas-SP: Editora da Unicamp, 1990, p. 7-24.

PÊCHEUX, M. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Trad. de Eni Orlandi et al. 3. ed. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 1997.

PÊCHEUX, M. O discurso: estrutura ou acontecimento. 3. ed. Trad. de Eni P. Orlandi. Campinas-SP: Pontes, 2002.

Downloads

Publicado

2015-07-22

Como Citar

VENTURINI, M. C. Rememoração/comemoração no discurso urbano. RUA, Campinas, SP, v. 15, n. 1, p. 73–88, 2015. DOI: 10.20396/rua.v15i1.8638873. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8638873. Acesso em: 9 ago. 2022.

Edição

Seção

Estudos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)