Cidade e discurso: paradoxo do real, do imaginário , do virtual

Autores

  • Mónica Graciela Zoppi-Fontana Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/rua.v4i1.8640628

Palavras-chave:

Jornalismo. Cidades. Linguagem. Análise do discurso

Resumo

Este trabalho analisa as imagens e representações de cidade que aparecem em algumas matérias jornalísticas publicadas no Brasil, focalizando o funcionamento da linguagem como espaço simbólico para a produção dos efeitos de evidências que constituel "a realidade" do sujeito e que permeiam desta maneira a relação que ele estabelece com a cidade que habita. As categorias de real, imaginário e virtual são discutidas teoricamente a partir do aparelho conceitual da Análise do Discurso.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mónica Graciela Zoppi-Fontana, Universidade Estadual de Campinas

Concluiu Bacharelado em Letras - Universidad de Buenos Aires (1988) e Licenciatura en Enseñanza Media Especial e Superior en Letras - Universidad de Buenos Aires (1985); é Doutora em Lingüística pela Universidade Estadual de Campinas (1994). Atualmente é professora do Departamento de Lingüística, do Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas, atuando nos cursos de graduação e pós-graduação. Tem experiência docente e em pesquisa na área de Lingüística, com ênfase nas especialidades de Semântica da Enunciação, Análise do Discurso e História das Idéias Lingüísticas. É pesquisadora associada do Laboratório de Estudos Urbanos (LABERUB), NUDECRI/UNICAMP e participa do quadro docente do Mestrado Multidisciplinar em Jornalismo Científico e Cultural, IEL/LABJOR, UNICAMP. Participou em Programas Estaduais e Municipais de Formação Continuada de Professores em Língua Portuguesa e coordenou ambientes virtuais de educação à distância, nas modalidades de extensão e de ensino. 

Downloads

Publicado

2015-10-07

Como Citar

ZOPPI-FONTANA, M. G. Cidade e discurso: paradoxo do real, do imaginário , do virtual. RUA, Campinas, SP, v. 4, n. 1, p. 39–54, 2015. DOI: 10.20396/rua.v4i1.8640628. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8640628. Acesso em: 30 set. 2022.

Edição

Seção

Estudos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)