Família, subjetividade e espaço urbano

Autores

  • Glacy Queirós de Roure Universidade Católica de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.20396/rua.v7i1.8640724

Palavras-chave:

Família. Discurso científico-publicitário. Psicanálise. Análise do discurso

Resumo

Considerando a existência de um processo de esvaziamento da função simbólica da família, este trabalho objetiva refletir sobre os efeitos do discurso científico-publicitário neste processo. Neste artigo, apresentamos a análise de duas campanhas publicitárias sobre exames em DNA para determinação da paternidade. Trabalho cujas análise apresentam a Psicanálise e a Análise de Discurso (AD) enquanto pressupostos teóricos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Glacy Queirós de Roure, Universidade Católica de Goiás

Doutoranda em Linguística na Unicamp e professora na Universidade Católica de Goiás

Downloads

Publicado

2015-10-07

Como Citar

ROURE, G. Q. de. Família, subjetividade e espaço urbano. RUA, Campinas, SP, v. 7, n. 1, p. 127–140, 2015. DOI: 10.20396/rua.v7i1.8640724. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8640724. Acesso em: 27 nov. 2022.

Edição

Seção

Estudos