Banner Portal
Mídia territorial Resiliente. Aportes para um debate na Geografia da Comunicação
PDF

Palavras-chave

Mídia territorial resiliente. Barcelona. Smart Cities. Mixed Methods. Geografia da comunicação.

Como Citar

SILVA, Paulo Celso da. Mídia territorial Resiliente. Aportes para um debate na Geografia da Comunicação. RUA, Campinas, SP, v. 23, n. 2, p. 373–387, 2017. DOI: 10.20396/rua.v23i2.8651148. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8651148. Acesso em: 16 abr. 2024.

Resumo

Os aportes apresentados resultam de reflexões acerca do tema das Smart Cities levado a cabo nos últimos 5 anos, em que as relações mídia e cidade, mídias e tecnologias como estruturadoras do espaço urbano e seus territórios de entorno indicaram a ocorrência de um fenômeno. Isto nos indicou a necessidade de propor e investigar outras possibilidades que se apresentam para o viver contemporâneo e as formas como aplicativos e redes sociais podem ou não auxiliar na superação das dificuldades nos territórios das Smart Cities, a essa dinâmica denominamos de Mídia Territorial Resiliente, entendido aqui como um processo sócio ecológico e não apenas individual. Para tanto, o método de pesquisa é o Mixed Methods e a cidade escolhida, Barcelona.
https://doi.org/10.20396/rua.v23i2.8651148
PDF

Referências

AJUNTAMENT DE BARCELONA. Aplicativos. Disponível em https://play.google.com/store/apps/developerid=Ajuntament+de+Barcelona Acesso em 02 Jun. 2017.

APPADURAI, A. Soberania sem territorialidade. Notas para uma geografia pósnacional. Revista Novos Estudos CEBRAP, n. 49, 1989, págs. 33-49. Também disponível em Acesso em 10 de Mai 2017.

BARCELONA CIUTAT DIGITAL. Disponível em Acesso em 25 de Maio 2017.

BUSCHBACHER, R A teoria da resiliência e os sistemas socioecológicos: como se preparar para um futuro imprevisível? IPEA, Boletim Regional, Urbano e Ambiental | 09 | Jan.- Jun. 2014.

GUATTARI, F. & ROLNIK. Micropolítica. Cartografias do Desejo. Petrópolis: Vozes, 2008.

HAESHAERT, R. O Mito da Desterritorialização. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2004.

HAESHAERT, R. Da desterritorialização à multiterritorialidade in Anais do X Encontro de Geógrafos da América Latina – 20 a 26 de março de 2005 – Universidade de São Paulo, págs. 6774 – 6792.

MESURA DE GOVERN: Transició cap a la sobirania tenològica. Pla Barcelona Ciutat Digital, octubre de 2016. Disponível em Acesso em 25 Mai 2017.

LA BRECHA DIGITAL en la ciudad de Barcelona. Disponível em Acesso em 25 Mai. 2017.

MOBILE WORLD CAPITAL. Disponível em Acesso em 25 Mai 2017.

SANTOS, M. et. al. O papel da geografia. Um manifesto. XII Encontro Nacional de Geógrafos. Florianópolis, julho, 2000.

SANTOS, M. Espaço, mundo globalizado, pós-modernidade IN Milton Santos, Encontros. A arte da Entrevista. Organização Maria Angela P. Leite Rio de Janeiro: Beco do Azougue, 2007.

SILVA, P. C. & SILVA, N.M.P. POBLENOU: território @ de Barcelona. Projeto 22@BCN Estudos e considerações. Itu: Ottoni, 2006.

O periódico RUA utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.