Banner Portal
Intervenções brancas na cidade multiétnica:Campinas(1888-1956)
PDF

Palavras-chave

Cultura urbana. Territórios de matriz africana. Modernidade. Progresso. Campinas.

Como Citar

GHIRELLO, Bárbara Campidelli; VICTAL, Jane. Intervenções brancas na cidade multiétnica:Campinas(1888-1956). RUA, Campinas, SP, v. 24, n. 1, p. 165–182, 2018. DOI: 10.20396/rua.v24i1.8652515. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8652515. Acesso em: 25 maio. 2024.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar as relações entre negros e brancos na cidade de Campinas entre os anos de 1888 e 1956, com o intuito de compreender as transformações urbanas pelas quais a cidade passou no período e quais foram as questões étnicas que interferiram neste processo. Através da retomada de acontecimentos e conjunturas que delinearam a construção de identidades afro-brasileiras e euro-brasileiras e da análise das intervenções urbanas propostas no recorte temporal, o artigo traz como resultado uma na   álise sobre o caráter branco e dominador do planejamento da cidade, que fez nascer um ambiente urbano restrito, inviabilizando possibilidades não-europeias de relação com o território.

https://doi.org/10.20396/rua.v24i1.8652515
PDF

Referências

BADARÓ, Ricardo. Campinas: o despertar da modernidade. Área de Publicações do Centro de Memória da Unicamp - CMU, Campinas, 1996.

BOLSANELLO, Maria Augusta. Darwinismo social, eugenia e racismo “científico”: sua repercussão na sociedade e na educação brasileiras. Editora da UFPR - Educar nº12. Curitiba, 1996.

CARNIELLI, Flávio de Godoy. Gazeteiros e Bairristas: Memórias e Trajetórias de três memorialistas urbanos de Campinas. Dissertação de Mestrado apresentada ao Departamento de História do IFCH/UNICAMP. Campinas, 2007.

CARPINTEIRO, Antonio Carlos Cabral. Momento de ruptura: as transformações no centro de Campinas na década do cinquenta. Centro de Memória da Unicamp. Campinas, 1996.

DIOP, Cheickh Anta. A unidade cultural da África negra: esferas do patriarcado e do matriarcado na antiguidade clássica. Tradução de Sílvia Cunha Neto Edições Pedago. Odivelas, Portugal, 2014.

DUPAS, Gilberto. O mito do progresso. São Paulo: UNESP, 2006.

FERNANDES, Florestan. O negro no mundo dos brancos. DIFEL, São Paulo, 1972

FILHO, Lycurgo de Castro Santos e NOVAES, José Nogueira. A febre amarela em Campinas 1889-1900. Centro de Memória da Unicamp. Campinas, 1996.

HAUFBAUER, Andreas. Ideologia do Branqueamento: Racismo à brasileira, in: Atas do VI Congresso Luso-Afro-Brasileiro de Ciências Sociais. Porto, 2000.

MACIEL, Cleber da Silva. Discriminações raciais: Negros em Campinas (1888 – 1926) alguns aspectos. Dissertação de mestrado. Departamento de História. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Unicamp. Campinas, 1985.

MAGNOLI, Demétrio. Uma gota de sangue: história do pensamento racial. Editora Contexto. São Paulo, 2009.

MARTINS, Alessandra. Matriz africana em Campinas: territórios, memória e representação. Tese de doutorado apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Urbanismo da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Campinas, 2016.

MARTINS, Valter. Comida, diversão e liberdade. Os tanguás de Campinas no final da escravidão. Revista Urbana; ano 2; nº 2. Irati, 2007.

MARTINS, Valter. Nos arredores do Mercado Grande: mudança urbana e agitação social em Campinas na segunda metade do século XIX. Oculum Ensaios; Revista de Arquitetura e Urbanismo. Campinas, 2002.

MARTINS, Valter. O mercado das hortaliças e a cadeia. A intensa vida social em um pequeno espaço da cidade. Campinas, século XIX. ANPUH – XXV Simpósio Nacional de História. Fortaleza, 2009a.

MARTINS, Valter. Pelas ruas, de porta em porta. Verdureiros, quitandeiras e o comércio ambulante de alimentos em Campinas na passagem do Império à República. Revista de História Regional. 14(2). Ponta Grossa, 2009b.

MARTINS, Valter. Policiais e populares: educadores, educandos e a higiene social. Cad. Cedes; vol. 23; nº 59. Campinas, 2003.

MONTEIRO, John Manuel. Negros da terra: índios e bandeirantes nas origens de São Paulo. Companhia das Letras. São Paulo, 1994.

MOORE, Carlos. Racismo e sociedade: novas bases epistemológicas para entender o racismo. Mazza Edições. Belo Horizonte, 2007.

MUNANGA, Kabengele. Origens africanas do Brasil contemporâneo: histórias, línguas, culturas e civilizações. Editora Global. São Paulo, 2009.

MUNANGA, Kabengele. Rediscutindo a mestiçagem no Brasil: identidade nacional versus identidade negra. Editora Vozes. Petrópolis, 1999.

NASCIMENTO, Abdias do. O genocídio do negro brasileiro: processo de um racismo mascarado. Editora Paz e Terra. Rio de Janeiro, 1978.

ORTIZ, Renato. Cultura e modernidade: a França no século XIX. Editora brasiliense. São Paulo, 1991.

RIBEIRO, Darcy. O povo brasileiro. A formação e o sentido do Brasil. Companhia das Letras. São Paulo, 2000.

RICCI, Maria Lúcia de Souza Rangel. Religiosidades, Cultura e Sociabilidade Em Algumas Antigas Igrejas e Largos de Campinas (SP): Santa Cruz, São Benedito e Rosário. ANPUH – XXIV Simpósio Nacional de História. São Leopoldo, 2007.

ROLNIK, Raquel. A cidade e a lei: legislação, política urbana e territórios na cidade de São Paulo. Studio Nobel, 1997.

SCHWARCZ, Lilia K. Mortiz. Usos e abusos da mestiçagem e da raça no Brasil: uma história das teorias raciais em finais do século XIX. Afro-Ásia 18 (1996), 77-101. Salvador, 1996.

SCHWARCZ, Lilia Moritz e STARLING, Heloisa Murgel. Brasil: uma biografia. Companhia das Letras. São Paulo, 2015.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. O espetáculo das raças: cientistas, instituições e questão racial no Brasil (1870-1930). Companhia das Letras. São Paulo, 1993.

SILVA, KerollaynneKetry e ALMEIDA, Suely. C. Monções e bandeiras – um breve comparativo social, econômico e geográfico sobre a exploração territorial na América portuguesa. JUPEX 2013 – UFRPE. Recife, 2013.

SIMSON, Olga Rodrigues de M. Von e SOUZA, Carlos Roberto Pereira de. O samba em Campinas: sua evolução e diversificação ao longo do século XX. X Encontro Regional Sudeste de História Oral – Educação das Sensibilidades: Violência, desafios contemporâneos. Campinas, 2013.

THORNTON, John. A África e os africanos na formação do mundo Atlântico, 1400-1800; tradução de Marisa Rocha Mota. Editora Campus. Rio de Janeiro, 2004.

VIGNOLI, José Antonio Penteado. A Campinas do Dr. Vieira Bueno: o médico dos pobres e seu sucesso. Gráfica e Editora Teclatipo Ltda. Campinas, 2005.

O periódico RUA utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.