Vivências de si no interior do cotidiano: o caso de uma crônica jornalística brasileira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rua.v24i2.8653942

Palavras-chave:

Crônica. Discurso. Cotidianidade.

Resumo

Neste trabalho, buscamos delinear, no gênero discursivo-textual crônica jornalística, a forma como se manifesta, linguística e discursivamente, um de seus grandes componentes, o discurso introspectivo, dentro de sua grande temática, que é o cotidiano das pessoas nas cidades. Para atingir o nosso intento, estabeleceremos algumas reflexões teóricas de pensadores comprometidos com as relações sociais entre os homens pela via da linguagem, do discurso e tentaremos aplicar e demonstrar a pertinência dessas reflexões num breve estudo de uma crônica do escritor Carlos Heitor Cony.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carla Roselma Athayde Moraes, Universidade Estadual de Montes Claros

Professora do Departamento de Letras da Universidade Estadual de Montes Claros – UNIMONTES. Possui Doutorado em Letras, estudos dos processos enunciativos, pela PUC Minas, é professora do PROFLETRAS.

Referências

BAKHTIN, Mikhail. Problemas da poética de Dostoiévski. Tradução Paulo Bezerra. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1997.

BAKHTIN, Mikhail. Questões de literatura e de estética: a teoria do romance. Tradução Aurora Fornoni Bernardini et al. São Paulo: Hucitec, 1998.

BAKHTIN, Mikhail. Os gêneros do discurso. In: BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Tradução Maria Ermantina Galvão. São Paulo: Martins Fontes, 2000. p. 277-326.

CANDIDO, Antonio et al. A crônica: o gênero, sua fixação e suas transformações no Brasil. Campinas: UNICAMP; Rio de Janeiro: Casa Rui Barbosa, 1992.

CERTEAU, Michel de. A invenção do cotidiano. 13. ed. Tradução Ephraim Ferreira Alves. Petrópolis: Vozes, 2007.

CONY, Carlos Heitor. O homem horizontal. Folha de São Paulo, São Paulo, 14 out. 2000.

FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1997.

PARRET, Herman. Le sublime du quotidien. Amsterdam: John Benjamins, 1988.

PERRONE-MOISÉS, Leyla. Promessas, encantos e amavios. In PERRONE-MOISÉS, Leyla. Flores na escrivaninha: ensaios. São Paulo: Companhia das Letras, 2006. p. 13-20.

RICOEUR, Paul. A memória, a história, o esquecimento. Tradução Alain François et al. Campinas: Editora da Unicamp, 2007a.

RICOEUR, Paul Tempo e narrativa (tomo III). São Paulo: Papirus, 1997b.

Downloads

Publicado

2018-11-08

Como Citar

MORAES, C. R. A. Vivências de si no interior do cotidiano: o caso de uma crônica jornalística brasileira. RUA, Campinas, SP, v. 24, n. 2, 2018. DOI: 10.20396/rua.v24i2.8653942. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8653942. Acesso em: 30 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigo