O descobrimento (de uma língua) no cinema brasileiro

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rua.v26i1.8658836

Palavras-chave:

Memória, Descobrimento, Língua

Resumo

Neste artigo, proponho-me a refletir sobre o funcionamento da memória discursiva a partir de um filme que marca a institucionalização do cinema no Brasil, durante os anos 30: O descobrimento do Brasil (1937), de direção de Humberto Mauro, com produção do Instituto de Cacau da Bahia. Minha perspectiva teórico-metodológica é fornecida pela Análise de Discurso pecheuxtiana, a qual me possibilita compreender o objeto fílmico em questão como um imbricamento de materialidades significantes. Minha análise se constrói a partir de dois recortes em que tomo o funcionamento do significante descobrimento de forma a compreender como ele mobiliza sentidos na e da língua, fazendo com que o próprio enredo reproduza na materialidade significante do audiovisual um discurso fundador de Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise Machado Pinto, Universidade Federal de Santa Maria

Doutora em Letras pela Universidade Federal de Santa Maria.

Referências

A TROCA foi um pedido meu, diz Osmar Terra sobre a mudança da Secretaria da Cultura para o Turismo. Gaúcha ZH, 08 nov. 2019. Disponível em: https://gauchazh.clicrbs.com.br/cultura-e-lazer/noticia/2019/11/a-troca-foi-um-pedido-meu-diz-osmar-terra-sobre-a-mudanca-da-secretaria-da-cultura-para-o-turismo-ck2q7tdql00fe01qya254nv5v.html. Acesso em: 08 de dez. de 2019.

BARROS, Manoel de. Miudezas. In: BARROS, Manoel de. Poesia Completa. São Paulo: Leya, 2010.

BLUTEAU, Rafael. Vocabulário Portuguez e Latino. v. 1. Coimbra: Colégio das Artes, 1712-1728. 8. v

BORGES. Jorge. L. Manual de Zoología Fantástica (em colaboración com Luis Borges y Margarita Guerrero). México: Ed. Fondo de Cultura Económica, S. A., 1983.

BRASIL. Lei nº 378, de 13 de janeiro de 1937. Estabelece nova organização ao Ministério da educação e Saúde Pública. Diário Oficial da União 1937; 13 jan. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1930-1939/lei-378-13-janeiro-1937-398059-publicacaooriginal-1-pl.html. Acesso em: 03 nov. 2019.

CAMINHA, Pero Vaz. Carta de Pero Vaz de Caminha. Disponível em: http://objdigital.bn.br/Acervo_Digital/livros_eletronicos/carta.pdf. Acesso em: 01 dez. 2019.

CENSO DEMOGRÁFICO 2010. Rio de Janeiro: IBGE, 2011. Acompanha 1 CD-ROM.

CUNHA, Manuela Carneiro da. Índios no Brasil: história, direitos e cidadania. 1. ed. São Paulo: Claro Enigma, 2012.

DESCENDRE, Romain. A “Descoberta”: história de uma invenção semântica (primeiros elementos). In: Línguas e instrumento linguístico, n. 35, jan.-jun., 2015.

DIÁRIO de Notícias. Rio de Janeiro, RJ: ano VIII, 5 de dez de 1937. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=093718_01 . Acesso em: 4 dez. 2019.

DIÁRIO de Notícias. Rio de Janeiro, RJ: ano IX, 5 de mai de 1938. Disponível em: http://memoria.bn.br/DocReader/DocReader.aspx?bib=093718_01 . Acesso em: 4 dez. 2019.

FIGUEIREDO, Candido de. Novo Diccionario da Língua Portuguesa. v. 2. Lisboa: Livraria Editora Tavares Cardoso & Irmão, 1899.

GALEANO, Eduardo. La vida según Galeano. Série TV, Canal Encuentro, 21-06-2012. Disponível em: https://www.educ.ar/recursos/106644/mapamundi. Acesso em: 08 de dez. 20019.

HOLANDA, Sérgio Buarque de. Visão do Paraíso: motivos edênicos no descobrimento e colonização. São Paulo: Brasiliense (Publifolha), 2000.

INDURSKY, Freda. A memória na cena do Discurso. In: INDURSKY, Freda; MITTMANN, Solange; FERREIRA, Maria Cristina Leandro Ferreira. (Org.). Memória e história na/da análise do discurso. 1. ed. Campinas: Mercado de Letras, 2011. p. 1-335.

LAGAZZI, Suzy. Entre o amarelo e o azul: a história de um percurso. Línguas e Instrumentos Linguísticos, v. 44, p. 286-311, 2019. DOI: https://doi.org/10.20396/lil.v44i0.8657818

LAGAZZI, Suzy. O recorte significante na memória. In: INDURSKY, F., FERREIRA, M. C. L.; MITTMANN, S. (Org.). O Discurso na Contemporaneidade. Materialidades e Fronteiras. São Carlos, Claraluz, 2009.

MALUF-SOUZA, Olímpia; SILVEIRA, Wellington Marques da; SALLES, Ana Cláudia Moares. Língua, memória de colonização e narratividade no século XIX. Gragoatá, Niterói, v. 24, n. 48, p. 191-207, jan.-abr, 2019. DOI: https://doi.org/10.22409/gragoata.v24i48.33626

MARIANI, Bethania. Colonização Linguística e outros escritos. Canadá: KoboEditions, 2018. DOI: https://doi.org/10.3726/b11728

MORETTIN, Eduardo. V. Uma análise do filme 'Descobrimento do Brasil'. Revista de História (USP), São Paulo, v. 1, n. 141, p. 175-178, 1999. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2316-9141.v0i141p175-178

MORETTIN, Eduardo. V. Humberto Mauro, cinema, história. São Paulo: Alameda, 2013.

NUNES, José Horta. Dicionários: história, leitura e produção. Revista de Letras, Brasília, v. 3, n. 1/2, 2010.

O DESCOBRIMENTO do Brasil. Direção: Humberto Mauro. Rio de Janeiro: Brasília Films, 1937. 1 disco digital versátil (62min.): DVD, son., p&b. Port.

ORLANDI, Eni. Prefácio. In: ORLANDI, Eni Puccinelli. (Org.). Discurso fundador A formação do país e a construção da identidade nacional. 2. ed. Campinas, SP: Pontes, 1993.

ORLANDI, Eni. Terra à vista - Discurso do confronto: Velho e Novo Mundo. 2. ed. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2008.

ORLANDI, Eni. Documentário: acontecimento discursivo, memória e interpretação. In: Ana Zandwais e Lucília Maria Sousa Romão (Org.). Leituras do político. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2011.

ORLANDI, Eni. Segmentar ou recortar?. Linguística: questões e controvérsias. Série Estudos 10. Curso de Letras do Centro de Ciências Humanas e Letras das Faculdades Integradas de Uberaba, 1984.

PÊCHEUX, Michel. O papel da memória. In: ACHARD, P. et al. O papel da memória. Tradução de José Horta Nunes. 3. ed. Campinas: Pontes, 2010.

PFEIFFER. Claudia C. Sujeito Urbano Escolarizado. Enciclopédia Virtual da Análise do Discurso. UFF TUBE: PORTAL DE VÍDEOS. Rio de Janeiro. 2016. Disponível em: http://ufftube.uff.br/video/5MR252H1NA33/Sujeito-urbano-escolarizado--Claudia-Castellanos-Pfeiffer- Acesso em: 22 ago. 2018.

SCHERER, Amanda E. O nome da língua… um modo de fazer… Gragoatá, Niterói, v. 24, n. 48, p. 14-24, jan.-abr. 2019. DOI: https://doi.org/10.22409/gragoata.2019n48a33617

SE não puder ter filtro, nós extinguimos a Ancine, diz Bolsonaro. G1, 19 set. 2019. Disponível em: https://g1.globo.com/politica/noticia/2019/07/19/se-nao-puder-ter-filtro-nos-extinguiremos-a ancine-diz-bolsonaro.ghtm. Acesso em: 08 dez. 2019.

SCHVARZMAN, Sheila. Humberto Mauro e as imagens do Brasil. São Paulo: Editora UNESP, 2004. DOI: https://doi.org/10.7476/9788539303137

SILVA, António de Morais (1755-1824). Diccionario da língua portugueza composto pelo padre D. Rafael Bluteau/reformado e accrescentado por Antonio de Moraes Silva natural do Rio de Janeiro. Lisboa: Officina de Simão Thaddeo Ferreira, 1789. 2. v.

Downloads

Publicado

2020-03-23

Como Citar

PINTO, D. M. . O descobrimento (de uma língua) no cinema brasileiro. RUA, Campinas, SP, v. 26, n. 1, 2020. DOI: 10.20396/rua.v26i1.8658836. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8658836. Acesso em: 1 jul. 2022.

Edição

Seção

Estudos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)