Notações sensoriais do espaço urbano em Paulicéia Desvairada (1922), de Mário de Andrade

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rua.v27iI.8665303

Palavras-chave:

Lírica moderna, São Paulo, Mário de Andrade, Literatura e espaço urbano

Resumo

O artigo propõe uma análise de três poemas publicados no livro Paulicéia Desvairada (1922), de Mário de Andrade. Essa obra, assim como muitas outras do escritor paulistano, traz importantes imagens e perspectivas da cidade de São Paulo. Os poemas escolhidos, “O Domador”, “Os Cortejos” e “Ruas de São Bento”, permitem-nos discutir, a partir das notações sensoriais do sujeito lírico que vivencia a modernização do espaço urbano, impressões diversas da São Paulo marioandradiana.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bruna Araujo Cunha, Universidade Federal da Paraíba

Doutora em Teoria e História Literária pela Universidade Estadual de Campinas. Professora substituta do Instituto Federal da Paraíba. 

Joelma Santana Siqueira, Universidade Federal de Viçosa

Professora de Literatura Brasileira do curso de Letras da Universidade Federal de Viçosa (UFV). 

Referências

ANDRADE, Mário de. Poesias completas. Edição crítica de Diléia Zanotto Manfio. Belo Horizonte: Villa Rica, 1993.

BAUMAN, Zygmunt. Confiança e medo na cidade. Trad. Eliana Aguiar. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2009.

CAMARGOS, Márcia. Em que ano estamos? Ilustrações Rodrigo Rosa. São Paulo: Companhia das Letras: 2004.

COELHO NETO, J. T. A construção do sentido na arquitetura. São Paulo: Perspectiva, 2002.

DAMATTA, Roberto. Espaço: Casa, Rua e outro Mundo: O Caso do Brasil. In: A Casa & a Rua: Espaço, Cidadania, Mulher e Morte no Brasil. Rio de Janeiro: Rocco, 1997.

FAUSTO, Bóris. “Expansão do café e política cafeeira”. In: FAUSTO, Bóris (Org.). História geral da civilização brasileira III. O Brasil republicano. Rio de Janeiro: Bertand, 1989, p.193-249.

FRANCASTEL, Pierre. Pintura e sociedade. Trad. Elcio Fernandes. São Paulo: Martins Fontes, 1990.

FRIEDRICH, Hugo. A estrutura da lírica moderna. São Paulo: Duas cidades, 1978.

FREHSE, Fraya. Ô da rua!: o transeunte e o advento da modernidade em São Paulo. São Paulo: Edusp, 2011.

GOMES, Renato Cordeiro. A cidade, a literatura e os estudos culturais: do tema ao problema. Ipotesi - Revista de Estudos Literários. Juiz de Fora, v. 3 - n. 2, p.17-30, jul./dez. 1999.

LAFETÁ, João Luiz. A dimensão da noite e outros ensaios. São Paulo: Duas cidades, 2004.

LAFETÁ, João Luiz. “A representação da cidade de São Paulo em dois momentos da poesia de Mário de Andrade”. In: SILVA, Lúcia Neíza Pereira da. Mário universal paulista. São Paulo: SMC: Departamento de Bibliotecas Públicas, 1997, p.85-95.

PORTO, Antônio Rodrigues. História da cidade de São Paulo: através de suas ruas. São Paulo: Carthago Editorial, 1996.

SIMMEL, Georg. A Metrópole e a Vida Mental. In: Velho, Otávio Guilherme (Org.), O Fenômeno Urbano. 4. ed. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1979, p.11-25.

TOLEDO, Benedito Lima de. São Paulo: três cidades em um século. São Paulo: Cosac & Naif, 2004.

Downloads

Publicado

2021-04-15

Como Citar

CUNHA, B. A.; SIQUEIRA, J. S. Notações sensoriais do espaço urbano em Paulicéia Desvairada (1922), de Mário de Andrade. RUA, Campinas, SP, v. 27, n. 1, p. 117–130, 2021. DOI: 10.20396/rua.v27iI.8665303. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8665303. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Estudos