Banner Portal
“Deus, pátria, família”
PDF

Palavras-chave

Análise de discurso
Integralismo
Religião
Discurso fascista

Como Citar

ALMEIDA, J. P. M. de . “Deus, pátria, família”: os sentidos do fascismo brasileiro. RUA, Campinas, SP, v. 28, n. 2, p. 353–376, 2022. DOI: 10.20396/rua.v28i2.8671122. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8671122. Acesso em: 28 set. 2023.

Resumo

Neste trabalho, tomando-se a Análise do Discurso como um campo de saber ancorado no materialismo histórico, intenta-se desvelar as contradições do discurso religioso, mormente o do neopentecostalismo, como uma das expressões do discurso do capital na sociedade brasileira. A discussão aqui proposta se volta às possibilidades produtivas (ou parafrásticas) e/ou criativas (ou polissêmicas) dos efeitos de sentido do discurso fascista no Brasil. Tal discurso se assenta sobre elementos da religiosidade postos em circulação desde a Ação Integralista Brasileira (AIB), em 1930. Sustenta-se que elementos interdiscursivos deste movimento fascista são resgatados na contemporaneidade, o que demonstra uma tensão entre passado e presente, entre o já-dito, o reformulado e o ressignificado na atualidade.

https://doi.org/10.20396/rua.v28i2.8671122
PDF

Referências

AMARAL, Maria Virgínia Borges. Contraidentificação do sujeito/trabalhador na modernidade. S. l., 2021.

AMARAL, Maria Virgínia Borges. O avesso do discurso: análise de práticas discursivas no campo do trabalho. Maceió: EDUFAL, 2007.

CONSTITUIÇÃO da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 26 maio 2022.

COURTINE, Jean-Jacques. Definição de orientações teóricas e construção de procedimentos em Análise do Discurso. Policromias – Revista de Estudos do Discurso, Imagem e Som. Rio de Janeiro, v. 1, n. 1, p. 14-35, 2016.

BALLOUSSIER, A. V. Evangélicos podem desbancar católicos no Brasil em pouco mais de uma década. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2020/01/evangelicos-podem-desbancar-catolicos-no-brasil-em-pouco-mais-de-uma-decada.shtml. Acesso em: 25 maio 2022.

BRAGOSO, Ranier; MATTOSO, Camila; NOGUEIRA, Italo. Patrimônio de Jair Bolsonaro e filhos se multiplica na política. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/01/1948526-patrimonio-de-jair-bolsonaro-e-filhos-se-multiplica-na-politica.shtml>. Acesso em: 26 maio 2022.

ECO, Umberto. O fascismo eterno. Rio de Janeiro: Record, 2019.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. São Paulo: Paz e Terra, 2020a.

FREIRE, Paulo Pedagogia do oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 2020b.

GALF, Renata. O que foi o 7 de Setembro bolsonarista? Cientistas políticos apontam intenções do ato e suas consequências. Disponível em: <https://www1.folha.uol.com.br/poder/2021/09/o-que-foi-o-7-de-setembro-bolsonarista-cientistas-politicos-apontam-intencoes-do-ato-e-suas-consequencias.shtml>. Acesso em: 26 maio 2022.

INDURSKY, Freda. Que sujeito é este? In: Silêncio, memória e resistência: a política e o político no discurso. Pontes Editores: Campinas-SP, 2019.

ISTOÉ. Frases de Bolsonaro, o candidato que despreza as minorias. Disponível em: <https://istoe.com.br/frases-de-bolsonaro-o-candidato-que-despreza-as-minorias/>. Acesso em: 27 maio 2022.

GONÇALVES, L. P.; NETO, O. C. O fascismo em camisas verdes: do integralismo ao neointegralismo. Rio de Janeiro: FGV Editora, 2020.

KLEMPERER, Victor. A linguagem do Terceiro Reich. Rio de Janeiro: Contraponto, 2009.

LÖWY, Michael. Da tragédia à farsa: o golpe de 2016 no Brasil. In: SINGER, A. & et al. (Org.). Por que gritamos golpe?: para entender o impeachment e a crise política no Brasil. São Paulo: Boitempo, 2016.

MANIFESTO de 7 de outubro de 1932. Disponível em: https://www.integralismo.org.br/manifesto-de-7-de-outubro-de-1932/.Acesso em: 07 jan. 2022.

MARINI, Luisa. Em 27 anos de Câmara, Bolsonaro prioriza militares e ignora saúde e educação. Disponível em: https://congressoemfoco.uol.com.br/area/pais/na-camara-bolsonaro-prioriza-militares-e-ignora-saude-e-educacao/. Acesso em: 26 maio 2022.

MARX, Karl. Crítica da filosofia do direito de Hegel. São Paulo: Boitempo, 2005.

MBEMBE, Achille. Necropolítica. São Paulo: n-1 edições, 2018.

ORLANDI, Eni. Análise de discurso. In: Discurso e textualidade. Pontes Editores, 2006: Campinas, SP.

ORLANDI, Eni. Análise de discurso. A linguagem e seu funcionamento: as formas do discurso. 4. ed. Campinas: Pontes, 1996a.

ORLANDI, Eni. Análise de discurso. Interpretação. Petrópolis-RJ: Vozes, 1996b.

PIOVEZANI, Carlos; GENTILE, Emilio. A linguagem fascista. São Paulo: Hedra, 2020.

QUEFAZER. Dicionário Michaelis. Disponível em: <https://michaelis.uol.com.br/busca?id=A8Yd4>. Acesso em: 24 maio 2022.

RELIGIÃO e poder. Disponível em: https://religiaoepoder.org.br/artigo/a-influencia-das-religioes-no-brasil/.Acesso em: 26 maio 2022.

RIBEIRO, Janaína. “Vamos fuzilar a petralhada”, diz Bolsonaro no Acre. Disponível em: https://exame.com/brasil/vamos-fuzilar-a-petralhada-diz-bolsonaro-em-campanha-no-acre/. Acesso em: 26 maio 2022.

SETTI, Gustavo; ARREGUY, Juliana. Bolsonaro diz que quer 'que o povo se arme' para Brasil não virar ditadura’. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2020/05/22/em-trecho-de-video-de-reuniao-bolsonaro-diz-que-quer-que-o-povo-se-arme.htm?cmpid=copiaecola. Acesso em: 26 maio 2022.

SPYER, Juliano. Povo de Deus: quem são os evangélicos e por que eles importam. São Paulo: Geração editorial, 2020.

WEBER, Max. A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Martin Claret, 2013.

ZANINI, Fábio. Bolsonaro testa slogans eleitorais para 2022 com adesivos em lives para as redes sociais. Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/painel/2021/09/bolsonaro-testa-slogans-eleitorais-para-2022-com-adesivos-em-lives-nas-redes-sociais.shtml?loggedpaywall. Acesso em 15 abr. 2022.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 RUA

Downloads

Não há dados estatísticos.