Banner Portal
O conflito entre apropriação e dominação nas Batalhas de Rap em Florianópolis (SC)
PDF

Palavras-chave

Rap
Dominação
Apropriação

Como Citar

ABREU, Miriam Santini. O conflito entre apropriação e dominação nas Batalhas de Rap em Florianópolis (SC). RUA, Campinas, SP, v. 28, n. 2, p. 433–450, 2022. DOI: 10.20396/rua.v28i2.8671538. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8671538. Acesso em: 15 jun. 2024.

Resumo

O estudo analisa o conflito entre apropriação e dominação na repressão às chamadas “Batalhas de Rap” ou “Batalhas da Alfândega”, realizadas no Largo de mesmo nome, no Centro Histórico de Florianópolis (SC). A análise empírica engloba uma reportagem em vídeo da imprensa independente e uma reportagem em texto da imprensa tradicional. O pressuposto é que as Batalhas, ao corporificar a ideia de insurreição do uso, questionam os limites ao uso autorizado da rua e a lógica da cidade como mercadoria, uma cidade à venda.

https://doi.org/10.20396/rua.v28i2.8671538
PDF

Referências

A CAUSA é Legítima - A Batalha da Alfândega é o Direito à Cidade. Direção de Ricardo Pessetti. Florianópolis: Parolema, 2016. (40min45seg.). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=k2h0x72NdGQ. Acesso em: 15 abr. 2022.

DIOGO, Marciano. Grupo responde por crime ambiental após espalhar a mensagem “Cidade à Venda” pela Capital. Notícias do Dia, Florianópolis (SC), 29 abr. 2014. Cidade. Disponível em: https://ndonline.com.br/noticias/arte-ou-pichacao/ . Acesso em: 15 abr. 2022.

ETC. Arte Grupo ETC. ETC. Florianópolis, SC. Disponível em: https://www.facebook.com/artegrupoetc/ Acesso em: 15 abr. 2022.

FERNANDES, Augusto. "Nascido numa ilha em que sou realidade". Racismo e resistência no uso do espaço público em Florianópolis: o caso da Batalha da Alfândega. Trabalho de Conclusão de Curso apresentada ao curso de Geografia da Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis, 2019. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/197193/TCC%20Augusto%20Fernandes_versao%20fInal%20completa.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 15 abr. 2022.

GONÇALVES, R. A. Rep e repressão: uma rima quebrada. Música Popular em Revista, Campinas, ano 5, v. 1, p. 54-69, jul.-dez. 2017. Disponível em: file:///C:/Users/USER/Downloads/13125-Texto%20do%20artigo-25358-1-10-20200203.pdf. Acesso em: 15 abr. 2022.

LEFEBVRE, Henri. Metafilosofia: prolegômenos. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967.

LEFEBVRE, Henri. Posição: contra os tecnocratas. São Paulo: Documentos, 1969.

LEFEBVRE, Henri. De lo rural a lo urbano. Barcelona: Penísula, 1978.

LEFEBVRE, Henri. A revolução urbana. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 1999.

LEFEBVRE, Henri. La producción del espacio. Espanha: Capitán Swing, 2013.

MC’S expulsos da Alfândega pela PM se organizam para voltar ao local de origem. Coletivo Maruim. Imagens e edição: Diogo Andrade e Ricardo Pessetti. Florianópolis (SC), 29 dez. 2014. Disponível em: https://youtu.be/6oXtDHvakjI. Acesso em: 15 abr. 2022.

OLINTO, Antonio. Jornalismo e literatura. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Cultura, 1955.

OURIQUES, Helton Ricardo. Turismo em Florianópolis: uma crítica à “indústria pós-moderna”. Florianópolis: Editora da UFSC, 1998.

SÁNCHEZ-CASAS, Carlos. La construccion del espacio social. Madrid: Editorial Eusya. 1987.

SANTOS JUNIOR, Orlando Alves dos. Espaço urbano comum, heterotopia e o direito à cidade: Reflexões a partir do pensamento de Henri Lefebvre e David Harvey. urbe, Rev. Bras. Gest. Urbana [online]. 2014, vol.6, n.2, pp.146-157. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/urbe/v6n2/03.pdf . Acesso em: 15 abr. 2022.

SEABRA, Odette Carvalho de Lima. A insurreição do uso. In: MARTINS, José de Souza (Org.). Henri Lefebvre e o retorno à dialética. São Paulo: Hucitec, 1996, págs. 71 a 86.

SILVA, Mariana da Rosa. Tensões entre o alternativo e o convencional: organização e financiamento nas novas experiências de jornalismo no Brasil. Dissertação submetida ao Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina. Santa Catarina, 2017. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/handle/123456789/185627. Acesso em: 15 abr. 2022.

SOBARZO, O. A produção do espaço público: da dominação à apropriação. GEOUSP Espaço e Tempo (Online), [S. l.], v. 10, n. 2, p. 93-111, 2006. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/geousp/article/view/73992. Acesso em: 15 abr. 2022.

SUGAI, M. I. Segregação silenciosa: investimentos públicos e dinâmica socioespacial na área conurbada de Florianópolis. Florianópolis: EdUFSC, 2015.

THOMÉ, Rafael. Grito de resistência. Diário Catarinense. Florianópolis (SC), 2-3 set. 2017, Caderno Nós, p. 1-6. Disponível em: http://www.clicrbs.com.br/sites/swf/dc_nos_97_rapfloripa/index.html.Acesso: em 15 de abr. 2022.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 RUA

Downloads

Não há dados estatísticos.