A cidade fragmento

fotolivro Paranoia (1963)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rua.v28i1.8669101

Palavras-chave:

Fotolivro, Fotografia, Cidade, São Paulo, Leituras urbanas

Resumo

O presente artigo visa realizar uma leitura da construção de uma imagem da cidade por meio do fotolivro Paranoia, de Roberto Piva e Wesley Duke Lee. No estudo são articuladas questões inerentes ao objeto fotolivro, a afinidade com a produção surrealista da representação, a questão do acaso objetivo e a busca pelo Maravilhoso, assim como, a articulação entre imagem fotográfica e imagem poética, questão de acentuada importância em Paranoia. A leitura é apresentada através da unidade significante do poema Visão de São Paulo à noite, Poema Antropófago sob Narcótico e mostra um olhar particular sobre a cidade, construída por meio da experiência e com interdependência entre fotografia e poesia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Luiza Rodrigues Gambardella, Universidade de São Paulo

Doutoranda vinculada ao programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo.

Paulo César Castral, Universidade de São Paulo

Doutor em Multimeios pela Universidade de Campinas. Professor Doutor do Instituto de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo e coordenador do Núcleo em Estudos de Linguagens em Arquitetura e Cidade - N.ELAC.

Referências

BATE, David. Photography and Surrealism. Sexuality, Colonialism and Social Dissent. London, New York: I.B. Tauris, 2009. DOI: https://doi.org/10.5040/9780755604715

COSTA, Cacilda Teixeira da. Wesley Duke Lee: um salmão na corrente taciturna. São Paulo: Alameda / Edusp, 2005.

FABRIS, Annateresa. O desafio do olhar: fotografia e artes visuais no período das vanguardas históricas. Volume II. 1 ed. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2013.

KRAUSS, Rosalind. O fotográfico. tradução de Anne Marie Davée. 1. ed. São Paulo: Gustavo Gili, 2014.

PIVA, Roberto. Paranoia / Roberto Piva com fotografias de Wesley Duke Lee – 2 ed. São Paulo: Instituto Moreira Salles e Jacarandá, 2000.

SILVA, Cícero Mendes da. Cidade e escatologia no Paranoia de Roberto Piva e Wesley Duke Lee. Orientação: Prof. Dr. Washington Luis Lima Drummond. 2016. 126 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Universidade Federal da Bahia. Salvador, 2016.

WILLER, Cláudio. A famosa resenha em La Brèche – Action Surrealiste, 30 out. 2014. Disponível em: https://claudiowiller.wordpress.com/2014/10/30/a-famosa-resenha-em-la-breche-action-surrealiste/. Acesso em: 04 maio 2017.

XXX. Le surrealisme à São Paulo. Revista La Brèche 8, novembro de 1965, p.127 Le Terrain Vague, Paris, France. In: WILLER, Cláudio. A famosa resenha em La Brèche – Action Surrealiste, 30 out. 2014. Disponível em: https://claudiowiller.wordpress.com/2014/10/30/a-famosa-resenha-em-la-breche-action-surrealiste/. Acesso em: 04 maio 2017.

Downloads

Publicado

2022-04-26

Como Citar

GAMBARDELLA, A. L. R. .; CASTRAL, P. C. . A cidade fragmento: fotolivro Paranoia (1963). RUA, Campinas, SP, v. 28, n. 1, 2022. DOI: 10.20396/rua.v28i1.8669101. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/91-106. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Estudos