Color stability and surface roughness of artificial teeth brushed with an experimental Ricinus communis toothpast

Authors

  • Lourenço de Moraes Rego Roselino Universidade de São Paulo
  • Carla Cecília Alandia-Román Universidade de São Paulo
  • Vanessa María Fagundes Leite Universidade de São Paulo
  • Cláudia Helena Silva- Lovato Universidade de São paulo
  • Fernanda de Carvalho Panzeri Pires-de-Souza Universidade de São paulo http://orcid.org/0000-0002-1455-1538

DOI:

https://doi.org/10.20396/bjos.v14i4.8646126

Keywords:

Oral hygiene. Toothpastes. Castor oil. Color

Abstract

Aim: To evaluate, in vitro, the effect of brushing with a Ricinus communis-based experimental toothpaste on color stability and surface roughness of artificial teeth. Methods: Ninety artificial teeth (maxillary central incisors) in different shades, light and dark (NatusDent Triple Pressing, Dentbras) were used. Initial color (Spectrophotometer Easyshade, VITA) and surface roughness (Rugosimeter Surfcorder SE 1700, Kosakalab) readouts were performed. After baseline measurements, samples were assigned to 10 groups (n=9) according to the artificial tooth shade and type of toothpaste used during the mechanical brushing test (Pepsodent, MAVTEC): Sorriso Dentes Brancos – SDB, Colgate Luminous White - CLW (Colgate-Palmolive), Close up White Now - CWN (Unilever), Trihydral - THL (Perland Pharmacos) and Ricinus communis - RCE (Experimental). After 29,200 cycles of brushing, corresponding to 2 years of brushing by a healthy individual, new color and roughness readouts of the specimens were performed. Data (before and after the tests) were statistically analyzed (2-way repeated measures ANOVA, Tukey, p<0.05). Results: RCE toothpaste produced the greatest color stability for dark tooth shade and the second best color stability for light tooth shade. For surface roughness alteration, there was no difference (p>0.05) for any tested toothpaste regardless of tooth shade. Conclusions: The experimental Ricinus communis toothpaste did not cause color and surface roughness alteration in the artificial teeth, and it may be considered a suitable option for denture cleaning.

Downloads

Download data is not yet available.

Metrics

Metrics Loading ...

Author Biographies

Lourenço de Moraes Rego Roselino, Universidade de São Paulo

Graduado em Odontologia pela Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FORP/USP). Mestre, Doutor e especialista (Prótese Dentária) em Reabilitação Oral pelo Programa de Pós-graduação em Reabilitação Oral da FORP/USP. Tendo a área de materiais odontológicos como principal linha de pesquisa.

Carla Cecília Alandia-Román, Universidade de São Paulo

Graduada em Odontologia pela Universidade Católica Boliviana San Pablo (2007). Especialista em Prótese Dentária pela Fundação Odontológica de Ribeirão Preto - FUNORP/USP (2011). Concluiu o Mestrado (2011) e o Doutorado (2015) em Odontologia (Reabilitação Oral) pela Faculdade de Odontologia de Ribeião Preto FORP/USP. Realizou doutorado sanduíche (2013-2014) no departamento de Biomateriais da Universidade de Birmingham, Reino Unido. É Professora Titular dos conteúdos de Prótese Fixa e Prótese sobre implantes na Faculdade de Ciências do Tocantins (FACIT). Tem experiência na área de Prótese e Materiais Dentários, com ênfase em Biomateriais, Materiais Restauradores Estéticos, Cimentos odontológicos, Adesão dentinária e Radiopacidade.

Vanessa María Fagundes Leite, Universidade de São Paulo

Formou-se pela Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FORP - USP) no ano de 2008. Tem experiência na área de Prótese e Materiais Dentários. Aluna com bolsa FAPESP nos anos de 2007/2008. Obtenção do título de mestre em maio de 2012 e título de doutora em junho de 2015, pela FORP-USP.

Cláudia Helena Silva- Lovato, Universidade de São paulo

Possui graduação em Odontologia pela Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto (1996), mestrado (1999) e doutorado (2002) em Odontologia, na área de Reabilitação Oral, pela Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo. Atualmente é Professora Associada do Departamento de Materiais Dentários e Prótese da Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo e atua, junto à Graduação, na área de Prótese total e Prótese Buco-facial. Na Pós-graduação, desenvolve pesquisas ligadas às linhas de Pesquisa em clínica odontológica e Pesquisa em materiais e técnicas odontológicas, tendo como temas principais de estudo: prótese total, biofilme, higienização, resinas acrílicas, reembsadores e propriedades mecânicas. Passou a função de Professora Associada em 2009.

Fernanda de Carvalho Panzeri Pires-de-Souza, Universidade de São paulo

Fernanda de Carvalho Panzeri Pires-de-Souza é graduada em Odontologia pela Faculdade de Odontologia de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo, em 1988. Concluiu o Mestrado (1994) e o Doutorado (1999) em Odontologia (Reabilitação Oral) pela FORP-USP. Em 2006 fez o Concurso de Livre-Docência em Materiais Dentários também na FORP/USP. Desde 2002 é docente em RDIDP do Departamento de Materiais Dentários e Prótese, onde atualmente é Professora Associada 3. Foi Vice-Chefe do Departamento de Materiais Dentários e Prótese no período 2010-2012 Já coordenou e participou de vários projetos de pesquisa e atualmente coordena projetos financiados pela FAPESP e CAPES. É assessora "ad hoc" da FAPESP desde 2008, da CAPES desde 2010 e do CNPq desde 2013, além de diversos periódicos nacionais e internacionais. É orientadora plena (Mestrado e Doutorado) do Programa de Reabilitação Oral do Departamento de Materiais Dentários e Prótese, do qual foi Coordenadora de 2010 a 2014. Supervisionou 3 estágios de Pós-Doutorado e atualmente supervisiona outro. Também é líder do Grupo de Pesquisa LaABio - Laboratório de Análise de Biomateriais, certificado pela USP junto ao CNPq, cujo objetivo é, além de trabalhar no desenvolvimento de Materiais inovadores e no controle de qualidade dos materiais odontológicos presentes no mercado, formar recursos humanos para trabalhar na área de desenvolvimento de C&T. Sua área de atuação é Materiais Dentários, com ênfase em Materiais Restauradores Estéticos, Cimentos odontológicos, Adesão dentinária e Radiopacidade de Materiais Odontológicos, apresentando vários artigos completos publicados em periódicos especializados e trabalhos apresentados em eventos.

Published

2016-09-23

How to Cite

1.
Roselino L de MR, Alandia-Román CC, Leite VMF, Silva- Lovato CH, Pires-de-Souza F de CP. Color stability and surface roughness of artificial teeth brushed with an experimental Ricinus communis toothpast. Braz. J. Oral Sci. [Internet]. 2016 Sep. 23 [cited 2022 Oct. 6];14(4):267-71. Available from: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/bjos/article/view/8646126

Issue

Section

Article

Most read articles by the same author(s)