Banner Portal
Flutuações nos preços dos ativos: uma comparação entre as bolhas especulativas racionais e a contribuição keynesiana
PDF

Palavras-chave

Preços dos ativos – Flutuações. Bolhas especulativas racionais. Instabilidade financeira

Como Citar

CURADO, Marcelo. Flutuações nos preços dos ativos: uma comparação entre as bolhas especulativas racionais e a contribuição keynesiana. Economia e Sociedade, Campinas, SP, v. 15, n. 1, p. 57–77, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ecos/article/view/8642920. Acesso em: 19 maio. 2024.

Resumo

O objetivo central do artigo é analisar os limites da abordagem convencional de bolhas especulativas racionais na explicação das flutuações dos preços dos ativos financeiros. Argumenta-se que as evidências empíricas sugerem que as visões keynesianas são mais úteis para explicar as flutuações nos preços dos ativos do que a literatura de bolhas racionais.

Abstract

The principal aim of this paper is to analyze the limits of the conventional approach to speculative rational bubbles as an explanation for price fluctuations in financial assets. It is argued that the empirical evidence suggests that Keynesian approaches are more useful for understanding these fluctuations than the rational bubbles literature.

Key words: Asset price fluctuations. Rational speculative bubbles. Financial instability

PDF

Referências

ARTUS, P. Anomalies sur lês marchés finaciers. Economie Poche. Paris: Economica, 1995.

BLANCHARD, O.; WATSON, M. W. Bubbles, rational expectations and financial markets. Cambridge, Massachusetts: National Bureau of Economic Research, 1982. (NBER Working Paper Series, n. 945).

________; FISCHER, S. Lectures in macroeconomics. New York: MIT Press, 1989.

BORDO, M.; JEANNE, O. Boom, busts in asset prices, economic instability, and monetary police. Cambridge, Massachusetts: National Bureau of Economic Research, 2002. (NBER Working Paper Series, n. 8966).

________. Stock market crashes, productivity boom and Bush, and recessions: some historical evidence. Washington, DC: International Monetary Fund, 2003.

DAVIDSON, P. Money, portfolio balance, capital accumulation and economic growth. Econometrica, v. 36, n. 2, 1968.

________. Money and the real world. 2. ed. London: MacMillan, 1978.

DAZIEL, P. A post keynesian theory of asset price inflation with endogenous money. Journal of Post Keynesian Economics, v. 22, n. 2, Winter 1999-2000.

DEQUECH, D. Incerteza num sentido forte: significado e fontes. In: LIMA, G. T.; SICSÚ, J.; DE PAULA, L. F. (Org.). Macroeconomia moderna – Keynes e a economia contemporânea. Rio de Janeiro: Editora Campus, 1999.

DOW, S. C.; EARL, P. E. Money matters: a Keynesian approach to monetary economics. Oxford: Martin Robertson, 1982.

DYMSKI, G. A. Economia da bolha e crise financeira no leste asiático e na Califórnia: uma perspectiva espacializada de Minsky. Economia e Sociedade, Campinas, n. 11, p. 73- 136, dez. 1998.

FOLEY, D. K. Financial fragility in developing economies. New York: New School of Economics, Jun. 2000.

INTERNATIONAL MONETARY FUND. World economic and financial surveys. World economic outlook: growth and institutions. Chapter II: When bubbles burst. Apr., 2003.

KEYNES, J. M. Teoria geral do emprego, do juro e da moeda. São Paulo: Abril Cultural, 1983. (Coleção Os Economistas).

KINDLEBERGER, C. Manias, panics, and crashes: a history of financial crises. 4. ed. New York: John Wiley & Sons, 2000.

KRUGMAN, P. What happened to Asia? 1998. Disponível em: <http://www.mit.edu>. Acesso em 14 jun. 1999.

MINSKY, H. Stabilizing an unstable economy. New Haven: Yale University Press, 1986.

OREIRO, J. L. Bolhas racionais, ciclo de preços de ativos e racionalidade limitada: uma avaliação crítica dos modelos neoclássicos de bolhas especulativas. Revista Análise Econômica, Porto Alegre, n. 40, set. 2003.

STIGLITZ, J. Os exuberantes anos 90: uma nova interpretação da década mais próspera da história. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

TURNOVSKY, S. Methods of macroeconomic dynamics. Cambridge, Massachusetts/ London: MIT Press, 1995.

WRAY, L. R. Money and credit in capitalist economies: the endogenous money approach. Aldershot, UK: Elgar, 1990.

A Economia e Sociedade utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.