Banner Portal
Exportações brasileiras de produtos agrícolas e mudanças na demanda mundial de alimentos
PDF

Palavras-chave

Comércio internacional. Exportações agrícolas. Demanda mundial de alimentos

Como Citar

CARVALHO, M. A.; SILVA, C. R. L.; NEGRI NETO, A. Exportações brasileiras de produtos agrícolas e mudanças na demanda mundial de alimentos. Economia e Sociedade, Campinas, SP, v. 13, n. 2, p. 133–145, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ecos/article/view/8643047. Acesso em: 21 fev. 2024.

Resumo

Nas últimas décadas os hábitos alimentares da população mundial vêm sendo afetados por um conjunto de preocupações relacionadas à saúde, obesidade e meio ambiente bem como por variáveis sociais como aumento da longevidade, maior participação da mulher no mercado de trabalho e maior número de pessoas que vivem sozinhas. Esses fatores afetam a demanda de alimentos, com reflexos sobre o comércio internacional. O objetivo deste trabalho é confrontar o desempenho das exportações brasileiras de produtos agrícolas às tendências da demanda internacional. O modelo adotado permitiu concluir que a maior parte do valor das exportações brasileiras refere-se a produtos cuja demanda mundial está em declínio. Produtos que vêm mostrando tendência de expansão da demanda mundial mantiveram pequena expressão nas exportações brasileiras, resultando em perda de competitividade.

Abstract

During the last two decades human diet has became affected for a group of concerns related to the health, obesity and environment as well as for social variables as longevity increase, woman's larger participation in the job market and larger number of people that live alone. Those factors affect food demand with reflexes on the international trade. This paper analyzes the implications of these tendencies on trade from 1980 to 1998. The model confronts Brazilian agricultural exports tendencies to international demand and it allowed to conclude that most of the Brazilian exports value refers to products whose world demand declines. Products whose world demand has had increased maintained small expression in the Brazilian exports, resulting in loss of competitiveness.

Key words: International trade. Agricultural exports. Food world demand

PDF

Referências

AMORIM, Celso. Pelo fim do protecionismo. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 18 fev. 2000. Disponível em: <http://www.mre.br/acs/ clipping/jb0218.htm>. Acesso em: 29 mar. 2000.

CARVALHO, Maria A. Competitividade da agricultura brasileira. Pesquisa & Debate, São Paulo, v. 7, n. 2, p. 51-74, set. 1996.

________. Políticas públicas e competitividade da agricultura. In: ENCONTRO NACIONAL DE ECONOMIA, 25, 1998. Anais... Vitória, 1998. p. 1511-1530.

COYLE, Willian et al. Understanding the determinants of structural change in world food markets. American Journal of Agricultural Economics, Ames, Iowa, v. 80, n. 5, p. 1051- 1062, 1998.

CRANFIELD, John A. L. et al.. Changes in the structure of global food demand. American Journal of Agricultural Economics, Ames, Iowa, v. 80, n. 5, p. 1042-1051, 1998.

DELGADO, Christopher et al. Livestock to 2020: the next food revolution. Disponível em: <http://www.cgiar.org/ifpri/index1.htm>. Acesso em: 27 mar. 2000.

FAJNZYLBER, Fernando. Inserción internacional e innovación institucional. Revista de la Cepal, Santiago de Chile, n. 44, p. 149-178, ago. 1991.

NAÇÕES UNIDAS. FAO. The state of food insecurity in the world. Disponível em: <http://www.fao.org/Focus/E/home.l.htm>. Acesso em: 16 mar. 2000.

________. FAOSTAT database. Disponível em: <http://apps.fao.org/cgi. bin/uph-db.pl>. Acesso em: nov. 1999 a mar. 2000.

FINKE, Michael; TWEETEN, Luther; CHERN, Wen. Economic impact of proper diets on farm and marketing resources. Agribusiness, Columbus, v. 12, n. 3, p. 201-207, 1996.

FLAKE, Oliver L.; PATTERSON, Paul M. Health, food safety and meat demand. Disponível em: <http://agecon.lib.umn.edu/>. Acesso em: 02 mar. 2000.

INSTITUTO DE ESTUDOS PARA O DESENVOLVIMENTO INDUSTRIAL – IEDI. A pauta de exportação brasileira e os objetivos da exportação. São Paulo: IEDI, mar. 2000. (Versão preliminar).

JOGO duro nas preliminares. O Estado de São Paulo, São Paulo, 17 mar. 2000.

JOHNSON, D. Gale. Food security and world trade prospects. American Journal of Agricultural Economics, Ames, Iowa, v. 80, n. 5, p. 941-947, 1998.

MANDENG, Ousmène J. Competitividad internacional y especialización. Revista de la Cepal, Santiago de Chile, n. 45, p. 25-42, dec. 1996.

MOON, Wanki; WARD, Ronald W. Effects of health concerns and consumer characteristics on U.S. meat consumption. Disponível em: <http://agecon.lib.umn.edu/>. Acesso em: 02 mar. 2000.

NOGUEIRA JÚNIOR, Sebastião et. al. Alimentação animal: realidade e perspectivas. São Paulo: SAA, 1997. 95 p. (Coleção Cadeias de Produção da Agricultura, 4).

OMC não obtém consenso sobre fim do protecionismo agrícola. Folha de São Paulo, São Paulo, 26 out. 1999. p. 2-4.

PINSTRUP-ANDERSEN, Per; PANDYA-LORCH, Rajul; ROSEGRANT, Mark W. World food prospects: critical issues for the early twenty-first century. Disponível em: <http://www.cgiar.org/ifpri/index1.htm>. Acesso em: 25 mar. 2000.

SCANDIZZO, Pasquale L. Growth, trade and agriculture. Roma: FAO, 1998. 91p.

SCHLUTER, Gerald; LEE, Chinkook; LEBLANK, Michael. The weakening relationships between farm and food prices. American Journal of Agricultural Economics, Ames, Iowa, v. 80, n. 5, p. 1134-1138, 1998.

TARIFA EXTERNA COMUM – TEC. 2.ed. São Paulo: Aduaneiras, 1996. 333p.

YATOPOULOS, Pan A. Middle-income classes and food crises: the “new” food-feed competition. Population and Development Review, Chicago, v. 11, n. 1, p. 463-483, Mar. 1985.

WANG, Guijing; FLETCHER, Stanley, M; CARLEY, Dale H. Determinants of demand for beef: the impact of fat trimming. Disponível em: <http://agecon.lib.umn.edu>. Acesso em: 02 mar. 2000.

A Economia e Sociedade utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.