Capital, Trabalho e Intelligentsia – Modernização e Desenvolvimento no Pensamento De Celso Furtado

Autores

  • Vera Alves Cêpeda Universidade Federal de São Carlos

DOI:

https://doi.org/10.20396/ideias.v1i2.8649293

Palavras-chave:

Pensamento político brasileiro. Desenvolvimento. Democracia. Modernização. Intelligentsia

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar alguns aspectos presentes no projeto furtadiano de desenvolvimento planejado que implicam numa contribuição única da obra desse autor para o pensamento social e político brasileiro. Pretendo destacar: 1) a implicação de sua teoria do subdesenvolvimento em direção ao status de uma teoria da modernização (teoria do desenvolvimento); e 2) diferenciar a proposta de desenvolvimento furtadiana do conjunto histórico do modelo desenvolvimentista das décadas de 50 e 60, destacando seu caráter inovador. Neste último ponto os elementos fundamentais são o peso da mudança institucional (papel da democracia) enquanto motor do desenvolvimento e a subversão dos lugares ocupados pela ação do capital e do trabalho na construção efetiva de um desenvolvimento global e consistente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vera Alves Cêpeda, Universidade Federal de São Carlos

Professora do departamento de Ciência Sociais da Universidade Federal de São Carlos.

Referências

BIELSCHOWSKY, Ricardo. Pensamento Econômico Brasileiro. Rio de Janeiro: IPEA: INPES, 1988.

BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos. Subdesenvolvimento e desenvolvimento. Rio de Janeiro: Zahar, 1969.

BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos. Desenvolvimento e Crise no Brasil (1930-1967). Rio de Janeiro: Zahar, 1968.

BRESSER-PEREIRA, Luiz Carlos; REGO, José Márcio (org.). A grande esperança em Celso Furtado. São Paulo: Contraponto, 2001.

CAMARGO, Aspásia Camargo; LOYOLA, Maria A.. Pensamento Contemporâneo: Celso Furtado. Rio de Janeiro: UERJ, 2002.

CEPÊDA, Vera Alves. Raízes do pensamento político de Celso Furtado – desenvolvimento, nacionalidade e Estado democrático. São Paulo: FFLCH/ USP. Dissertação de mestrado, 1998.

CEPÊDA, Vera Alves. Roberto Simonsen e a formação da ideologia industrialista no Brasil: limites e impasses. 346 f. 2004. Tese (Doutorado em Ciência Política) – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2004.

FURTADO, Celso. A Economia Brasileira. Rio de Janeiro: A Noite, 1954.

FURTADO, Celso. Perspectiva da Economia Brasileira. Rio de Janeiro: DASP, 1958.

FURTADO, Celso. Operação Nordeste. Rio de Janeiro: ISEB, 1959.

FURTADO, Celso. A Pré Revolução Brasileira. 2ª edição. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1962.

FURTADO, Celso. Dialética do Desenvolvimento. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1964.

FURTADO, Celso. Desenvolvimento e Subdesenvolvimento. 3ª edição. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1965.

FURTADO, Celso. Um Projeto para o Brasil. Rio e Janeiro: Saga, 1968.

FURTADO, Celso. Teoria e Política do Desenvolvimento Econômico. 4ª edição. São Paulo: Editora Nacional, 1971.

FURTADO, Celso. O Mito do Desenvolvimento Econômico. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1974.

FURTADO, Celso. Análise do ‘Modelo’ Brasileiro. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1975.

FURTADO, Celso. A Fantasia Organizada. 5ª edição, Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.

FURTADO, Celso. A Fantasia Desfeita. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989.

FURTADO, Celso. Os Ares do Mundo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991.

FURTADO, Celso. Formação Econômica do Brasil. 23ª edição, São Paulo: Editora Nacional, 1995.

FURTADO, Celso. Obra Autobiográfica. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997.

LIPSET, Seymour Martin. O Homem Político. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1967.

MALLORQUIN, Carlos. Celso Furtado: um retrato intelectual. São Paulo: Contraponto, 2005.

MANNHEIM, Karl. Ideologia e utopia. 3 a edição. Rio de Janeiro: Zahar, 1968.

MANNHEIM, Karl. Sociologia do conhecimento. Porto: Rés, (s/d).

MANNHEIM, Karl. Sociologia Sistemática. São Paulo: Pioneira, 1962. (A)

MANNHEIM, Karl. Homem e a sociedade. Rio de Janeiro: Zahar, 1962. (B)

MYRDAL, Gunnar. Teoria Econômica e Regiões Subdesenvolvidas. 3ª edição, Rio de Janeiro: Saga, 1972.

NURKSE, Ragnar. Problemas de formação de capital em países subdesenvolvidos. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1957.

OLIVEIRA, Francisco de. Celso Furtado. (Coleção Grandes Cientistas Sociais). São Paulo; Ed. Ática, 1983.

OLIVEIRA, Francisco de. A navegação venturosa. São Paulo: Boitempo, 2003.

ROSTOW, W.W. Etapas do Desenvolvimento Econômico. 2ª edição. Rio de Janeiro: Zahar, 1964.

Downloads

Publicado

2010-12-06

Como Citar

Cêpeda, V. A. (2010). Capital, Trabalho e Intelligentsia – Modernização e Desenvolvimento no Pensamento De Celso Furtado. Ideias, 1(2), 71–94. https://doi.org/10.20396/ideias.v1i2.8649293

Edição

Seção

Artigos