O Governo Vargas e a Comissão Mista Brasil-Estados Unidos

Autores

  • Danilo José Dalio Universidade Estadual de Campinas
  • Shiguenoli Miyamoto Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/ideias.v1i2.8649296

Palavras-chave:

Comissão Mista Brasil. Estados Unidos. Política externa brasileira. Governo Vargas. Desenvolvimento econômico.

Resumo

O texto analisa as relações Brasil – Estados Unidos durante o segundo mandato de Getúlio Vargas, tomando como foco as negociações acerca da Comissão Mista criada pelos dois países. O Brasil adotou uma estratégia de barganha que acreditava factível naquele momento, qual seja: cooperação político-militar em troca de ajuda econômico-financeira e técnica. O resultado, embora frustrante para o governo Vargas, não obscurece a contribuição mais ampla dessa experiência de cooperação bilateral para o desenvolvimento econômico brasileiro. O fim da Comissão Mista evidenciou a assimetria de poder nas negociações entre os dois países, e as concepções divergentes sobre o desenvolvimento econômico para a América Latina.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danilo José Dalio, Universidade Estadual de Campinas

Mestre em Ciência Política pela Universidade Estadual de Campinas.

Shiguenoli Miyamoto, Universidade Estadual de Campinas

Professor Titular do Departamento de Ciência Política do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas.

Referências

ALMEIDA, Rômulo de. A política econômica do segundo governo Vargas. In: Getúlio Vargas e a economia contemporânea. 2.ª ed. Campinas: Editora da Unicamp. 2004

BASTOS, Pedro P. Z. A dependência em progresso: fragilidade financeira, vulnerabilidade comercial e crises cambiais no Brasil (1890-1954). Tese (doutorado), Universidade Estadual de Campinas. 2001

BIELSCHOWSKY, Ricardo. 1996. Pensamento econômico brasileiro: o ciclo ideológico do desenvolvimentismo. 3.ª ed. Rio de Janeiro: Contraponto.

CAMPOS, Roberto de Oliveira. A Lanterna na popa: memórias. Rio de Janeiro: Topbooks.

COHN, Gabriel. 1968. Petróleo e nacionalismo. São Paulo: Difel. 1994

CRUZ, Adelina M. A. Novaes. et. al. (Org.). Impasse na democracia brasileira, 1951-1955: textos e documentos. Rio de Janeiro: FGV. 1983

D’ARAÚJO, Maria Celina. O segundo governo Vargas (1951-1954): democracia, partidos e crise política. 2.ª ed. São Paulo: Ática. 1992

DRAIBE, Sonia. Rumos e metamorfoses: Estado e industrialização no Brasil (1930/1960). Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1985.

FURTADO, Celso. A Fantasia Organizada (Obra Autobiográfica). São Paulo: Paz e Terra. 1997 GV. Arquivo Getúlio Vargas. Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil – CPDOC/FGV.

HILTON, Stanley E. “The United States, Brazil, and the Cold War, 1945-1960: End of the Special Relationship”. The Journal of American History, v. 68, n.º 3, Dec., p. 599-624. 1981

HIRST, Mônica. O pragmatismo impossível: a política externa do segundo governo Vargas (1951-1954). Rio de Janeiro: CPDOC/ FGV. 1990

IANNI, Octavio. Estado e planejamento econômico no Brasil (1930-1970). Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. 1971

LEOPOLDI, Maria A. P. O difícil caminho do meio: Estado, burguesia e industrialização no segundo governo Vargas (1951-54). In GOMES, ngela de C. (Org.). Vargas e a crise dos anos 50. Rio de Janeiro: Relume-Dumará. 1994

LOPES, Márcio Augusto F. O fracasso da Comissão Mista Brasil – Estados Unidos e os rumos da política econômica no segundo governo Vargas (1951-1954). Dissertação de Mestrado em Economia Política, PUC/SP. 2009

MALAN, Pedro Sampaio. et. al. Política econômica externa e industrialização no Brasil (1939/1952). Rio de Janeiro: IPEA/INPES. 1997

OA. Arquivo Oswaldo Aranha. Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil – CPDOC/FGV.

OLIVEIRA, Francisco de. A economia da dependência imperfeita. 5.ª ed. Rio de Janeiro: Graal. 1989

RABE, Stephen G. Eisenhower and Latin American: the foreign policy of Anti-communism. University of North Carolina Press. 1988

SZMRECSÁNYI, Tamás e GRANZIERA, Rui G. (Org.). Getúlio Vargas e a economia contemporânea. 2.ª ed. Campinas: Editora da Unicamp. 2004

VARGAS, Getúlio. O Governo Trabalhista no Brasil. Vol. II. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio. 1954

VARGAS, Getúlio. O Governo Trabalhista do Brasil. Vol. III. Rio de Janeiro: Livraria José Olympio. 1969

VIANA, Márcia Maria D’Avila. A Comissão Mista Brasil – Estados Unidos no contexto do II Vargas. Dissertação de mestrado em Economia, Unb. 1980

VIANNA, Sérgio Besserma. A política econômica do segundo governo Vargas (1951 – 1954). Rio de Janeiro: BNDES. 1987

VIANNA, Sérgio Besserma. Duas tentativas de estabilização: 1951-1954. In ABREU, M. de P. (Org.) A Ordem do Progresso – Cem anos de Política Econômica Republicana 1889 – 1989. Rio de Janeiro: Campus. 1989

WEISS, Michael. “A Comissão Mista Brasil – Estados Unidos e o mito da ‘relação especial’”. Revista Brasileira de Política Internacional. Rio de Janeiro, IBRI, v. 29, n.º 115-116. 1986

Downloads

Publicado

2010-12-06

Como Citar

Dalio, D. J., & Miyamoto, S. (2010). O Governo Vargas e a Comissão Mista Brasil-Estados Unidos. Ideias, 1(2), 151–181. https://doi.org/10.20396/ideias.v1i2.8649296

Edição

Seção

Artigos