Glossário jurídico em Libras

sinal, discurso e linguagem cinematográfica

Autores

  • Ericler Oliveira Gutierrez Ouedraogo Universidade Federal do Espírito Santo
  • Ednalva Gutierrez Rodrigues Universidade Federal do Espírito Santo
  • Adama Ouedraogo Universidade das Nações

DOI:

https://doi.org/10.20396/lil.v46i46.8661635

Palavras-chave:

Episódio cinematográfico, Glossário jurídico, Libras

Resumo

Este trabalho apresenta uma pesquisa, realizada no âmbito da Educação de Surdos, sobre a elaboração de um glossário de termos jurídicos em Língua brasileira de sinais (Libras), com apoio de narrativas audiovisuais. Tem como foco discutir a importância de contextualizar sinais-termo jurídicos por meio de episódios cinematográficos. O processo teórico-metodológico fundamentou-se na perspectiva discursiva bakhtiniana e no uso de dados visuais. Ao final, foram produzidos um glossário com setenta e quatro sinais-termo, vídeos explicativos de três sinais e dois episódios cinematográficos. A participação dos professores surdos na seleção de sinais e na elaboração e avaliação dos episódios insere o grupo em uma nova forma de enunciado que inclui a linguagem audiovisual.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ericler Oliveira Gutierrez Ouedraogo, Universidade Federal do Espírito Santo

Doutoranda em Educação na Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Professora no Departamento de Linguagem, Cultura e Educação/Licenciatura em Educação do campo do Centro de Educação da UFES.

Ednalva Gutierrez Rodrigues, Universidade Federal do Espírito Santo

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Docente da UFES.

Adama Ouedraogo, Universidade das Nações

Doutor em Cinema pela Université de Toulose Jean Jaurès (UT2J). Professor de Som audiovisual da Universidade das Nações.

Referências

BAKHTIN, M (V.N. Volochinov). Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução de Michel Lauch e Iara Frateschi Vieira. São Paulo: Editora Huritec, 1992.

BANKS, M. Dados visuais para pesquisa qualitativa. Porto Alegre: Artmed, 2009.

BAUER, M. W.; GASKEL, G. Pesquisa qualitativa com texto: imagem e som. Petrópoles, RJ: Vozes, 2007.

BERNARDINO, E. L. A. O uso de classificadores na língua de sinais brasileira. In: ReVEL, n. 19, v. 10, 2012. p. 250-280. Disponível em: http://www.revel.inf.br/files/6ecf02602b4f746097e5749734cfd433.pdf. Acesso em: 21de julho de 2019.

BRASIL, Lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002. Brasília, 2002. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/2002/L10436.htm. Acesso em: 10 de novembro de 2019.

BRASIL. Decreto nº 5.626, de 22 de dezembro de 2005. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/decreto/d5626.htm. Acesso em: 10 de novembro de 2019.

CANCLINI, N. G. Diferentes, desiguais e desconectados. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2009.

DUARTE, R. Cinema&Educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

FELIPE, T. A. Libras em contexto: Curso básico: Livro do estudante. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial, 2004.

FELTEN, E. F. Glossário sistêmico bilíngue Português-Libras de termos da história do Brasil. Dissertação. Mestrado em Linguística. Brasília: Universidade de Brasília, 2016.

GUTIERREZ, E. O. A visualidade dos sujeitos surdos no contexto da educação audiovisual. Dissertação. Mestrado em Educação. Brasília: Universidade de Brasília, 2011.

GUTIERREZ, E. O. Audiovisual produzido por jovens surdos: um roteiro de inclusão e acessibilidade. In: Revista Educação Especial, v. 32, e42, 2019. p.1-17.Disponível em: doi:https://doi.org/10.5902/1984686X30794.

KRACAUER, S. Theory of film: la rendemption of phisical reality. New York : Oxdord University Press, 1960.

LEITE, T. A. A segmentação da língua de sinais brasileira (libras): um estudo linguístico descritivo a partir da conversação espontânea entre surdos. Tese. Doutorado em Estudos Linguísticos e Literários em Inglês. São Paulo: Universidade de São Paulo, 2008.

OLIVEIRA, J. S. Análise descritiva da estrutura querológica de unidades terminológicas do glossário Letras-Libras. Tese. Doutorado em Estudos da Tradução. Florianópolis : Universidade Federal de Santa Catarina, 2015.

OUEDRAOGO. A. Les nouveaux formats sonores dans le champ de l´esthétique du cinéma. Tese. Doutorado em Estética do Cinema. Toulouse: Universidade de Toulouse II da França, 2013.

QUADROS, R. M. e KARNOPP, L. B. Língua de Sinais brasileira: estudos linguísticos. Porto Alegre: Artmed, 2004.

SILVA, O. B. S. Dicionário: uma abordagem discursiva. Dissertação. Mestrado em Literatura e Crítica Literária. Goiânia: Pontifícia Universidade Católica de Goiás, 2019.

STAM, R. Bakhtin da teoria literária à cultura de massa. São Paulo: Editora Ática, 1992.

TUXI, P. Proposta de organização de verbete em glossários terminológicos bilíngues: língua brasileira de sinais e língua portuguesa. In: Cad. Trad. Florianópolis, número especial, v. 35, p. 557-588, Santa Catarina: DLLE, 2015.

VALE, L. M. A importância da terminologia para atuação do tradutor e intérprete de língua de sinais brasileira: proposta de glossário de sinais-termo do processo judicial eletrônico. Dissertação. Mestrado em Estudos da Tradução. Brasília: Universidade de Brasília, 2018.

VYGOTSKY, L. S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. São Paulo: Martins Fontes. 4. Ed., 1991.

WALLON, H. De quelques problèmes psycho-physioloque que pose le cinéma. Revue Internationale de Filmologie, n.1, v. 1, p.15-18, Paris, 1947.

WILCOX, S. et al. Multimedia dictionary of American Sign Language. New York, USA, 1994. Disponível em: https://dl.acm.org/citation.cfm?id=191031. Acesso em: 15 de dezembro de 2019.

Downloads

Publicado

2020-11-03

Como Citar

OUEDRAOGO, E. O. G.; RODRIGUES, E. G.; OUEDRAOGO, A. Glossário jurídico em Libras: sinal, discurso e linguagem cinematográfica. Línguas e Instrumentos Línguísticos, Campinas, SP, v. 23, n. 46, p. 200-223, 2020. DOI: 10.20396/lil.v46i46.8661635. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/lil/article/view/8661635. Acesso em: 26 nov. 2020.

Edição

Seção

Artigo