Banner Portal
O estado, a gramática, a autoria
PDF

Palavras-chave

Gramatização
Legitimação

Como Citar

ORLANDI , Eni Puccinelli. O estado, a gramática, a autoria: língua e conhecimento linguístico. Línguas e Instrumentos Linguísticos, Campinas, SP, v. 3, n. 4/5, p. 19–34, 2000. DOI: 10.20396/lil.v4i4/5.8661958. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/lil/article/view/8661958. Acesso em: 28 maio. 2024.

Resumo

Tomando o processo de gramatização do Brasil, procuramos elaborar os seus sentidos, observando incialmente a divisão desta produção em São Paulo (tendência filosófica) e Rio de Janeiro (tendência histórica). Em seguida, avaliamos as diferentes definições de gramática e seus efeitos de sentido. Por último, e não menos importante, consideramos a relação entre o Estado, a Gramática e a Autoria do gramático na legitimação da relação do sujeito brasileiro com sua língua nacional. Entra então em consideração a diferença da autoria no século XIX e depois do decreto que estabelece a Nomenclatura Gramatical Brasileira (NGB) - 1958 - em um percurso progressivo em direção a cientificidade em que o conhecimento gramatical vem caucinado pelo linguista.

https://doi.org/10.20396/lil.v4i4/5.8661958
PDF

Referências

AUROUX, S. (1992). A revolução Tecnologica da Gramatização,Ed. Unicamp, Campinas.

AUROUX, S. (1994). " A Hiperlingua e a Externalidade da Referencia" in Gestos de Leitura.

BALDINI, L. J. S. (1999)." A nomenclatura Gramatical Brasileira Interpretada, Definida Comentada e Exemplificada". Unicamp- IEL, Campinas.

CÂMARA Jr., J.M. (1972). Dispersos, Fundação Getulio Vargas, Rio de Janeiro.

GUILHAUMOU J. e MAZIERE F. (1994). "Efeitos do Arquivo, A Analise do Discurso do lado da Historia", in Gestos de Leitura, Editora da Unicamp.

LECOURT, D. (1978). Pour Une Critique de L'Epistemologie, Maspero, Paris.

LAMEIRA DE ANDRADE E PACHECO SILVA. (1887). gramatica da Lingua portuguesa, Francisco Alves, Rio de Janeiro.

MAXIMINO MACIEL. (1987). Grammatica Analitica, Rio de Janeiro, (reed. como Gramatica Descriptiva em 1894).

NASCENTES, A. (1939). Estudos Filologicos, Civilização Brasileira, Rio de Janeiro.

ORLANDI, E. P. (1994). " A lingua Nacional", Boletim da ABRALIN, SBPC, São Paulo.

ORLANDI, E. P. (1996). "Etica e Politica das Linguas" in Lingua e Instrumentos Linguisticos 1, HIL, Pontes, Campinas.

ORLANDI, E. P. (2000). " Gramatica, Filologia, Linguistica", in Revista da ANPOLL, no.

ORLANDI, E. P. (1996). " O teatro da Indentidade : a Parodia como indice da Mistura Linguistica" in Interpretaçãom, Ed. Vozes, Rio de Janeiro.

ORLANDI, E. P. (1990). Terra a Vista!, Cortez/Unicamp Eds., São Paulo.

PEREIRA, E. C. (1907). Gramatica Expositiva, Ed. Nacional, Rio de Janeiro.

PACHECO SILVA e LAMEIRA DE ANDRADE. (1887). Gramatica da Lingua Portuguesa ( para uso dos ginasios, Liceus e Escolas Normais), Liv.Francisco Alves , Rio de Janeiro.

PIMENTEL PINTO, E. (1978). O Português do Brasil - Textos Criticos e Teoricos, Edusp, São Paulo.

RIBEIRO, J. (1887). Gramatica Portugueza, Francisco Alves, Rio de Janeiro.

RIBEIRO, J. (1881). Gramatica Portugueza. Jorge Seckler, São Paulo.

RIBEIRO, J. (1987). Gramatica Portugueza,Liv. Francisco Alves, Rio de Janeiro.

RIBEIRO, J. (1987). Procellarias, Eds.Cultura Brasileira, São Paulo, Maximino Maciel (1887) Gramatica (Analytica)Descriptiva , Francisco Alves, 10 ed.

RIBEIRO, J. (1884). Estudos FIlologicos, Rio de Janeiro.

RIBEIRO, J. (1889). Dicionario Gramatical, Rio de Janeiro.

RIBEIRO, J. (1894). Autores Contemporaneos, Rio de Janeiro.

RIBEIRO, J. (1905). Paginas de Estetica, Rio de Janeiro.

RIBEIRO, J. (1905). Seleta Classica, Rio de Janeiro.

RIBEIRO, J. (1908). Frases Feitas, Rio de Janeiro.

RIBEIRO, J. (1910). O Fabordão, Rio de Janeiro.

RIBEIRO, J. (1919). O Folclore, Rio de Janeiro.

RIBEIRO, J. (1921). A Lingua Nacional, Rio de Janeiro.

RIBEIRO, J. (1927). Curiosidades Verbais, Rio de Janeiro.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2000 Línguas e Instrumentos Línguísticos

Downloads

Não há dados estatísticos.