Banner Portal
Um percurso de leitura pela revista Línguas e Instrumentos Linguísticos
PDF

Palavras-chave

Línguas e Instrumentos Linguísticos
Saber urbano e linguagem
História

Como Citar

CASTRO, Vinícius Massad. Um percurso de leitura pela revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Línguas e Instrumentos Linguísticos, Campinas, SP, v. 24, n. 47, p. 238–257, 2021. DOI: 10.20396/lil.v24i47.8666703. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/lil/article/view/8666703. Acesso em: 29 maio. 2024.

Resumo

Nesta resenha, fazemos um percurso de leitura pela revista Língua e Instrumentos Linguísticos (LIL) com o objetivo de levantar os artigos inscritos na área “Saber Urbano e Linguagem” publicados ao longo de seus 46 números. Consideramos que a publicação de tais artigos constrói a história recente da revista que hoje compõe o quadro de periódicos eletrônicos do Laboratório de Estudos Urbanos (LABEURB), fundado por Eni Orlandi em 1992, junto ao Núcleo de Desenvolvimento da Criatividade (NUDECRI) da UNICAMP.

https://doi.org/10.20396/lil.v24i47.8666703
PDF

Referências

BOSREDON, B. Uma balada em toponímia: da Rua Descartes à Rua de Rennes. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 03, 1999, p .07-20.

BRANCO, L. K. C. O espaço como forma histórica – o discurso das organizações internacionais sobre línguas. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 36, 2015, p. 167-193. Disponível em: https://bit.ly/3gQ2773. Acesso em: 11 jun. 2021.

DIAS, C. O traço das relações sociais no desenho da cidade. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 34, 2014, p. 89-100. Disponível em: https://bit.ly/2TThBiK. Acesso em: 17 jun. 2021.

DIAS, C. A materialidade digital da mobilidade urbana: espaço, tecnologia e discurso. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 37, 2016, p. 157-175. Disponível em: https://bit.ly/3cWQSsn. Acesso em: 16 jun. 2021.

ELIAS DE OLIVEIRA, S. Cidadania: o surgimento da palavra. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 15, 2005, p.35-44.

ELIAS DE OLIVEIRA, S. Cidade, ville, cité: três percursos lexicográficos. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 23/24, 2009, p. 37-55. Disponível em: https://bit.ly/3gO5AEu. Acesso em: 21 jun. 2021.

FEDATTO, C. P. Saber linguístico e história urbana: a produção do nós nacional. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 31, 2013, p. 75-89. Disponível em: https://bit.ly/2UuNCy9. Acesso em: 18 jun. 2021.

FERRAGUT, G. MPL e MBL: a Avenida Paulista e o movimento antes de p e b – uma reflexão sobre a formação algorítmica. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 44, 2019, p.112-134. Disponível em: https://bit.ly/3zIyTQ6. Acesso em: 11 jun 2021.

FERREIRA, A. C. F. A análise de discurso e a constituição de uma história das ideias linguísticas do Brasil. Fragmentum. Santa Maria, n. especial, jul./dez. 2018, p.17-47. Disponível em: https://bit.ly/3zJulJb. Acesso em: 20 jun. 2021.

GUIMARÃES, E. História de uma área do conhecimento: saber urbano e linguagem. In: GUIMARÃES, E. (Org.). Cidade, linguagem e tecnologia: 20 anos de história. Campinas: LABEURB, 2013, p. 169-175. Disponível em: https://www.labeurb.unicamp.br/labeurb20anos. Acesso em: 21 maio 2021.

LIMA, J. L. Cidade e campo: sua designação nos estatutos da cidade e da terra. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 17, 2006, p. 55-68.

NUNES, J. H. As palavras, o espaço e a língua: o vocabulário pernambucano. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 16, 2006, p. 43-56.

ORLANDI, E. Ética e política linguística. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 01, 1998, p. 07-16

ORLANDI, E. Apresentação. In: ORLANDI, E. (Org.). História das ideias linguísticas: construção do saber metalinguístico e construção da língua nacional. Campinas: Pontes. Cáceres: UNEMAT, 2001, p. 07-20.

ORLANDI, E. Parkour: corpo e espaço reescrevem o sujeito. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 34, 2014, p. 75-87. Disponível em: https://bit.ly/2Umb0O1. Acesso em: 18 jun. 2021.

PFEIFFER, C. C. Sentidos para sujeito e língua nacionais. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 07, 2002, p. 71-93.

REIS, M. G.; KARIM, T. M. A constituição do centro histórico de Cáceres – MT: um acontecimento construído por nomes de ruas. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 41, 2018, p.138-161. Disponível em: https://bit.ly/2SlWFka. Acesso em: 16 jun. 2021

SILVA, T. D. Língua e linguagens: reflexões sobre a política cultural e a televisão no Brasil. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 18, 2007, p. 87-100.

SOUZA, J. Serra das Letras/São Thomé das Letras: designações que enunciam nas relações toponímicas uma forma-sujeito de constituição/identificação do cidadão brasileiro. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 18, 2007, p. 51-62.

SOUZA, J. Topônimos mineiros: uma análise semântico-enunciativa do processo de ocupação, exploração e formação do Estado Nacional. Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 25, 2010, p. 25-48. Disponível em: https://bit.ly/3j0FAah. Acesso em: 21 jun. 2021.

ZATTAR, N. Calçadas: espaços públicos ou privados? Revista Línguas e Instrumentos Linguísticos. Campinas, n. 23/24, 2009, p.73-82. Disponível em: https://bit.ly/3gX9IAV. Acesso em: 21 jun. 2021.

ZOPPI FONTANA, M. O sentido público no espaço urbano: projeto de pesquisa do Laboratório de Estudos Urbanos. RUA. Campinas, n. 03, 1997, p.149-153. Disponível em: https://bit.ly/3d0ftN1. Acesso em: 21 maio 2021.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Línguas e Instrumentos Línguísticos

Downloads

Não há dados estatísticos.