Banner Portal
Aspectos da relação entre incorporação nominal e valência no Asurini do Xingu
PDF

Palavras-chave

Valência
Incorporação nominal
Argumento
Asuriní do Xingu

Como Citar

PEREIRA, A. Aspectos da relação entre incorporação nominal e valência no Asurini do Xingu . Línguas e Instrumentos Linguísticos, Campinas, SP, v. 26, n. 52, p. 52–71, 2023. DOI: 10.20396/lil.v26i52.8672030. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/lil/article/view/8672030. Acesso em: 24 fev. 2024.

Resumo

Neste artigo discutimos como a incorporação nominal afeta a valência na língua Asuriní do Xingu (Tupí-Guaraní). Mostramos que ela pode atuar como um recurso que diminui a valência verbal, estando em conformidade com o efeito sintático amplamente divulgado na tipologia linguística. Entretanto, há casos em que a valência da cláusula não é afetada após o processo de incorporação do nome ao verbo, ocorrendo, contudo, alteração na função dos papéis semântico-sintáticos, reflexo do rearranjo na estrutura da sentença. Argumentamos que a mudança ou manutenção da valência na sentença se relaciona com a natureza do verbo, com a natureza do nome incorporado e com a função que o nome incorporado ocupava na sentença, antes da incorporação. Além disso, no artigo, discutimos também a atuação de outros mecanismos de ajustes de valência em verbos derivados através do processo de incorporação nominal.

https://doi.org/10.20396/lil.v26i52.8672030
PDF

Referências

BAKER, Mark. Incorporation: A theory of grammatical function changing. (Ph.D. dissertation). University of Chicago, 1988.

CORBERA MORI, Angel H. Uma breve abordagem tipológica dos processos de incorporação em línguas ameríndias. Revista Língua Viva 4: 1-21, 2014.

CREISSELS, Denis. Transitivity, valency, and voice. Porquerolles-França: European Summer School in Linguistic Typology, 2016.

DUARTE, Fábio Bonfim; CASTRO, Ricardo. Incorporação nominal, inergatividade e estrutura causativa em Tenetehára. In: CABRAL, Ana Suelly Arruda; RODRIGUES, Aryon DallIgna. Línguas e Culturas Tupí. Brasília/ Campinas: Curt Nimuendajú, 2010.

DIXON, R.M.W. & AIKHENVALD, Alexandra Y. Introduction. In R. Dixon & A. Aikhenvald (Eds.), Changing Valency: Case Studies in Transitivity (pp. 1-29). Cambridge: Cambridge University Press, 2000.

GERDTS, Donna B. Incorporation. In: Andrews Spencer; Arnold M Swicky (eds.).The handbook of morphology. Blackwell Publishers, 1998. p. 84-100.

GIVÓN, Talmy (2002). Syntax: An introduction. Amsterdam /Philadelphia: John Benjamins.

GOMES, Dioney Moreira. Incorporação nominal em Mundurukú (Tupí). Ameríndia, v. 1, n. 31:19-59, 2008.

HASPELMATH, Martin & MÜLLER-BARDEY, Thomas. Valence change. BOOIJ, G. & LEHMANN, C. & MUGDAN, J. (ed). A handbook on inflection and word formation. MPI Leipzig & Universität Mainz, 2001. p 1-23.

JENSEN, Cheryl. Tupí-Guaraní. In R. M. W. Dixon; Alexandra Y. Aikhenvald (eds.). The Amazonian languages. Cambridge: Cambridge University Press, 1999. p. 125-163

MITHUN, Marianne. The evolution of noun incorporation. Language 60(4): 847-894, 1984.

PAYNE, Thomas E. Describing morpho-syntax: a guide for field linguistic. Cambridge: Cambridge University Press, 1997.

PEREIRA, Antônia Alves. A nominalização e as orações relativas no Asurini do Xingu (Tupi-Guarani). Liames, Campinas, No. 10, P. 101-113, 2010.

PEREIRA, Antônia Alves. Aspectos morfossintáticos das orações subordinadas em Asurini do Xingu. Communitas, v. 4, n. 8, p. 335–344, 2020.

PRAÇA, Walkíria Neiva. Morfossintaxe da língua Tapirapé (Família Tupí-Guaraní). (Tese de doutorado em linguística). Brasília: Universidade de Brasília, 2007.

RODRIGUES, Aryon Dall’Igna; CABRAL, Ana Suelly Arruda Câmara. Revendo a classificação da família Tupí-Guaraní. Línguas indígenas brasileiras: Fonologia, gramática e história. Atas do I Encontro Internacional do Grupo de Trabalho sobre Línguas Indígenas da ANPOLL, t.1: 327-337. Belém: Editora EDUFPA, 2002.

SAPIR, Edward. The problem of noun incorporation in American languages. American Anthropologist 13: 250 - 282. Nova Jersey: Wiley, 1911.

SEKI, Lucy. Gramática do Kamaiurá: Língua Tupí-Guaraní do Alto Xingu. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2000.

TALMY, Leonard. Lexical Typologies. In SHOPEN, Thimothy (org). Language Typology and Syntactic Description. Second edition, Volume III: Grammatical Categories and the Lexicon. Cambridge: Cambridge University Press, 2007.

VELÁZQUEZ-CASTILLO, Maura. Noun incorporation in Guarani: a functional analysis. Linguistics 33: 673 - 709. Berlim: Walter de Gruyter, 1911.

VELUPILLAI, Viveka. An Introduction to Linguistic Typology. Amsterdam / Philadelphia: John Benjamins Publishing Company, 2012.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Línguas e Instrumentos Linguísticos

Downloads

Não há dados estatísticos.