Banner Portal
Redes enunciativas
PDF

Palavras-chave

Enunciação
Semântica
Rede enunciativa

Como Citar

DIAS, Luiz Francisco. Redes enunciativas. Línguas e Instrumentos Linguísticos, Campinas, SP, v. 26, n. 51, p. 155–172, 2023. DOI: 10.20396/lil.v26i51.8673668. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/lil/article/view/8673668. Acesso em: 28 maio. 2024.

Resumo

Este artigo apresenta uma abordagem metodológica dos estudos semânticos de natureza enunciativa. Especificamente, apresentamos a constituição de redes enunciativas como um procedimento metodológico fundamental para a Semântica da Enunciação. A rede enunciativa agrega construções linguísticas, no sentido de explicitar as articulações internas ao enunciado. De acordo com a nossa hipótese, essas articulações permitem a relação entre memória e atualidade no enunciado. Na medida em que explicita as articulações no enunciado, a rede enunciativa permite a inserção dos dados na análise, demonstrando o funcionamento da produção de sentidos na língua.

https://doi.org/10.20396/lil.v26i51.8673668
PDF

Referências

BEAVERS, J.; SELLS, P. Constructing and supporting a linguistic analysis. In: PODESVA, R. J.; SHARMA, D. (eds.) Research methods in Linguistics. Cambridge: Cambridge University Press, 2013, p. 397-421.

DALMASCHIO, L. Predicação dirigida X predicação centrada: a (não) ocupação do lugar sintático de objeto na perspectiva da semântica da enunciação. Belo Horizonte, Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos da UFMG. Tese de doutorado. 2013.

DIAS, L. F. Enunciação e regularidade sintática. In: Cadernos de Estudos Linguísticos, v.1, n.51, Campinas, p.7-30, 2009.

DIAS, L. F. Memória, enunciação e lugares sintáticos. In: LEFFA, V. J.; ERNST, A. (org.). Linguagens; metodologias de ensino e pesquisa. Pelotas: EDUCAT, 2012, p. 27-42.

DIAS, L. F. Acontecimento enunciativo e formação sintática. Línguas e Instrumentos Linguísticos, Campinas, v.35, p. 99-138, 2015.

DIAS, L. F. Enunciação e relações linguísticas. Campinas: Pontes, 2018.

DIAS, L. F. A forma linguística nos estudos enunciativos. In: Castelo Branco, L. et alii. Entrenós: da língua, do sujeito, do discurso - vol. 2. Campinas: Pontes Editores, 2022, p. 145-161.

FOUCAULT, M. L’archéologie du savoir. Paris: Gallimard, 1969.

FREGE, G. Sobre o sentido e a referência. in: FREGE, G. Lógica e filosofia da linguagem. São Paulo: Cultrix/ed. da USP, 1978, p. 59-86.

GUIMARÃES, E. Domínio semântico de determinação. In: GUIMARÃES, E.; MOLLICA, M.C. (org.). A palavra: forma e sentido. Campinas: Pontes, 2007, p.77-96.

GUIMARÃES, E. Semântica; enunciação e sentido. Campinas: Pontes, 2018.

GUIMARÃES, E. Semântica do acontecimento. Campinas: Pontes, 2002.

MONDADA, L; DUBOIS, D. Construção dos objetos de discurso e categorização: Uma abordagem dos processos de referenciação. In: CAVALCANTE, M; RODRIGUES, B; CIULLA, A. (orgs.). Referenciação. São Paulo: Contexto, 2003, p. 17-52.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Línguas e Instrumentos Linguísticos

Downloads

Não há dados estatísticos.