Avaliando os efeitos da introdução de computadores em escolas públicas brasileiras

Autores

  • Sergio Pinheiro Firpo Fundação Getulio Vargas
  • Renan Gomes De Pieri Fundação Getulio Vargas

DOI:

https://doi.org/10.20396/rbi.v11i0.8649040

Palavras-chave:

Aprendizado com computadores. Política educacional. Educação.

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar os efeitos do uso de computadores e outras tecnologias de informação e comunicação nas escolas. Para isso, avalia-se a primeira etapa de um programa que distribuiu computadores e outros acessórios de informática e treinou professores de escolas pertencentes a municípios com baixo IDH. Estimou-se o impacto do programa sobre variáveis de desempenho dos alunos e variáveis de recursos nas escolas. Como resultado, observa-se que, a despeito do aumento significativo do acesso aos laboratórios de informática e ciência pelas escolas participantes, o impacto do programa no curto prazo tende a ser negativo sobre o desempenho dos alunos da 4ª e 8ª séries do ensino fundamental. Contudo, para alunos da 4ª série, esse resultado negativo fica menor em termos absolutos ao longo do tempo, indicando que parece haver um efeito de longo prazo positivo, porém pequeno, entre crianças mais novas e expostas às novas tecnologias de informação. Tal resultado não é encontrado para a 8ª série, onde foram verificados resultados de longo prazo nulos ou negativos, indicando que crianças mais velhas, quando expostas a tecnologias de informação nas escolas, não apresentam ganhos de aprendizado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sergio Pinheiro Firpo, Fundação Getulio Vargas

Escola de Economia de São Paulo (FGV-SP) e pesquisador do C-Micro, Brasil.

Renan Gomes De Pieri, Fundação Getulio Vargas

Escola de Economia de São Paulo (FGV-SP) e pesquisador do C-Micro, Brasil.

Referências

ANGRIST, J. D.; LAVY, V. New Evidence on Classroom Computers and Pupil Learning. Economic Journal, 112, pp. 735-765, 2002.

ANGRIST, J. D.; PISCHKE, J. Mostly Harmless Econometrics: Na Empiricist’s Companion. Princeton University Press, 2008.

BARRERA-OSORIO, F; LINDEN, L. L. The Use and Misuse of Computers in Education: Evidence from a Randomized Controlled Trial of a Language Arts Program. Working paper, março de 2009.

BARROS, A. C. et al. Uso de computadores no Ensino Fundamental e Médio e seus resultados empíricos: uma revisão sistemática da literatura. Revista Brasileira de Informática na Educação, v. 16, n. 1, 2008.

CURI, A. ; MENEZES FILHO, N. A. . A Relação entre Educação Pré-primária, Salários, Escolaridade e Proficiência Escolar no Brasil. Estudos Econômicos (USP. Impresso), v. 39, p. 811-850, 2009.

DWYER et al. Desvendando mitos: os computadores e o desempenho no sistema escolar. Educação e Sociedade, vol. 28, n. 101, Campinas, 2007.

HANUSHEK, Eric A. & KIMKO, D, “Schooling, Labor-Force Quality, and the Growth of Nations,” American Economic Review, American Economic Association, vol. 90(5), pages 1184-1208, December, 2000.

INEP – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Disponível em: www. inep.gov.br. Acesso em: 27 ago. 2011.

KIST, S. O.; SCHÄFER, P. B.; BITTENCOURT, J.; FAGUNDES, L. C. Impacto da modalidade 1:1 nas práticas de leitura e escrita: primeiros resultado. Simpósio Brasileiro de Informática na Educação, 2007.

KOZMA, R., MCGHEE, R., QUELLMALZ, E. and ZALLES, D. Closing the digital divide: Evaluation of the World Links program. International Journal of Educational Development, 24(4), pp. 361-381, 2004.

LINDEN, L., BANERJEE, A.; DUFLO, E. Computer-Assisted Learning: Evidence from a Randomized Experiment. Poverty Action Lab Paper No. 5, outubro de 2003.

LINDEN, L. Complement or Substitute? The Effect of Technology on Student Achievement in India,” mimeo Columbia University, 2008.

NERI, M.; MOURA, R.; CORREA, M. Infra-estrutura e avanços educacionais. Fundação Getúlio Vargas. Disponível em: http://www4.fgv.br/cps/simulador/site_cps_educacao/WB_relatoriofinal.pdf. Acesso em: setembro de 2011.

OCDE – Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico. Disponível em: www.oecd.org. Acesso em: dezembro de 2010.

OI TONOMUNDO. Disponível em: www.tonomundo.org.br Acessado em: dezembro de 2010.

ROUSE, C. E.; KRUEGER, A. B. Putting computerized instruction to the test: a randomized evaluation of a ‘scientifically based’ reading program. Journal Economics of Education Review, 23(4), pp. 323-338, 2004.

WENGLINSKY, H. Does it compute? The relationship between educational technology and student achievement in mathematics. Princeton, NJ: ETS, 1998.

Downloads

Publicado

2012-07-30

Como Citar

FIRPO, S. P.; PIERI, R. G. D. Avaliando os efeitos da introdução de computadores em escolas públicas brasileiras. Revista Brasileira de Inovação, Campinas, SP, v. 11, p. 153–190, 2012. DOI: 10.20396/rbi.v11i0.8649040. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rbi/article/view/8649040. Acesso em: 25 set. 2021.