Transbordamentos locais de conhecimento por meio de contatos informais: uma análise a partir do sistema local de indústrias TIC de Campinas

Autores

  • Veneziano Castro Araújo Universidade de São Paulo
  • Renato Garcia Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.20396/rbi.v12i1.8649056

Palavras-chave:

Transbordamentos locais de conhecimento. Aglomerações de empresas. TIC. Redes sociais de conhecimento.

Resumo

O principal objetivo deste artigo é discutir o papel dos transbordamentos locais de conhecimento como forma de fomento aos processos de aprendizado em sistemas locais de produção. Para tanto, é utilizada metodologia apresentada por Dahl e Pedersen (2004) que mensura os transbordamentos locais por meio dos contatos informais mantidos pelos trabalhadores. Essa metodologia foi aplicada ao sistema local de empresas de TIC da região de Campinas, onde se realizou um survey com engenheiros, desenvolvedores e programadores de diversas empresas locais. Os resultados da análise indicam que há amplas trocas de informações e formas de compartilhamento do conhecimento pela via dos contatos informais, sendo que uma parcela expressiva desses conhecimentos foi considerada de alto valor. Além disso, o trabalho permitiu avaliar o caráter das atividades inovativas desenvolvidas e o papel dos conhecimentos obtidos nas redes locais de contatos informais para o apoio a essas atividades.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Veneziano Castro Araújo, Universidade de São Paulo

Engenheiro de Computação (Poli/USP), Mestre e Doutorando em Engenharia de Produção da Escola Politécnica da USP

Renato Garcia, Universidade de São Paulo

Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli/USP).

Referências

AMIN, A.; COHENDET, P. Architectures of knowledge: firms, capabilities and communities. Oxford: Oxford University Press, 2004.

AUDRETSCH, D. B.; FELDMAN, M. P. R&D spillovers and the geography of innovation and production. American Economic Review, v. 86, n. 4, p. 253-273, 1996.

AUDRETSCH, D. B. Knowledge spillovers and the geography of innovation. In: HENDERSON, J.V.; THISSE, J. (Eds.). Handbook of urban and regional economics. North Holland Publishing, v. 4, 2004.

Belussi, F.; Pilotti, L. Knowledge creation, learning and innovation in Italian Industrial districts. Geografiska Annaler: Series B, Human Geography, v. 84, n. 2, p. 125-139, 2002.

BRESCHI, S.; MALEBRA, F. The geography of innovation and economic clustering: some introductory notes. Industrial and Corporate Change, v. 10, n. 4, 2001.

Breschi, S.; Lissoni, F. Knowledge spillovers and local innovation systems: a critical survey. Industrial and Corporate Change, n. 10, p. 975-1005, 2001a.

Breschi, S. Localised knowledge spillovers vs. innovative milieux: knowledge “tacitness” reconsidered. Regional Science, n. 90, p. 255-273, 2001b.

CASSIOLATO, J. E.; LASTRES, H. Arranjos e sistemas produtivos locais na indústria brasileira. Revista de Economia Contemporânea, v. 5, p. 103-136, 2001.

DAHL, M. S. Knowledge diffusion and regional clusters: lessons from the Danish ICT Industry. PhD Thesis. University of Aalborg, November 2003.

Dahl, M. S.; Pedersen, C. Ø.R. Knowledge flows through informal contacts in industrial clusters: myth or reality? Research Policy, n. 33, p. 1673-1686, 2004.

DIEGUES, A. C.; ROSELINO, J. E. Interação, aprendizado tecnológico e inovativo no pólo de TIC da região de Campinas: uma caracterização com ênfase nas atividades tecnológicas desenvolvidas pelas empresas beneficiárias da Lei de Informática. Revista Brasileira de Inovação, v. 5, n. 2, jul./dez. 2006.

GALINA, S.; PLONSKI, G. Inovação no setor de telecomunicações no Brasil. Revista Brasileira de Inovação, v. 4, n. 1, p. 129-155, 2005.

GARCIA, R.; ROSELINO, J. E. Uma avaliação da Lei de Informática e de seus resultados como instrumento indutor de desenvolvimento tecnológico e industrial. Gestão & Produção, v. 11, n. 2, 2004.

JAFFE, A. B.; TRAJTENBERG, M.; HENDERSON, R. Geographic localization of knowledge spillovers as evidenced by patent citations. Quarterly Journal of Economics, n. 63, p. 577- 598, 1993.

KRUGMAN, P. Geography and trade. Cambridge: The MIT Press, 1991.

Lissoni, F. Knowledge codification and the geography of innovation: the case of Brescia mechanical cluster. Research Policy, n. 30, p. 1479-1500, 2001.

MARSHALL, A. (1920). Principles in Economics, Macmillan, London. Maskell, P.; Eskelinen, H.; Hannibalsson, I.; Malmberg, A.;Vatne, E. Competitiveness, localised learning and regional development: specialisation and prosperity in small open economies. London: Routledge, 1998.

Maskell, P. Towards a knowledge-based theory of the geographic cluster. Industrial and Corporate Change, n. 10, p. 921-943, 2001.

ROGERS, E. M. Information exchange and technological innovation. In: SAHAL, D. (Ed.). The transfer and utilization of technological knowledge. Lexington, MA: Lexington Books, 1982, p. 105-123.

Saxenian, A. Regional advantage. Cambridge: Harvard University Press,1994.

Saxenian, A. Bangalore: The Silicon Valley of Asia? Conference on Indian Economic Prospects: Advancing Policy Reform, Stanford, May 2000.

Saxenian, A. The role of immigrant entrepreneurs in new venture creation. In: SCHOONHOVEN, C. B.; ROMANELLI, E. (Eds.). The entrepreneurship dynamic. Stanford University Press, Palo Alto, 2001, p. 40-67.

SCHMITZ, H. Industrial clusters in less developed countries: review of experiences and research agenda. Brighton: Institute of Development Studies, University of Sussex, 1994 (IDS discussion paper n. 339).

SCHRADER, S. Informal technology transfers between firms: co-operation through Information trading. Research Policy, n. 20, p. 153-70, 1991.

STORPER, M.; VENABLES, A. J. Buzz: face-to-face contact and the urban economy. Journal of Economy Geography, v. 4, n. 4, p. 351-370, 2004.

SUZIGAN, W.; FURTADO, J.; GARCIA, R.; SAMPAIO, S. A dimensão regional das atividades de CT&I no Estado de São Paulo. Capítulo de Indicadores de Ciência, Tecnologia, Inovação em São Paulo 2004. Fapesp, 2005.

SUZIGAN, W.; FURTADO, J.; GARCIA, R. Policy-making for local production systems in Brazil. In: SCOTT, A.; GAROFOLI, G. (Orgs.). Development on the ground: clusters, networks and regions in emerging economies. Londres: Routledge, 2007.

Von Hipple, E. Sticky information and the locus of problem solving: implications for innovation. Management Science, n. 40, p. 429-439, 1994.

Downloads

Publicado

2013-02-06

Como Citar

ARAÚJO, V. C.; GARCIA, R. Transbordamentos locais de conhecimento por meio de contatos informais: uma análise a partir do sistema local de indústrias TIC de Campinas. Revista Brasileira de Inovação, Campinas, SP, v. 12, n. 1, p. 105–132, 2013. DOI: 10.20396/rbi.v12i1.8649056. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rbi/article/view/8649056. Acesso em: 25 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos