Políticas públicas para inovação em software: uma abordagem via formação de competências

Autores

  • Giancarlo Nuti Stefanuto Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Infromação
  • Angela Maria Alves Centro de Tecnologia da Informação
  • Clenio Figueiredo Salviano Centro de Tecnologia da Informação
  • Carolina Vaghetti Mattos Universidade Estadual de Campinas
  • Camila Zeitoum Universidade Estadual de Campinas

DOI:

https://doi.org/10.20396/rbi.v14i0.8649105

Palavras-chave:

Inovação tecnológica. Setor software. Compras públicas. Política pública. Avaliação.

Resumo

O artigo apresenta uma abordagem metodológica desenvolvida para avaliar e certificar software resultante de desenvolvimento e inovação tecnológica realizados no país. A análise via formação de competências originou-se a partir de uma demanda do Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação (MCTI) e teve como resultado o desenvolvimento da metodologia Certics. Tal abordagem parte da identificação das competências formadas no entorno do desenvolvimento de um software para identificar seu conteúdo tecnológico e inovativo. Em janeiro de 2014, o Decreto n. 8186 estabeleceu que softwares resultantes de desenvolvimento e inovação tecnológica realizados no país, certificados pela Certics, podem obter margem de preferência de até 18% em compras governamentais. O artigo conclui que a aplicação prática da Certics mostra-se viável. Foram avaliados e certificados 18 softwares e outros oito estão em fase de certificação, totalizando 22 empresas participantes do setor de software brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Giancarlo Nuti Stefanuto, Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Infromação

Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Informação (FACTI), Campinas (SP), Brasil.

Angela Maria Alves, Centro de Tecnologia da Informação

Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI), Campinas (SP), Brasil.

Clenio Figueiredo Salviano, Centro de Tecnologia da Informação

Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI), Campinas (SP), Brasil.

Carolina Vaghetti Mattos, Universidade Estadual de Campinas

Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Informação (FACTI), Campinas (SP),

Camila Zeitoum, Universidade Estadual de Campinas

Fundação de Apoio à Capacitação em Tecnologia da Informação (FACTI) e Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas (SP), Brasil.

Referências

ALVES, A. M.; SALVIANO, C. F.; STEFANUTO, G.; MAINTINGUER, S. T.; MATTOS, C. V.; ZEITOUM, C.; MARTINEZ, M. R. M.; REUSS, G. CERTICS assessment methodology for software technological development and innovation. In: 9th INTERNATIONAL CONFERENCE ON THE QUALITY OF INFORMATION AND COMMUNICATIONS TECHNOLOGY. Quatic. Guimarães, Portugal, 2014, p. 174-177. DOI: 10.1109/QUATIC.2014.32

BERG, P.; LEINONEM, M.; LEIVO, V.; PIHLAJAMAA, J. Assessment of quality and maturity level of R&D. International Journal of Production Economics. v. 78, n. 1, p. 29-35, Jul. 2002.

BERG, P., PIHLAJAMAA, J.; NUMI, J. Measurement of the quality and maturity of the innovation process: methodology and case of a medium sized Finnish company. International Journal of Entrepreneurship and Innovation Management, v. 4, n. 4, p. 373-382, 2004.

CTI RENATO ARCHER. Metodologia de avaliação CERTICS para software: documento de definição. Relatório técnico TRT0012113. Campinas, v. 1.1, 2013.

CHUNG, S. Korea improves quality of defense software. Korea IT Times, 28/03/2013. Disponível em: http://www.koreaittimes.com/story/27466/korea-improves-quality-defense-software. Acesso em: 02 ago. 2013.

CUNHA, N. C. As práticas gerenciais e suas contribuições para a capacidade de inovação em empresas inovadoras. Tese (Doutorado). São Paulo: Universidade de São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, 2005

ENTERPRISE SPICE. Project Team, Enterprise SPICE (ISO/IEC 15504) an integrated model for Enterprise-wide improvement, technical report – Issue 1, September 2010. Disponível em: www.enterprisespice.com.

FLEURY, M. T.; FLEURY, A. Alinhando estratégia e competências. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 44, n. 1, p. 44-57. 2004.

FLEURY, M. T. Construindo o conceito de competência. Revista de Administração Contemporânea, v. 5, n. especial, p. 183-196, 2001. Disponível em: http://goo.gl/XtpwP.

HWANG, S. M.; IM, S. Korean software process quality certification model. In: FIRST ACIS/JNU INTERNATIONAL CONFERENCE ON COMPUTERS, NETWORKS, SYSTEMS, AND INDUSTRIAL ENGINEERING. Jeju Island, Coreia, 2011.

IM, T. Information technology and organizational morphology: the case of the Korean Central Government. Public Administration Review, v. 71, n. 3, p. 435-443, 2011.

ISO/IEC – The International Organization for Standardization and the International Electrotechnical Commission. ISO/IEC 15504-2. Information technology – Process assessment – Part 2: Performing an assessment. 2003.

ISO/IEC. ISO/IEC 15504-7 – Information technology – Process assessment – Part 7: Assessment of organizational maturity. 2008.

JOUMARD, I. et al. Enhancing the effectiveness of public spending: experience in OECD Countries. França: OECD Publishing, 2004. (OECD Economics Department Working Papers, n. 380). Disponível em: http://dx.doi.org/10.1787/355505224723.

OMC – Organização Mundial do Comércio. Government Procurement: the plurilateral agreement. Overview of the Agreement on Government Procurement. Disponível em: http://www.wto.org/english/tratop_e/gproc_e/gpa_overview_e.htm. Acesso em: 06 jan. 2014.

PANDA, H.; RAMANATHAN, K. Technological capability assessment as an input for strategic planning: case studies at electricité du France and electricity generating authority of Thailand. Technovation, v. 17, n. 7), p. 359-390, 1997.

PRAHALAD, C. K.; HAMEL, G. The core competence of the corporation. Harvard Business Review, v. 68, n. 3, p. 79-91, 1990.

RUSH, H.; BESSANT, J.; HOBDAY, M. Assessing the technological capabilities of firms: developing a policy tool. R&D Management, v. 37, n. 3, p. 221-236, 2007.

SALVIANO, C. F.; ALVES, A. M.; STEFANUTO, G.; MAINTINGUER, S. T.; MATTOS, C. V.; ZEITOUM, C. CERTICS – An ISO/IEC 15504 conformance model for software technological development and innovation. In: 14th SPICE INTERNATIONAL CONFERENCE. Proc...Vilnius, Lithuania: CCIS 477, 4-6 November 2014, p. 48-59. DOI: 10.1007/2F978-3-319-13036-1_5.

SAXENIAN, A. Government and Guanxi: the chinese software industry in transition. London Business School, 2003 (DRC working papers, n. 19).

SEOK-KYOO, S. Introduction to TTA testing and certification laboratory. Korea IT Times, 27/09/2011. Disponível em: http://www.koreaittimes.com/story/16988/introduction-tta-testing-and-certification-laboratory. Acesso em: 02 ago. 2013.

SSENNOGA, F. Examining discriminatory procurement practices in developing countries. Journal of Public Procurement, v. 6, n. 3, p. 218-249, 2006.

SUNG-MI, K. TTA’s software testing lab works towards the global market. Korea IT Times, 29/10/2012. Disponível em: http://www.koreaittimes.com/story/24086/ttas-software-testing-lab-works-towards-global-market. Acesso em 02 ago. 2013.

TEECE, D. Explicating dynamic capabilities: the nature and microfoundations of (sustainable) enterprise performance. Strategic Management Journal, n. 28, p. 1319-1350, 2007.

TEECE, D. Profiting from Technological Innovation: Research Policy, v. 15, n. 6, p. 285-305, 1986.

USTR – United States Trade Representative. Turkey Trade Report, 2010. Disponível em: www.ustr.gov/sites/default/files/uploads/reports/2010/NTE/2010_NTE_Turkey_final.pdf.

USTR – United States Trade Representative. National trade estimate report on foreign trade barriers. 2000. Disponível em: www.ustr.gov/reports/nte/2000/contents.html.

Downloads

Publicado

2015-03-18

Como Citar

STEFANUTO, G. N.; ALVES, A. M.; SALVIANO, C. F.; MATTOS, C. V.; ZEITOUM, C. Políticas públicas para inovação em software: uma abordagem via formação de competências. Revista Brasileira de Inovação, Campinas, SP, v. 14, p. 179–202, 2015. DOI: 10.20396/rbi.v14i0.8649105. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rbi/article/view/8649105. Acesso em: 20 jun. 2021.