Investimentos em pesquisa e desenvolvimento agrícola

transformações recentes no Brasil

Autores

  • Jaim José da Silva Júnior Universidade de Brasília
  • José Maria Jardim da Silveira Universidade Estadual de Campinas
  • Andréa Leda Ramos de Oliveira Universidade Estadual de Campinas
  • Caroline Nascimento Pereira Universidade Estadual de Campinas
  • Carolina da Silveira Bueno Universidade Estadual de Campinas
  • Carl Esek Pray Universidade Estadual de Nova Jersey

DOI:

https://doi.org/10.20396/rbi.v18i1.8652914

Palavras-chave:

Pesquisa e desenvolvimento, Investimentos privados, Empresas de insumos agrícolas.

Resumo

O artigo explora mudanças no volume e na composição dos investimentos em pesquisa e desenvolvimento agrícola (P&D) que ocorreram nas últimas décadas. Para isso, é feita uma revisão bibliográfica da experiência internacional e apresentam-se fatos estilizados dos grupos de países desenvolvidos e em desenvolvimento. A partir de uma base inédita de dados primários, o estudo avalia a dinâmica dos investimentos privados em P&D alocados no Brasil por empresas dos setores de insumos agrícolas. O objetivo do trabalho é descrever as transformações recentes no país e contribuir para a tomada de decisões para o progresso tecnológico da agricultura. As conclusões destacam a alta intensidade tecnológica, o crescimento dos investimentos privados e a pequena participação relativa de empresas nacionais no progresso tecnológico de insumos agrícolas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jaim José da Silva Júnior, Universidade de Brasília

Doutor em Teoria Econômica pela Universidade Estadual de Campinas. Professor do curso de Gestão do Agronegócio na Universidade de Brasília. 

José Maria Jardim da Silveira, Universidade Estadual de Campinas

Mestrado em Ciência Econômica pela Universidade Estadual de Campinas e doutorado em Ciência Econômica pela Universidade Estadual de Campinas. 

Andréa Leda Ramos de Oliveira, Universidade Estadual de Campinas

Professora Doutora da Faculdade de Engenharia Agrícola da Universidade Estadual de Campinas na área de Planejamento e Gestão do Agronegócio. 

Caroline Nascimento Pereira, Universidade Estadual de Campinas

Doutorando em Desenvolvimento Econômico pela Universidade Estadual de Campinas e atuando como Assistente de Pesquisa no Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada.

Carolina da Silveira Bueno, Universidade Estadual de Campinas

Pesquisadora e doutoranda pelo Núcleo de Economia Agrícola e Ambiental (NEA) vinculado ao Instituto de Economia (IE) da Unicamp.

Carl Esek Pray, Universidade Estadual de Nova Jersey

Professor do Departamento de Agricultura, Economia de Alimentos e Recursos, da Escola de Ciências Ambientais e Biológicas, Rutgers, da Universidade Estadual de Nova Jersey.

Referências

ALSTON, J. M.; PARDEY, P. G.; SMITH, V. H. Financing agricultural R&D in rich countries: what’s happening and why. Australian Journal of Agricultural and Resource Economics, v. 42, n. 1, p. 51-82, 1998.

ARAÚJO, B. C.; RAUEN, A. T.; ZUCOLOTO, G. F. Impactos da suspensão dos incentivos fiscais previstos pela Lei do Bem sobre o investimento privado em PD&I. Brasília: IPEA, Radar: Tecnologia, produção e comércio exterior, n. 44, p. 29 – 40, 2016.

BATALHA, M. O.; CHAVES, G. D.; SOUZA FILHO, H. M. C&T e I para a produção agropecuária brasileira: mensurando e qualificando gastos públicos. Revista de Economia e Sociologia Rural, v. 47, n. 1, 2009.

BEINTEMA, N.; AVILA, A.F.D.; PARDEY, P.G. P&D Agropecuário no Brasil: Política, Investimento e Perfil Institucional. Instituto Internacional de Pesquisas sobre Políticas Alimentares, Washington: IFPRI, 2001.

BEINTEMA, N.; STADS, G.J.; FUGLIE, K.O.; HEISEY, P.W. ASTI global assessment of agricultural R&D spending: developing countries accelerate investment. Instituto Internacional de Pesquisas sobre Políticas Alimentares, Washington: IFPRI, 2012.

DA SILVEIRA, J. M. F.; DAL POZ, M. E. S.; DE SOUSA, L. A.; HUAMANI, I. R. L. Technological foresight of the bioethanol case. In: SALLES-FILHO, S. L. M., CORTEZ, L. A. B., DA SILVEIRA, J. M. F. J., TRINDADE, S., FONSECA, M. D. G. D. Global Bioethanol: Evolution, Risks, and Uncertainties. London: Academic Press, 2016.

DE NEGRI, F.; CAVALCANTE, L. R. Análise dos dados da PINTEC 2011. Brasília: IPEA, Nota Técnica n. 15, 2013.

FORNARI, V. C.B.; GOMES, R.; CORRÊA, A. L. Indicadores de inovação: um exame das atividades inovativas na indústria internacional de alimentos processados. Revista Brasileira de Inovação, Campinas, v. 14, n. 1, p.135 -162, 2015.

FUGLIE, K. The growing role of the private sector in agricultural research and development world-wide. Global food security, v. 10, p. 29 -38, 2016.

FUGLIE, K.O.; CLANCY, M.; HEISEY, P. W. Private-Sector Research and Development. In: KALAITZANDONAKES, N., CARAYANNIS, E. G., GRIGOROUDIS, E., ROZAKIS. From Agriscience to Agribusiness. New York: Springer, 2018.

FUGLIE, K. O.; TOOLE, A. A. The evolving institutional structure of public and private agricultural research. American journal of agricultural economics, v. 96, n. 3, p. 862-883, 2014.

FUGLIE, K.O.; WANG, S.L.; BALL, V.E. Productivity growth in agriculture: an international perspective. Cambridge: CABI, 2012.

HU, R., LIANG, Q., PRAY, C., HUANG, J., JIN, Y. Privatization, Public R&D Policy, and Private R&D Investment in China's Agriculture. Journal of Agricultural and Resource Economics, v.23, p. 416 -432, 2011.

KALAITZANDONAKES, N.; CARAYANNIS, E.G.; GRIGOROUDIS, E.; ROZAKIS, S. From Agriscience to Agribusiness. New Yotk: Springer, 2018.

LOPES, M.A. The Brazilian Agricultural Research for Development (ARD) System. In: Improving Agricultural Knowledge and Innovation Systems: OECD Conference Proceedings, Paris: OECD Publishing, 2012.

MAZZUCATO, M. O Estado Empreendedor: desmascarando o mito do setor público vs. setor privado. São Paulo: Portfolio-Penguin, 2014.

PARDEY, P. G.; ALSTON, J. M.; CHAN‐KANG, C. Public agricultural R&D over the past half century: an emerging new world order. Agricultural Economics, v. 44, n. s1, p. 103-113, 2013.

PARDEY,P. G.; ALSTON, J.M.; PIGGOT, R.P. Agricultural R&D in the developing world: Too Little, Too Late? Washington: IFPRI, 2006.

PARDEY,P.G.; ALSTON, J. M.; RUTTAN, V. W. The economics of innovation and technical change in agriculture. In: Handbook of the Economics of Innovation, North-Holland, v.2, p. 939-984, 2010.

PESSÔA, E.G.S.P.; BONELLI, R. O papel do Estado na pesquisa agrícola no Brasil. Caderno de Ciência e Tecnologia, Vol. 14, 1997.

PRAY, C. E.; FUGLIE, K. O. Agricultural research by the private sector. Annual Review in Resources Economics, v. 7, n. 1, 2015.

PRAY, C. E.; NAGAJARAN, L. Innovation and Research by Private Agribusiness in India. IFPRI Discussion Paper, Washington: IFRPI, n. 01181, 2012.

ROSEBOOM, J. Sources of technological innovation in Brazilian agriculture. International Service for National Agricultural Research, Washington:IFPRI, Discussion Paper 99-12, 1999.

ROSEBOOM, J.; RUTTEN, H.; The transformation of the Dutch agricultural research system: an unfinished agenda. World Development, v. 26, n. 6, 1998.

SALLES-FILHO, S.; BIN, A. Organização da pesquisa agrícola no Brasil, In: BUAINAIN, A.M.; AlVES, E.; SILVEIRA, J.M.F.J.; NAVARRO, Z. Mundo Rural no Brasil do Século XXI, 2014.

Publicado

2019-06-05

Como Citar

SILVA JÚNIOR, J. J. da; SILVEIRA, J. M. J. da; OLIVEIRA, A. L. R. de; PEREIRA, C. N.; BUENO, C. da S.; PRAY, C. E. Investimentos em pesquisa e desenvolvimento agrícola: transformações recentes no Brasil. Revista Brasileira de Inovação, Campinas, SP, v. 18, n. 1, p. 89–120, 2019. DOI: 10.20396/rbi.v18i1.8652914. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rbi/article/view/8652914. Acesso em: 28 jan. 2023.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)