Banner Portal
Uma função de produção de conhecimento expandida
PDF (English)
PDF Acesso via SciELO (English)

Palavras-chave

Função de produção de conhecimento
Dependência da trajetória
Transbordamentos espaciais
Painel espacial dinâmico

Como Citar

BARROS, Pedro Henrique Batista de; FREITAS JÚNIOR, Adirson Maciel de. Uma função de produção de conhecimento expandida: evidências para o Brasil a partir de uma abordagem de painel espacial dinâmico. Revista Brasileira de Inovação, Campinas, SP, v. 20, n. 00, p. e021018, 2022. DOI: 10.20396/rbi.v20i00.8661402. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rbi/article/view/8661402. Acesso em: 14 jun. 2024.

Resumo

Este artigo usa uma motivação teórica para uma Função de Produção de Conhecimento Expandido (EKPF) que engloba a dependência de trajetória e transbordamentos espaciais para buscar evidências no Brasil usando uma abordagem de painel de dados em painel espacial dinâmico. O objetivo é identificar os determinantes da produção de conhecimento no período 2005-2015, bem como a sua evolução temporal, utilizando patentes de inovação como proxies. Em relação à sua distribuição espacial, identificamos uma disparidade Norte-Sul para a produção de conhecimento no Brasil, com o Sudeste e o Sul produzindo a maior parte das patentes do país. Com base no EKPF, confirmamos a importância de dependência de trajetória e dos transbordamentos de conhecimento para explicar a inovação brasileira. Além disso, densidade populacional, que gera externalidades Jacobianas e economias de aglomeração, é uma característica estrutural importante no curto prazo enquanto o número de pesquisadores nas universidades e uma maior escala econômica são essenciais para a produção de conhecimento no longo prazo.

https://doi.org/10.20396/rbi.v20i00.8661402
PDF (English)
PDF Acesso via SciELO (English)

Referências

ALBUQUERQUE, E. da M. e; SIMÕES, R.; BAESSA, A.; CAMPOLINA, B.; SILVA, L. A. A distribuição espacial da produção científica e tecnológica brasileira: uma descrição de estatística de produção local de patentes e artigos científicos. Revista Brasileira de Inovação, v. 1, n. 2, p. 225-251, 2002.

ARAÚJO, V.D.C., GARCIA, R. Determinants and spatial dependence of innovation in Brazilian regions: evidence from a Spatial Tobit Model. Nova Economia, v. 29, n. 2, p. 375-400, 2019.

ARAÚJO, B.C.; CAVALCANTE, L.R.; ALVES, P. Variáveis proxy para os gastos empresariais em inovação com base no pessoal ocupado técnico-científico disponível na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS). Radar: tecnologia, produção e comércio exterior, v. 5, p. 16-21, 2009.

ARTHUR, B. Competing technologies, increasing returns and lock in by historical events. The Economic Journal, v. 99, n. 394, p. 116-131, 1989.

AUTANT-BERNARD, C. The Geography of Knowledge Spillovers and Technological Proximity. Economics of Innovation and New Technology, v. 10, n. 4, p. 237-254, 2001.

AUTANT-BERNARD, C.; LESAGE, J.P. Quantifying Knowledge Spillovers Using Spatial Econometric Models. Journal of Regional Science, v. 51, n. 3, p. 471-496, 2011.

AUTANT-BERNARD, C.; MAIRESSE, J.; MASSARD, N. Spatial Knowledge Diffusion through Collaborative Networks. Papers in Regional Science, v. 86, n. 3, p. 341-350, 2007.

BARROS, P.H.B.; FREITAS JUNIOR, A.M.; RAIHER, A.P.; STEGE, A.L. Distribuição das patentes municipais do Sul do Brasil: uma análise espacial, com ênfase nos efeitos locais. Revista Brasileira de Inovação, v. 18, n. 1, p. 9-36, 25 abr. 2019.

COMEX STAT. Estatísticas do Comércio Exterior Brasileiro, 2021. Available in: http://comexstat.mdic.gov.br/. Accessed on: 15 Nov. /2021.

EJERMO, O. Technological diversity and Jacobs’ externality hypothesis revisited. Growth and Change, v. 36, n. 2, p. 167-195, 2005.

FELDMAN M.P.; AUDRETSCH D.B. Innovation in cities: science-based diversity, specialization and localized competition. European Economic Review, v. 43, n. 2, p. 409-429, 1999.

FERNANDES, A.C.; CÔRTES, M.R.; PINHO, M. Caracterização das pequenas e médias empresas de base tecnológica em São Paulo: uma análise preliminar. Economia e Sociedade, v. 13, n. 1 (22), p. 151-173, 2004.

FISCHER, M.; SCHERRNGELL, T.; REISMANN, M. Knowledge Spillovers and Total Factor Productivity: Evidence Using a Spatial Panel Data Model. Geographical Analysis, v. 41, n. 2, p. 204-220, 2009.

FREEMAN, C. Technical innovation, diffusion, and long cycles of economic development. In: VASKO, T. (Ed.). The long-wave debate. Springer, Berlin: Heidelberg, 1988. p. 295-309.

FREITAS JÚNIOR, A.M.; BARROS, P.H.B; STEGE, A.L; SANTOS, C.V; HILGEMBERG, C.M.A.T. Distribuição espacial da inovação na região Sul do Brasil de 2005 a 2015, a partir da análise exploratória de dados espaciais. Revista de Desenvolvimento Econômico – RDE, ano XXIII, v. 1, n. 48, p. 31-59, abr. 2021.

FREITAS, M.V.; GONÇALVES, E.; MONTENEGRO, R.L.G. Desigualdade tecnológica, convergência espacial e transbordamentos: uma análise por estados brasileiros (1990-2001). Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, v. 4, n.2, p. 1-21, 2010.

GLAESER E.L.; KALLAL, H.D.; SCHEINKMAN, J.A.; SHLEIFER, A. Growth in cities. Journal of Political Economy, v. 100, n. 6, p. 1126-1152, 1992.

GÓIS SOBRINHO, E.M.G.; AZZONI, C.R. Potencial inovativo da indústria nas regiões brasileiras. Revista Brasileira de Inovação, v. 15, n. 2, p. 275-304, jul./dez. 2016.

GONÇALVES, E. A distribuição espacial da atividade inovadora brasileira: uma análise exploratória. Estudos Econômicos, v. 37, n. 2, p. 405-433, 2007.

GONÇALVES, E.; ALMEIDA, E. S. Innovation and Spatial Knowledge Spillovers: Evidence from Brazilian Patent Data. Regional Studies, v. 43, n. 4, p. 513-528, May 2009.

GONÇALVES, E.; MATOS, C.M.; ARAÚJO, I.F. Path-Dependent Dynamics and Technological Spillovers in the Brazilian Regions. Applied Spatial Analysis and Policy, p. 1-25, 2018.

GONÇALVES, E.; OLIVEIRA, P.M.; ALMEIDA, E. Spatial determinants of inventive capacity in Brazil: the role of inventor networks. Spatial Economic Analysis, v. 15, n. 2, p. 186-207, 2020.

GRILICHES, Z. Issues in assessing the contribution of research and development to productivity growth. Bell Journal of Economics, v. 10, n. 1, p. 92-116, 1979.

GRILICHES, Z. R&D, Patents, and Productivity. Cambridge, MA: National Bureau of Economic Research, 1984.

GRILICHES, Z. Patent Statistics as Economic Indicators: A Survey. Journal of Economic Literature, v. 28, n. 4, p. 1661-1707, 1992.

JACOBS, J. The Economies of Cities. New York: Random House, 1969.

JAFFE, A.B. Real effects of academic research. American Economic Review, v. 79, n. 5, p. 957-970, 1989.

KRUGMAN, P. Geography and trade. Cambridge, MA: MIT Press, 1991.

LUCAS, R.E. On the mechanics of economic development. Journal of Monetary Economics, v. 22, n. 1, p. 3-42, 1988.

MIRANDA, P.; ZUCOLUTO, G. Conhecimento com perfil inovador nas infraestruturas científicas e tecnológicas no Brasil. Radar, n. 37, IPEA, 2015.

MONTENEGRO, R.L.G.; BETARELLI JUNIOR, A. Análise e investigação dos fatores determinantes da inovação nos municípios de São Paulo. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, v. 2, n. 2, p. 7-31, 2008.

MONTENEGRO, R.L.; GONÇALVES, E.; ALMEIDA, E. Dinâmica Espacial e Temporal da Inovação no Estado de São Paulo: Uma Análise das Externalidades de Diversificação e Especialização. Estudos Econômicos, v. 41, n. 4, out./dez. 2011.

NELSON, R. Sources of Economic Growth. Cambridge, Mass.: Harvard University, 1996.

NORTH, D. Structure and Change in Economic History. New York: W. W. Norton, 1981.

OLIVEIRA, P.M.; GONÇALVES, E.; ALMEIDA, E. Existe convergência de patenteamento no Brasil? Revista Brasileira de Inovação, Campinas (SP), v. 15, n. 2, p. 335-364, jul./dez. 2016.

PARENT, O.; LESAGE, J. Using the Variance Structure of the Conditional Autoregressive Specification to Model Knowledge Spillovers. Journal of Applied Econometrics, v. 23, n. 2, p. 235-256, 2008.

RODRIGUEZ, R.S., GONÇALVES, E. Hierarquia e concentração na distribuição regional brasileira de invenções por tipos de tecnologias. Revista Brasileira de Inovação, v. 16, n. 2, p. 225-266, 2017.

ROMER, P. Endogenous technological change. Journal of Political Economy, v. 98, n. 5, 1990.

ROMER, P. Two Strategies for Economic Development: Using Ideas and Producing Ideas. In: PROCEEDINGS OF THE WORLD BANK ANNUAL CONFERENCE ON DEVELOPMENT ECONOMICS. Washington, D.C, 1993.

SOLOW, R.M. A Contribution to the Theory of Economic Growth. Quarterly Journal of Economics, v. 70, n. 1, p. 65-94, 1956.

YU, J.; DE JONG, R.; LEE, L.F. Quasi-maximum likelihood estimators for spatial dynamic panel data with fixed effects when both N and T are large. Journal of Econometrics, v. 146, n. 1, p. 118-134, 2008.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Revista Brasileira de Inovação

Downloads

Não há dados estatísticos.