Banner Portal
Proposta de revisão epistemológica da teoria da arquitetura de John Ruskin
PDF

Palavras-chave

Pedagogia. Lógica. História. Desenho

Como Citar

AMARAL, Claudio Silveira. Proposta de revisão epistemológica da teoria da arquitetura de John Ruskin. RUA, Campinas, SP, v. 18, n. 2, p. 125–141, 2015. DOI: 10.20396/rua.v18i2.8638304. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8638304. Acesso em: 24 maio. 2024.

Resumo

A hipótese desta pesquisa é que o principal assunto tratado por John Ruskin é uma concepção de lógica e de razão que estrutura assuntos tais como, arquitetura, pintura, política econômica, religião e vários outros. Diferente da opinião de alguns historiadores da arquitetura moderna que analisaram a obra ruskiniana sobre arquitetura de forma isolada desvinculada dos demais assuntos, aqui ela será tratada interna a uma lógica e uma razão que estrutura todos estes assuntos. Pretende-se demonstrar que o objetivo de Ruskin não era constituir uma teoria da natureza, da pintura, da política econômica, ou mesmo da arquitetura, mas utilizar a mesma lógica de composição em todos estes temas.

https://doi.org/10.20396/rua.v18i2.8638304
PDF

Referências

AMARAL, C.S. 2005. John Ruskin e o desenho no Brasil. São Paulo: Tese, FAU USP, BACHELARD, G., em REALE, G., ANTISERI, D. 1991. Historia da Filosofia: do Romantismo até nossos dias. São Paulo Edições Paulinas, vol.3.

HELSINGER, E. Ruskin and the Art of the Beholder. 1982. Massachusetts: Harvard University Press.

HERSEY, G. Ruskin as an Optical Thinker. In The Ruskin Polygon. 1982. Manchester: Manchester University Press.

MOREIRA, R. 1994. O que é geografia. São Paulo: Brasiliense.

PIMENTA, P. 2002. A linguagem das formas: ensaio sobre o estatuo do belo na filosofia de Shaftesbury. São Paulo: Tese FFLCH/USP.

QUILL, S. 2000. Ruskin’s Venice, the Stones revisited. London: Ashgate. 2000.

RUSKIN, J. Modern Painters. 1948. London: Smith, Elder & Co. Vol. 1.

RUSKIN, J. Modern Painters. 1856. London: Smith, Elder & Co. Vol. 2.

RUSKIN, J. Modern Painters. 1856. London: Smith, Elder & Co. Vol. 3.

RUSKIN, J. Modern Painters.1856. London: Smith, Elder & Co. Vol. 4.

RUSKIN, J. Modern Painters. 1860. London: Smith, Elder & Co. Vol. 5.

RUSKIN, J. The Stones of Venice. 1925. London: George, Allen & Unwin. Vol. 1, 2, 3.

RUSKIN, J. Las siete lampadas de la arquitectura. Buenos Aires: El Ateneo, s/d.

RUSKIN, J. The seven lamps of architecture. 1921. London: J.M. Dent & Sons Ltd.

RUSKIN, J. Munera Pulveris.1994. London: Routledge/Thoemmes Press.

RUSKIN, J. A joy for ever. 1994. London: Routledge/Thoemmes Press.

RUSKIN, J. Sesame and Lilies; The two paths; The king of the garden. 1944. London: J. M. Dent & Sons Ltd.

RUSKIN, J. The crown of wild olive. 1994. London: Routledge/Thoemmes Press, 1994.

RUSKIN, J. Unto this last. 1994. London: Routledge/Thoemmes Press, 1994.

RUSKIN, J. Lectures on architecture and painting. 1854. London: Smith, Elder and Co. 1854.

THOMPSON, E.P. William Morris Romantic to Revolutionay. 1955. London: Lawrence & Wishart Ltd.

O periódico RUA utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.