Marcas da resistência nos muros da Universidade

pichações e seus efeitos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rua.v25i1.8654722

Palavras-chave:

Análise de discurso, Cidade, Espaço urbano, Pichação, Resistência.

Resumo

Neste artigo, analisamos, a partir da perspectiva teórica da Análise de Discurso, o funcionamento discursivo em duas pichações inscritas nos muros da Universidade Federal de Uberlândia, campus Santa Mônica. Buscamos compreender os possíveis efeitos de sentidos por elas produzidos, considerando sua constituição, formulação e circulação (Cf. ORLANDI, 2005b). Em nossa análise, essas pichações, escrituras da luta pelo pertencimento em uma sociedade de segregações e de exclusões, se marcam como formas de resistência ao já significado pelo discurso urbano (Cf. ORLANDI, 2004), dado que as posições-sujeito aqui analisadas questionam as evidências, jogam com o equívoco e expõem o não-dito.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Érica Daniela de Araujo, Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais

Professora no Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais. Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Estudos Linguísticos do Instituto de Letras e Linguística da Universidade Federal de Uberlândia.

Referências

ANSCOMBRE, Jean-Claude; DUCROT, Oswald. Interrogation et argumentation. In: La ngue française, n. 52, 1981. L'interrogation, sous la direction de Michel Meyer. p. 5-22. Disponível em: https://www.persee.fr/doc/lfr_0023-8368_1981_num_52_1_5103. Acesso em: 15 jan. 2018.

BRASIL. Lei n. 9605, de 12 de fevereiro de 1998. Dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/CCivil_03/leis/L9605.htm. Acesso em: 15 mar. 2018.

BRASIL. Lei n. 12408, de 25 de maio de 2011. Altera o art. 65 da Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, para descriminalizar o ato de grafitar, e dispõe sobre a proibição de comercialização de tintas em embalagens do tipo aerossol a menores de 18 (dezoito) anos. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/CCivil_03/_Ato2011-2014/2011/Lei/L12408.htm#art6. Acesso em: 15 mar. 2018.

CUNHA, Celso; CINTRA, Lindley. Nova gramática do português contemporâneo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

DAHLET, Véronique. As (man)obras da pontuação: usos e significações. São Paulo: Associação Editorial Humanitas, 2006.

FERREIRA, Maria Cristina Leandro. Da ambigüidade ao equívoco: a resistência da língua nos limites da sintaxe e do discurso. Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS, 2000.

HOUAISS. Dicionário eletrônico Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009.

MARIANI, Bethania Sampaio Corrêa; MEDEIROS, Vanise Gomes de. E quando a pichação é da prefeitura? Pichar, proscrever, dessubjetivar. RUA (UNICAMP), v. 19, p. 5-19, 2013. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8638229/5876. Acesso em: 15 jan. 2018.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. A desorganização cotidiana. Escritos, Campinas, v. 1, p. 3-10, 1998a. Disponível em: https://www.labeurb.unicamp.br/portal/pages/pdf/escritos/Escritos1.pdf. Acesso em: 15 jan. 2018.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. Paráfrase e polissemia: a fluidez nos limites do simbólico. Rua, nº 4, p. 9-19, 1998b. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8640626. Acesso em: 15 jan. 2018.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. N/o limiar da cidade. RUA (UNICAMP), número especial, p. 7-19, 1999. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8640678/8222. Acesso em: 15 jan. 2018.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli (Orgs.). Ler a cidade: o arquivo e a memória. In.: Para uma enciclopédia da cidade. Campinas, SP: Pontes, Labeurb/Unicamp, 2003a, p. 7-20.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli (Orgs.). Poliƨêmico. In.: Para uma enciclopédia da cidade. Campinas, SP: Pontes, Labeurb/Unicamp, 2003b, p. 21-63.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. Cidade dos sentidos. Campinas, SP: Pontes, 2004.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. Análise de discurso: princípios e procedimentos. Campinas, SP: Pontes, 2005a.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. A cidade como espaço político-simbólico: textualização e sentido público. In.: Discurso e texto: formulação e circulação dos sentidos. Campinas, SP: Pontes, 2005b, p. 185-202.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. Ponto final: interdiscurso, incompletude, textualização. In.: ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. Discurso e texto: formulação e circulação dos sentidos. Campinas: Pontes, 2005b. p. 109-126.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. O sujeito discursivo contemporâneo: um exemplo. Seminário de Estudos em Análise do Discurso, 2005c, Porto Alegre/RS. p. 1-16. Disponível em: http://anaisdosead.com.br/2SEAD/CONFERENCIA/EniOrlandi.pdf. Acesso em: 15 jan. 2018.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. A casa e a rua: uma relação político-social. Educação e Realidade, v. 36, p. 693-703, 2011. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/18491/14348. Acesso em: 27 fev. 2018.

PÊCHEUX, Michel. Delimitações, inversões, deslocamentos. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, v. 19, p. 7-24, 1990. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8636823/4544. Acesso em: 27 fev. 2018.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Campinas: Editora da Unicamp, 1997.

PÊCHEUX, Michel. O discurso: estrutura ou acontecimento. Campinas, SP: Pontes Editores, 2008.

SILVA SOBRINHO, José Simão da Silva. Discurso e argumentação: políticas de/da memória no texto publicitário. In.: BENITES, Flávio Roberto Gomes; COCCO, Marta Helena (Orgs.). A língua nossa de todo dia. Cáceres: UNEMAT Editora, 2015, p. 10-26.

STEFANIU, Luciana Fracasse; RAIMO, Luciana C. Ferreira Dias di. O espaço urbano, o grafite e a identidade do sujeito catador. RUA (UNICAMP), v. 1, n. 22, p. 19-32, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8646064/13207. Acesso em: 2 fev. 2018.

Downloads

Publicado

2019-02-19

Como Citar

ARAUJO, Érica D. de. Marcas da resistência nos muros da Universidade: pichações e seus efeitos. RUA, Campinas, SP, v. 25, n. 1, 2019. DOI: 10.20396/rua.v25i1.8654722. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8654722. Acesso em: 9 dez. 2022.

Edição

Seção

Estudos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)