Banner Portal
Marcas da resistência nos muros da Universidade
PDF

Palavras-chave

Análise de discurso
Cidade
Espaço urbano
Pichação
Resistência.

Como Citar

ARAUJO, Érica D. de. Marcas da resistência nos muros da Universidade: pichações e seus efeitos. RUA, Campinas, SP, v. 25, n. 1, 2019. DOI: 10.20396/rua.v25i1.8654722. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8654722. Acesso em: 21 fev. 2024.

Resumo

Neste artigo, analisamos, a partir da perspectiva teórica da Análise de Discurso, o funcionamento discursivo em duas pichações inscritas nos muros da Universidade Federal de Uberlândia, campus Santa Mônica. Buscamos compreender os possíveis efeitos de sentidos por elas produzidos, considerando sua constituição, formulação e circulação (Cf. ORLANDI, 2005b). Em nossa análise, essas pichações, escrituras da luta pelo pertencimento em uma sociedade de segregações e de exclusões, se marcam como formas de resistência ao já significado pelo discurso urbano (Cf. ORLANDI, 2004), dado que as posições-sujeito aqui analisadas questionam as evidências, jogam com o equívoco e expõem o não-dito.

https://doi.org/10.20396/rua.v25i1.8654722
PDF

Referências

ANSCOMBRE, Jean-Claude; DUCROT, Oswald. Interrogation et argumentation. In: La ngue française, n. 52, 1981. L'interrogation, sous la direction de Michel Meyer. p. 5-22. Disponível em: https://www.persee.fr/doc/lfr_0023-8368_1981_num_52_1_5103. Acesso em: 15 jan. 2018.

BRASIL. Lei n. 9605, de 12 de fevereiro de 1998. Dispõe sobre as sanções penais e administrativas derivadas de condutas e atividades lesivas ao meio ambiente, e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/CCivil_03/leis/L9605.htm. Acesso em: 15 mar. 2018.

BRASIL. Lei n. 12408, de 25 de maio de 2011. Altera o art. 65 da Lei no 9.605, de 12 de fevereiro de 1998, para descriminalizar o ato de grafitar, e dispõe sobre a proibição de comercialização de tintas em embalagens do tipo aerossol a menores de 18 (dezoito) anos. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/CCivil_03/_Ato2011-2014/2011/Lei/L12408.htm#art6. Acesso em: 15 mar. 2018.

CUNHA, Celso; CINTRA, Lindley. Nova gramática do português contemporâneo. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2001.

DAHLET, Véronique. As (man)obras da pontuação: usos e significações. São Paulo: Associação Editorial Humanitas, 2006.

FERREIRA, Maria Cristina Leandro. Da ambigüidade ao equívoco: a resistência da língua nos limites da sintaxe e do discurso. Porto Alegre: Ed. Universidade/UFRGS, 2000.

HOUAISS. Dicionário eletrônico Houaiss da língua portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2009.

MARIANI, Bethania Sampaio Corrêa; MEDEIROS, Vanise Gomes de. E quando a pichação é da prefeitura? Pichar, proscrever, dessubjetivar. RUA (UNICAMP), v. 19, p. 5-19, 2013. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8638229/5876. Acesso em: 15 jan. 2018.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. A desorganização cotidiana. Escritos, Campinas, v. 1, p. 3-10, 1998a. Disponível em: https://www.labeurb.unicamp.br/portal/pages/pdf/escritos/Escritos1.pdf. Acesso em: 15 jan. 2018.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. Paráfrase e polissemia: a fluidez nos limites do simbólico. Rua, nº 4, p. 9-19, 1998b. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8640626. Acesso em: 15 jan. 2018.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. N/o limiar da cidade. RUA (UNICAMP), número especial, p. 7-19, 1999. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8640678/8222. Acesso em: 15 jan. 2018.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli (Orgs.). Ler a cidade: o arquivo e a memória. In.: Para uma enciclopédia da cidade. Campinas, SP: Pontes, Labeurb/Unicamp, 2003a, p. 7-20.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli (Orgs.). Poliƨêmico. In.: Para uma enciclopédia da cidade. Campinas, SP: Pontes, Labeurb/Unicamp, 2003b, p. 21-63.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. Cidade dos sentidos. Campinas, SP: Pontes, 2004.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. Análise de discurso: princípios e procedimentos. Campinas, SP: Pontes, 2005a.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. A cidade como espaço político-simbólico: textualização e sentido público. In.: Discurso e texto: formulação e circulação dos sentidos. Campinas, SP: Pontes, 2005b, p. 185-202.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. Ponto final: interdiscurso, incompletude, textualização. In.: ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. Discurso e texto: formulação e circulação dos sentidos. Campinas: Pontes, 2005b. p. 109-126.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. O sujeito discursivo contemporâneo: um exemplo. Seminário de Estudos em Análise do Discurso, 2005c, Porto Alegre/RS. p. 1-16. Disponível em: http://anaisdosead.com.br/2SEAD/CONFERENCIA/EniOrlandi.pdf. Acesso em: 15 jan. 2018.

ORLANDI, Eni de Lourdes Puccinelli. A casa e a rua: uma relação político-social. Educação e Realidade, v. 36, p. 693-703, 2011. Disponível em: http://seer.ufrgs.br/index.php/educacaoerealidade/article/view/18491/14348. Acesso em: 27 fev. 2018.

PÊCHEUX, Michel. Delimitações, inversões, deslocamentos. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, v. 19, p. 7-24, 1990. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/cel/article/view/8636823/4544. Acesso em: 27 fev. 2018.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. Campinas: Editora da Unicamp, 1997.

PÊCHEUX, Michel. O discurso: estrutura ou acontecimento. Campinas, SP: Pontes Editores, 2008.

SILVA SOBRINHO, José Simão da Silva. Discurso e argumentação: políticas de/da memória no texto publicitário. In.: BENITES, Flávio Roberto Gomes; COCCO, Marta Helena (Orgs.). A língua nossa de todo dia. Cáceres: UNEMAT Editora, 2015, p. 10-26.

STEFANIU, Luciana Fracasse; RAIMO, Luciana C. Ferreira Dias di. O espaço urbano, o grafite e a identidade do sujeito catador. RUA (UNICAMP), v. 1, n. 22, p. 19-32, 2016. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8646064/13207. Acesso em: 2 fev. 2018.

O periódico RUA utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.