Espaço enunciativo urbano

entrevista com os idealizadores do projeto pesquisa escola verde

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/rua.v27iI.8665221

Palavras-chave:

Projeto pesquisa escola verde, Educação ambiental, Desenvolvimento sustentável, Semântica do acontecimento

Resumo

Este trabalho tece considerações sobre o acontecimento enunciativo ‘Projeto Pesquisa Escola Verde’ (PPEV), desenvolvido no espaço urbano da cidade de Sinop, região norte do Estado de Mato Grosso, na perspectiva teórica e metodológica da Semântica do Acontecimento. Objetiva apresentar a nomeação, a referência e a designação da formulação do nome do projeto, bem como o funcionamento enunciativo de Educação Ambiental e desenvolvimento sustentável no objeto pesquisado, através de entrevistas realizadas com os idealizadores do PPEV. O resultado deste trabalho apresenta que houve a reescrituração do projeto que possibilitou novas designações e, o funcionamento de determinadas palavras escritas no projeto, aparecem como termos de substituibilidade para a palavra ‘verde’, o que leva a considerar os espaços de enunciação e o memorável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rhafaela Rico Bertolino Beriula, Universidade do Estado de Mato Grosso

Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Letras na Faculdade de Educação e Linguagem pela Universidade do Estado de Mato Grosso.

Andressa Fabrina Klauck, Universidade do Estado de Mato Grosso

Mestranda em Letras pela Universidade do Estado de Mato Grosso.

Tânia Pitombo de Oliveira, Universidade do Estado de Mato Grosso

Doutorado na Faculdade de Educação e Linguagem pela Universidade do Estado de Mato Grosso. Professora adjunta titular da Universidade do Estado de Mato Grosso.

 

Referências

ÁRVORE. In: DICIO, Dicionário Online de Português. Porto: 7Graus, 2019, s. p. Disponível em: https://www.dicio.com.br/indole/. Acesso em: 19 maio 2019.

DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. In: DICIO, Dicionário Online de Português. Porto: 7 Graus, 2019. p. Disponível em: https://www.dicio.com.br/indole/. Acesso em: 19 maio 2019.

GUIMARÃES, Eduardo. A marca do nome. Rua, Campinas, n. 9., p. 19-31, 2003. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/bitstream/REPOSIP/325237/1/ppec_8640746.pdf. Acesso em: 15 maio 2019.

GUIMARÃES, Eduardo. Cidade. In: ORLANDI, Eni Puccinelli; NUNES, José Horta. (coord.). Enciclopédia discursiva da cidade – ENDICI. Campinas: Laboratório de Estudos Urbano (NUDECRI/UNICAMP), 2013, s. p. Disponível em: https://www.labeurb.unicamp.br/endici/index.php?r=verbete%2Fview&id=45. Acesso em: 20 maio 2019.

GUIMARÃES, Eduardo. Domínio semântico de determinação. In: GUIMARÃES, Eduardo; MOLLICA, Maria Cecília. (Org.). Palavra: forma e sentido. Campinas: Pontes Editores, 2007. p. 77-96.

GUIMARÃES, Eduardo. Espaço de enunciação, cena enunciativa, designação. Fragmentum, Rio Grande do Sul, n. 40., p. 49-68, jan./mar., 2014. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/fragmentum/article/view/17264. Acesso em: 20 maio 2019.

GUIMARÃES, Eduardo. Linguagem e conhecimento: produção e circulação da Ciência. Rua, Campinas, n. 15, v. 2, p. 5-14, nov., 2009. Disponível em: https://www.labeurb.unicamp.br/rua/anteriores/pages/home/capaArtigo.rua?id=75. Acesso em: 20 maio 2019.

GUIMARÃES, Eduardo. Os limites do sentido: um estudo histórico e enunciativo da linguagem. 2. ed. Campinas: Pontes, 2002a.

GUIMARÃES, Eduardo. Semântica do acontecimento: um estudo enunciativo da designação. Campinas: Editora Pontes, 2002b.

GUIMARÃES, Eduardo. Semântica e Pragmática. In: GUIMARÃES, Eduardo, ZOPPI-FONTANA. (Org.). A Palavra e a frase: introdução às ciências da linguagem. Campinas: Pontes Editores, 2010. p. 113-146.

LAYRARGUES, Philippe Pomier. Educação Ambiental como compromisso social: o desafio da superação das desigualdades. In: LOUREIRO, Carlos F. Bernardo, LAYRARGUES, Philippe Pomier, CASTRO, Ronaldo Souza de. (Org.). Repensar a educação ambiental: um olhar crítico. São Paulo: Cortez, 2009. p. 11-31.

OLIVEIRA, Sheila Elias de. Cidadania: história e política de uma palavra. Campinas: Pontes Editores, RG Editores, 2006.

ORLANDI, Eni Puccinelli. Discurso em análise: sujeito, sentido, ideologia. 3. ed. Campinas: Pontes Editores, 2017.

PELICIONE, Maria Cecília Focesi; PHILIPPI-JUNIOR, Arlindo. Bases políticas, conceituais, filosóficas e ideológicas da Educação Ambinetal. In: PELICIONE, Maria Cecília Focesi; PHILIPPI-JUNIOR, Arlindo. (Org.). Educação ambiental e sustentabilidade. Barueri: Editora Manole, 2005. p. 3-14.

RODRIGUES, Vera Regina. Muda o mundo, Raimundo!: educação ambiental no ensino básico do Brasil. Brasília: Fundo Mundial para a Natureza; WWF, 1996.

SILVA NETO, Pompílio Paulo Azevedo. Projeto Pesquisa Escola Verde. [Entrevista cedida para Andressa Fabrina Klauck e Rhafaela Rico Bertolino Beriula]. 20 mar. 2019, Sinop, MT, 2019. Gravação digital (16 m 13 s).

TRUGILLO, Edneuza Alves. Projeto Pesquisa Escola Verde. [Entrevista cedida para Andressa Fabrina Klauck e Rhafaela Rico Bertolino Beriula]. 28 mar. 2019, Sinop, MT, 2019. Gravação digital (42 m 59 s).

VERDE. In: DICIO, Dicionário Online de Português. Porto: 7Graus, 2019, s. p. Disponível em: https://www.dicio.com.br/indole/. Acesso em: 19 maio 2019.

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO – UNEMAT. Estrutura Do Projeto De Pesquisa Escola Verde: Estudo Sobre Política E Formação em Educação Ambiental. Sinop: Diretoria de Gestão de Pesquisa; Unemat, 2018.

Downloads

Publicado

2021-04-15

Como Citar

BERIULA, R. R. B. .; KLAUCK, A. F. .; OLIVEIRA, T. P. de . Espaço enunciativo urbano: entrevista com os idealizadores do projeto pesquisa escola verde. RUA, Campinas, SP, v. 27, n. 1, p. 149–168, 2021. DOI: 10.20396/rua.v27iI.8665221. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rua/article/view/8665221. Acesso em: 27 set. 2022.

Edição

Seção

Estudos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)