Banner Portal
Soberania, industrialização e integração nacional
PDF

Palavras-chave

Cano, Wilson, 1937-2020
Regional inequalities in Brazil
Industry and territory
Deindustrialization
Regional development policies

Como Citar

LACERDA, Antonio Corrêa de; SEVERIAN, Danilo. Soberania, industrialização e integração nacional: Wilson Cano e os mosaicos do desenvolvimento brasileiro. Economia e Sociedade, Campinas, SP, v. 30, n. esp., p. 619–635, 2021. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ecos/article/view/8667571. Acesso em: 17 jun. 2024.

Resumo

A obra de Wilson Cano perpassa diferentes aspectos do desenvolvimento econômico, tendo como centralidade a preocupação com a soberania nacional. O artigo traz uma leitura da produção intelectual de Cano destacando sua abordagem original sobre os aspectos regionais da industrialização brasileira e a importância que o complexo capitalista cafeeiro exerceu neste processo. Destaca e qualifica, ainda, os períodos de concentração e desconcentração da atividade industrial no território brasileiro em relação ao Centro-Sul, sobretudo quanto ao estado de São Paulo, e os efeitos deletérios que a reorientação do papel do Estado e a hegemonia das políticas de corte neoliberal exerceram sobre a dinâmica regional e a estrutura produtiva do país. Os sentidos que as políticas de corte regional assumem contemporaneamente também são tratados à luz do debate proposto por Wilson Cano, bem como as possibilidades de retomada do aparelho industrial no Brasil.

PDF

Referências

BRANDÃO, Carlos A. As ausências e os elos faltantes nas análises regionais no Brasil e a proposição de uma agenda de pesquisa de longo prazo. Rio de Janeiro: Ipea, mar. 2019. (Texto para Discussão, n. 2461).

CANO, Wilson (Coord.). O processo de interiorização da indústria paulista – 1920 a 1980. São Paulo: Fundação SEADE, 1988. (Coleção Economia Paulista).

CANO, Wilson. Raízes da concentração industrial em São Paulo. 3. ed. São Paulo: Hucitec, 1991 [1977].

CANO, Wilson. Auge e inflexão da desconcentração econômica regional. In: AFFONSO, R. B. A.; SILVA, P. B. (Org.). A Federação em perspectiva. São Paulo: Fundap, 1995, p. 319-415.

CANO, Wilson. A desconcentração espacial da indústria paulista. Boletim Regional – Informativo da Política Nacional de Desenvolvimento Regional, Brasília, n. 1, p. 18-22, 2006.

CANO, Wilson. Desequilíbrios regionais e concentração industrial no Brasil – 1930-1970. São Paulo: Editora Unesp: 2007 [1981].

CANO, Wilson. Desconcentração produtiva e regional no Brasil: 1970-2005. São Paulo: Editora Unesp, 2008.

CANO, Wilson. Reflexões sobre o papel do capital mercantil na questão regional e urbana do Brasil. Revista da Sociedade Brasileira de Economia Política, São Paulo, n. 27, p. 29-57, out. 2010.

CANO, Wilson. Novas determinações sobre as questões regional e urbana após 1980. Revista Brasileira de Estudos Regionais e Urbanos, v. 13, n. 2, p. 27-55, nov. 2011.

CANO, Wilson. A desindustrialização no Brasil. Economia e Sociedade, Campinas, v. 21, Número Especial, p. 831-851, dez. 2012.

CANO, Wilson. Brasil – Construção e desconstrução do desenvolvimento. Economia e Sociedade, Campinas, v. 26, n. 2 (60), p. 263-302, ago. 2017.

CARNEIRO, Ricardo. Commodities, choques externos e crescimento: reflexões sobre a América Latina. Santiago do Chile: Cepal, jan. 2012.

DINIZ, Clélio Campolina. Dinâmica regional da indústria no Brasil: início de desconcentração, risco de reconcentração. Tese (Professor Titular)–Belo Horizonte, UFMG, 1991.

DINIZ, Clélio Campolina. Desenvolvimento poligonal no Brasil: nem desconcentração, nem contínua polarização. Nova Economia, [s. l.], v. 3, n. 1, 1993.

DINIZ, Clélio Campolina. A dinâmica regional recente da economia brasileira e suas perspectivas. Rio de Janeiro: Ipea, jun. 1995. (Texto para Discussão, n. 375).

FILGUEIRAS, Luiz. História do Plano Real. São Paulo: Boitempo Editorial, 2000.

GTDN. Grupo de Trabalho para o Desenvolvimento do Nordeste. Conselho de Desenvolvimento. Presidência da República. Uma política de desenvolvimento econômico para o Nordeste. Rio de Janeiro: Departamento de Imprensa Nacional, 1959.

HIRSCHMAN, Albert O. Estratégia do desenvolvimento econômico. Rio de Janeiro: Editora Fundo de Cultura, 1961.

MACEDO, Fernando C. de; PORTO, Leonardo R. Proposta de atualização das tipologias da PNDR: Nnota metodológica e mapas de referência. Brasília: Ipea, set. 2018. (Texto para Discussão, n. 2414).

MELLO, João Manuel Cardoso de. O capitalismo tardio. 8. ed. São Paulo: Ed. Brasiliense, 1991.

MYRDAL, Gunnar. Teoria econômica e regiões subdesenvolvidas. Rio de Janeiro: Editora Saga, 1965.

PERROUX, François. A economia do século XX. Lisboa: Editora Herder, 1967.

SEVERIAN, Danilo. Regiões especializadas em commodities: apontamentos sobre a estrutura fiscal e produtiva em contexto de regressão estrutural da economia brasileira. Boletim Regional, Urbano e Ambiental, Brasília, Ipea, n. 21, jan./jun. 2021.

SEVERIAN, Danilo. Indústria e Território no Brasil: desenvolvimento regional e divisão interna do trabalho industrial no Brasil entre 1995 e 2015. Dissertação (Mestrado em Economia)–Programa de Estudos Pós-Graduados em Economia Política, Pontífice Universidade Católica, SP, 2019.

TAVARES, M. C. O processo de substituição de importações como modelo de desenvolvimento na América Latina. In: BIELSCHOWNSKY, R. Cinquenta anos de pensamento na Cepal. Rio de Janeiro: Editora Record, 2000.

Creative Commons License
Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Copyright (c) 2021 Economia e Sociedade

Downloads

Não há dados estatísticos.