Banner Portal
A seletividade penal brasileira, seu momento de maior incidência e o ciclo da injustiça histórica
PDF

Palavras-chave

Direitos humanos
Seletividade penal
Direito penal do autor
Injustiça histórica
Democracia elitista

Como Citar

AFONSO, Paulo Adaias Carvalho; TRAD FILHO, Fábio Ricardo; FLORES, Andrea. A seletividade penal brasileira, seu momento de maior incidência e o ciclo da injustiça histórica: breve análise do cenário. Ideias, Campinas, SP, v. 13, n. 00, p. e022016, 2022. DOI: 10.20396/ideias.v13i00.8670370. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ideias/article/view/8670370. Acesso em: 22 maio. 2024.

Resumo

O presente trabalho se instaura a partir de uma visão dos Direitos Humanos, observando que a justiça criminal brasileira funciona, muitas das vezes, ainda sob premissas coloniais. Nota-se que, o grupo dos encarcerados em nosso país é majoritariamente formado por membros de grupos oprimidos, desde os primórdios coloniais, como os indígenas e os negros, mas sobretudo os pobres. É contra eles que a balança da justiça pesa de maneira muito mais contundente. Sob a ótica do professor Boaventura de Souza Santos, é aferível que a constatação de maior inflição de sofrimento a certos cidadãos, ainda aqueles marginalizados e excluídos social e economicamente na época da colonização, é produto da turbulência entre raízes e opções o que acaba por gerar tanto a injustiça cognitiva quanto a injustiça histórica, esta segunda, será objeto de análise mais profunda neste artigo. Ademais, outro conceito muito valioso para a análise deste fenômeno histórico social e calcado também pelo professor Boaventura de Souza Santos é o conceito de democracia elitista que será, também, abordado neste trabalho, realizando um paralelo entre estes conceitos teóricos e a prática punitiva atual no Estado brasileiro. O artigo se utilizará do método de abordagem dedutivo e do método de procedimento bibliográfico, apoiando-se nas teorias de autores da chamada teoria crítica que terão algumas de suas ideias e conceitos, sinteticamente, utilizados como ferramentas de compreensão do problema que é a seletividade penal em solo brasileiro.

https://doi.org/10.20396/ideias.v13i00.8670370
PDF

Referências

BATISTA, Nilo. Novas tendências do direito penal: artigos, conferências e pareceres. Rio de Janeiro: Editora Revan, 2003.

BAUMAN, Zygmunt. Globalização: as consequências humanas. Tradução Marcus Penchel. Rio de Janeiro: Zahar, 1999.

BRASIL. Lei n.o 11.343, de 23 de agosto de 2006. Institui o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas - Sisnad; prescreve medidas para prevenção do uso indevido, atenção e reinserção social de usuários e dependentes de drogas; estabelece normas para repressão à produção não autorizada e ao tráfico ilícito de drogas; define crimes e dá outras providências. Brasília (DF), 23 ago. 2006. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2006/lei/L11343.htm.

BRASIL. Lei n.o 12.852, de 5 de agosto de 2013. Institui o Estatuto da Juventude e dispõe sobre os direitos dos jovens, os princípios e diretrizes das políticas públicas de juventude e o Sistema Nacional de Juventude - SINAJUVE. Brasília (DF), 5 ago. 2013. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/CCIVIL_03/_Ato2011-2014/2013/Lei/L12852.htm.

GARCIA, Maria Fernanda. Genocídio no Brasil: mais de 70% da população indígena foi morta. Observatório do Terceiro Setor, São Paulo, 2020. Disponível em: https://observatorio3setor.org.br/noticias/genocidio-brasil-mais-de-70-da-populacao-indigena-foi-morta/. Acesso em: 18 jul. 2021.

MARQUES, Fernando Tadeu; CONTE, Christiany Pegorari Pegorari; RIBEIRO, Nayara Araújo. A afronta aos direitos humanos e a garantia constitucional da inviolabilidade do domicílio a partir da busca e apreensão coletiva em áreas periféricas. Revista Direito UFMS, Campo Grande, v. 5, n. 1, p. 135–154, 2019. ISSN: 2447-2336. DOI: 10.21671/rdufms.v5i1.7539. Disponível em: https://desafioonline.ufms.br/index.php/revdir/article/view/7539. Acesso em: 12 jul. 2022.

MENDES, Kíssila Teixeira. Segurança pública e lógica neoliberal: a realidade brasileira. Idéias, Campinas, v. 7, n. 1, p. 203–226, 2016. ISSN: 2179-5525. DOI: 10.20396/ideias.v7i1.8649517. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ideias/article/view/8649517. Acesso em: 12 jul. 2022.

MOURA, Marcos Vinícius (Org). Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias Atualização - Junho de 2017. Brasília: Ministério da Justiça e Segurança Pública, Departamento Penitenciário Nacional, 2019. Disponível em: http://antigo.depen.gov.br/DEPEN/depen/sisdepen/infopen/relatorios-sinteticos/infopen-jun-2017-rev-12072019-0721.pdf. Acesso em: 16 mai. 2022.

POLICIAIS... Policiais são humilhados por empresário em condomínio de luxo: “Aqui é Alphaville”. Pragmatismo Político, On-line, 2020. Disponível em: https://www.pragmatismopolitico.com.br/2020/07/policiais-sao-humilhados-por-empresario-em-condominio-de-luxo-aqui-e-alphaville.html. Acesso em: 19 jul. 2021.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Pela mão de Alice: o social e o político na pós-modernidade. 9. ed., São Paulo: Cortez, 2001.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Se Deus fosse um ativista dos direitos humanos. São Paulo: Cortez, 2013.

SCHWARCZ, Lilia Moritz. Sobre o autoritarismo brasileiro. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

WACQUANT, Loïc. As prisões da miséria. Tradução André Telles. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

WERMUTH, Maiquel Ângelo Dezordi; CASTRO, André Giovane De. “Sem” Estado e “com” Estado: Aproximações biopolíticas da (in)aplicabilidade dos direitos humanos aos apátridas na Europa do Século XX e aos criminalizados no Brasil contemporâneo. Revista Direito UFMS, Campo Grande, v. 5, n. 2, p. 119-143, 2019. ISSN: 2447-2336. Disponível em: https://desafioonline.ufms.br/index.php/revdir/article/view/9101. Acesso em: 12 jul. 2022.

WESTRUPP, Cristiane; LIMA, Fernanda da Silva. Racismo, luta antirracista e os movimentos sociais negros: o crime de racismo em debate. Revista Direito UFMS, Campo Grande, v. 6, n. 1, p. 69-94, 2020. ISSN: 2447-2336. Disponível em: https://desafioonline.ufms.br/index.php/revdir/article/view/10510. Acesso em: 12 jul. 2022.

ZAFFARONI, Eugenio Raúl; BATISTA, Nilo; ALAGIA, Alejandro; SLOKAR, Alejandro. Direito penal brasileiro: Teoria geral do direito penal. 4. ed., Rio de Janeiro: Editora Revan, 2013.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Ideias

Downloads

Não há dados estatísticos.