Banner Portal
Concordância verbal de número em Kaingáng: algumas pistas
PDF

Palavras-chave

Makro-Jê. Língua Kaingáng. Concordância. Número. Plural.

Como Citar

D’ANGELIS, Wilmar da Rocha. Concordância verbal de número em Kaingáng: algumas pistas. LIAMES: Línguas Indígenas Americanas, Campinas, SP, v. 4, n. 1, p. 71–81, 2012. DOI: 10.20396/liames.v4i1.1425. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/liames/article/view/1425. Acesso em: 20 maio. 2024.

Resumo

À primeira vista, é possível pensar que, na língua Kaingang, a concordância de número no verbo se faz por dois padrões: um para os verbos transitivos, outro para os intransitivos. Mas é justamente o fato de esses padrões fazerem coincidir o tratamento do verbo transitivo ao Objeto Direto (O) com o tratamento do verbo intransitivo ao Sujeito (S) da intransitiva que nos levam a concluir tratar-se de um único padrão, que superficialmente faz variar a concordância ora com Sujeito, ora com Objeto Direto. A concordância de número, no verbo, realiza-se morfologicamente por dois modos: alguns verbos podem ser reduplicados (reduplicação da última sílaba) enquanto outros possuem uma forma própria para o singular e outra para o plural. Essa comunicação pretende apontar algumas pistas para a investigação de todos os processos de construção do plural e de concordância de número em Kaingang.
https://doi.org/10.20396/liames.v4i1.1425
PDF

Referências

ANDERSON, Stephen R. (1985). Inflectional morphology. In T. Shopen (ed.), Language Typology and syntactic description - vol. III: Grammatical categories and the lexicon. Cambridge: Cambridge University Press, p. 150-201.

ANDREWS, Avery. (1985). The major functions of the noun phrase. In T. Shopen (ed.), Language Typology and syntactic description - vol. I: Clause structure. Cambridge: Cambridge University Press, p.62-154.

CRYSTAL, David. (1988). Dicionário de Lingüística e Fonética. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed. D’ANGELIS, Wilmar da Rocha. (1995). Ergatividade em Kaingáng? In I ENCONTRO DO CELSUL. Florianópolis, Universidade Federal de Santa Catarina, 13-14 nov.1995.

LYONS, John. (1979). Introdução à lingüística teórica. Trad. R.V. Mattos e Silva e H. Pimentel. São Paulo: Cia Ed. Nacional/Edusp.

VEIGA, Juracilda. (1994). Organização social e cosmovisão Kaingáng: uma introdução ao parentesco, casamento e nominação em uma sociedade Jê Meridional. Campinas: IFCH-Unicamp. Dissertação de Mestrado.

A LIAMES: Línguas Indígenas Americanas utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Os artigos e demais trabalhos publicados na LIAMES: Línguas Indígenas Americanas, publicação de acesso aberto, passa a seguir os princípios da licença do Creative Commons. Uma nova publicação do mesmo texto, de iniciativa de seu autor ou de terceiros, fica sujeita à expressa menção da precedência de sua publicação neste periódico, citando-se a edição e a data desta publicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.