Banner Portal
Manifestações da ergatividade em caxinauá (pano)
PDF

Palavras-chave

Actantes. Marcação de caso. Ergatividade cindida. Línguas Pano. Kaxinawá. Sintaxe.

Como Citar

CAMARGO, Eliane. Manifestações da ergatividade em caxinauá (pano). LIAMES: Línguas Indígenas Americanas, Campinas, SP, v. 5, n. 1, p. 55–88, 2012. DOI: 10.20396/liames.v5i1.1439. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/liames/article/view/1439. Acesso em: 25 abr. 2024.

Resumo

Trata-se de um estudo sobre a sintaxe de ergatividade cindida em caxinauá (pano) que apresenta um padrão ergativo com os argumentos nominais, um padrão acusativo com os argumentos pronominais e um padrão neutro, marcado unicamente pela 3a. pessoa do singular. Este texto mostra os diferentes padrões de alinhamento e suas características morfológicas e sintáticas. As marcações de caso das construções antipassiva e passiva também são apresentadas.
https://doi.org/10.20396/liames.v5i1.1439
PDF

Referências

CAMARGO, E. (2002a). Cashinahua personal pronouns in grammatical relations. In Mily Crevels et al (eds.). Indigenous Languages of Lowland South America 3: 149-168. The Netherlands: Leiden University.

CAMARGO, E. (2002b). A ergatividade cindida em caxinauá (pano). Fonologia, Gramática e História. Atas do I Encontro Internacional do GT-Línguas Indígenas/ANPOLL, t.2: 72-88. Belém: UFPA, Editora Universitária.

COMRIE, B. (1978). Ergativity. In Lehmann, W.P. (ed.). Syntactic Typology: Studies in the phenomenology of language, p. 329-394. Austin/London: University of Texas, Press.

DIXON, R.W. (1979). Ergativity. Language 55: 59-138.

DIXON, R.W. (1994). Ergativity. Cambdridge: Cambridge University Press.

DU BOIS, J. (1987). The discourse basis of ergativity. Language 63(4): 805-855.

LAZARD, G. (1985). Formes et fonctions du passif et de l’antipassif. Actances/1,RIVALC-CNRS: 7-57.

LAZARD, G. (1985). (1994). Actance. Paris: PUF.

LAZARD, G. (1997). Actance, diathèse: questions de definition. Bulletin de la Société de Linguistique de Paris, t. xcii, fasc. 1: 115-136.

LOOS, E. (1999). Pano. In R. W. Dixon & A. Aikhenvald (eds.). The Amazonian Languages, p. 227-250. Cambridge: Cambridge University Press.

PAYNE, Th. E. (1997). Describing morphosyntax. A guide for field linguists. Cambridge: Cambridge University Press.

A LIAMES: Línguas Indígenas Americanas utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Os artigos e demais trabalhos publicados na LIAMES: Línguas Indígenas Americanas, publicação de acesso aberto, passa a seguir os princípios da licença do Creative Commons. Uma nova publicação do mesmo texto, de iniciativa de seu autor ou de terceiros, fica sujeita à expressa menção da precedência de sua publicação neste periódico, citando-se a edição e a data desta publicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.