Banner Portal
Língua e culturas Macro-Jê.
PDF

Palavras-chave

Tronco makro-jê. Línguas jê. Empréstimos linguísticos. Eergatividade cindida. Prefixos relacionais.

Como Citar

GOMES, Antonio Almir Silva. Língua e culturas Macro-Jê. LIAMES: Línguas Indígenas Americanas, Campinas, SP, v. 9, n. 1, p. 107–111, 2010. DOI: 10.20396/liames.v9i1.1468. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/liames/article/view/1468. Acesso em: 18 abr. 2024.

Resumo

O conjunto de artigos que constitui Línguas e Culturas Macro-Jê, organizado por Silvia Lucia B. Braggio (UFG) e Sinval Martins de Sousa Filho (UFG), é resultado de trabalhos apresentados no VI Encontro de Línguas e Culturas Macro-Jê, realizado na Universidade Federal de Goiás em 2008. Como se poderá notar ao longo desta resenha, constitui-se importante fonte de informação acerca de línguas que compõem o Tronco linguístico Macro-Jê. A variedade de temas que se encontra na referida obra enriquece ainda mais o conhecimento que se tem acerca deste Tronco Linguístico brasileiro e ilustra a relação profícua que se pode estabelecer entre Linguistas e Antropólogos.

https://doi.org/10.20396/liames.v9i1.1468
PDF

Referências

CARVALHO, Nelly (1989). Empréstimos Linguísticos. São Paulo: Editora Ática, S.A.

LOUKOTKA, Èestmir (1932). La família lingüística Kamakan del Brasil. Revista del Instituto de Etnologia 2: 493-524.

QUEIXALÓS, F.; RENAULT-LESCURE, O. (2000) (orgs.). As línguas amazônicas hoje. São Paulo: IRD/ISA/MPEG.

URBAN, G. (1992). A história da cultura brasileira segundo as línguas nativas. In Manuela Carneiro Cunha (org.). História dos Índios do Brasil, pp. 87-102. São Paulo: FAPESP/Companhia das Letras.

WOOLFORD, Ellen (1997). Four-Way Case Systems; Ergative, Nominative, Objective and Accusative. Natural Language and Linguistic Theory 15: 181-227.

WOOLFORD, Ellen (2006). Case-Agreement Mismatches. In Cedric Boeckx (ed.). Agreement Systems, pp. 317-339. Amsterdam/Philadelphia: John Benjamins.

A LIAMES: Línguas Indígenas Americanas utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Os artigos e demais trabalhos publicados na LIAMES: Línguas Indígenas Americanas, publicação de acesso aberto, passa a seguir os princípios da licença do Creative Commons. Uma nova publicação do mesmo texto, de iniciativa de seu autor ou de terceiros, fica sujeita à expressa menção da precedência de sua publicação neste periódico, citando-se a edição e a data desta publicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.