Banner Portal
Revista LingüíStica (2008). Revista do Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
PDF

Palavras-chave

Línguas indígenas. Tronco makro-Jê. Língua xavante. Língua panará. Língua waimiri-atroari. Língua tapirapé. Fonologia. Língua paresi-haliti.

Como Citar

GOMES, Antonio Almir Silva. Revista LingüíStica (2008). Revista do Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal do Rio de Janeiro. LIAMES: Línguas Indígenas Americanas, Campinas, SP, v. 10, n. 1, p. 123–128, 2010. DOI: 10.20396/liames.v10i1.1514. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/liames/article/view/1514. Acesso em: 21 maio. 2024.

Resumo

O volume 4, n.2, de dezembro de 2008, da revista Lingüíßtica publicada pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística da Universidade Federal do Rio de Janeiro é dedicado às línguas indígenas brasileiras. Tal dedicatória, conforme explicitado na Apresentação da mesma, se justifica em virtude do ano 2008 ter sido proclamado pelas Nações Unidas o Ano Internacional das Línguas. Nesse contexto, pretendeu-se neste número homenagear a “diversidade, vitalidade e riqueza das línguas nativas ainda faladas no Brasil” (p. 109). Para tal, o volume apresenta seis artigos cujos conteúdos abrangem descrição e análise de aspectos da fonologia e da morfossintaxe de distintas línguas indígenas brasileiras.

https://doi.org/10.20396/liames.v10i1.1514
PDF

Referências

CHOMSKY, N. (1982). Some Concepts and Consequences of the Theory of Government and Binding. Cambridge, MA: MIT Press.

CHOMSKY, N. (1995). The Minimalist Program. Cambridge, MA: MIT Press.

CHOMSKY, N. (1999). Derivation by phase. Cambridge, MA: MIT Press. (MIT Occasional Papers).

CLEMENTS, G. N.; HUME, Elizabeth V. (1995). The Internal Organization of Speech Sounds. In John Goldsmith (ed.). The Handbook of Phonological Theory, pp. 245-306.Oxford: Blackwell Publishers.

COMRIE, Bernard. (1989). Causative Constructions. In COMRIE, Bernard. Language Universals and Linguistic Typology, pp. 165-184. The University of Chicago Press.

DIXON, R. M. W. (1979). Ergativity. Language 55(1): 59-138.

GILDEA, Spike (1998). On Reconstructing Grammar: Comparative Cariban Morphosyntax. Oxford: Oxford University Press.

GILDEA, Spike (in press). Linguistic studies in the Cariban family. In Lyle Campbell; Verónica Grondona (eds.). Handbook of South America Languages. Berlin: Mouton de Gruyter.

HALE, Kenneth.; KEYSER, Samuel Jay (1993). On Argument Structure and the Lexical Expression of Syntactic Relations. In Kenneth Hale; Samuel Jay Keyser (eds.) The View From Building 20, pp. 53-109. Cambridge, MA.: The MIT Press.

KLAIMAN, M. H. (1992). Inverse Languages. Lingua 88(3/4): 227-261.

MEIRA, Sérgio (2000). The accidental intransitive split in the Cariban family. In Spike Gildea (ed.). Reconstructing Grammar: Comparative Linguistics and Grammaticalization Theory, pp. 201-230. Amsterdam/Philadelphia: John Benjamins.

OTSUKA, Yuko (2006). Syntactic Ergativity in Tongan In A.Johns et al (eds.). Ergativity. Studies in Natural Languages and Linguistic Theory, pp. 79-107. Netherlands: Springer.

PIKE, Kenneth (1947) Phonemics: a technique for reducing languages to writing. Ann Arbor: University Michigan Press.

RAPOSO, Eduardo; URIAGEREKA, Juan (1996). Indefinite SE. Natural Language and Linguistic Theory 14: 749-810.

WOOLFORD, Ellen.. (2007). Case Locality: pure domains and object shift. Língua 117(9):1591-1616.

A LIAMES: Línguas Indígenas Americanas utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Os artigos e demais trabalhos publicados na LIAMES: Línguas Indígenas Americanas, publicação de acesso aberto, passa a seguir os princípios da licença do Creative Commons. Uma nova publicação do mesmo texto, de iniciativa de seu autor ou de terceiros, fica sujeita à expressa menção da precedência de sua publicação neste periódico, citando-se a edição e a data desta publicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.