Banner Portal
AMAPO, Alfredo Tabo (2008). El eco de las voces olvidadas – una autoetnografía y etnohistoria de los Cavineños de la Amazonía boliviana. Edição de Mickaël Brohan & Enrique Herrera. Copenhague: IWGIA, 311 p.
PDF

Palavras-chave

Línguas Amazônicas. Línguas da Bolívia. Etno-história indígena. Autobiografia.

Como Citar

CUNHA, Adan Phelipe. AMAPO, Alfredo Tabo (2008). El eco de las voces olvidadas – una autoetnografía y etnohistoria de los Cavineños de la Amazonía boliviana. Edição de Mickaël Brohan & Enrique Herrera. Copenhague: IWGIA, 311 p. LIAMES: Línguas Indígenas Americanas, Campinas, SP, v. 10, n. 1, p. 137–139, 2010. DOI: 10.20396/liames.v10i1.1516. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/liames/article/view/1516. Acesso em: 13 abr. 2024.

Resumo

Reconhecendo as transformações ocorridas em seu povo, decorrentes do processo “civilizatório”, devido ao contato com os missionários europeus durante o período de colonização do continente americano, Amapo (2008) tem por objetivo, neste livro, apresentar aos jovens de sua nação, e aos demais interessados, a história de seu povo: os Cavinenhos. Sua meta, já anunciada no título “O eco das vozes esquecidas”, é preservar as inestimáveis estórias da tradição oral de sua gente, ignoradas pelas gerações mais púberes. Resultada de inúmeros anos de pesquisa e redação, a obra se divide em três grandes seções, e conta ainda com uma densa introdução (“Prólogo”, p. 12-45), escrita pelos editores, além de mapas e anexos. Muitas dificuldades enfrentou o autor até a publicação do livro, em 2008, cuja redação foi terminada ainda nos anos 1982 : da rechaça por alguns membros de seu grupo, até o desinteresse por parte das editoras. Como toda obra historiográfica, esta não é neutra, e nem dá conta da totalidade dos fatos, sendo, portanto, um recorte dos acontecimentos, segundo os critérios de seleção daquele que a narra. O texto está em espanhol, para atingir um número maior de leitores, e o próprio autor realizou as traduções dos textos em língua cavinenha.

https://doi.org/10.20396/liames.v10i1.1516
PDF

A LIAMES: Línguas Indígenas Americanas utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Os artigos e demais trabalhos publicados na LIAMES: Línguas Indígenas Americanas, publicação de acesso aberto, passa a seguir os princípios da licença do Creative Commons. Uma nova publicação do mesmo texto, de iniciativa de seu autor ou de terceiros, fica sujeita à expressa menção da precedência de sua publicação neste periódico, citando-se a edição e a data desta publicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.