AAD-69

o marco histórico de um discurso fundador

Autores

DOI:

https://doi.org/10.20396/lil.v44i0.8657797

Palavras-chave:

Objeto de análise, Discurso, Discurso fundador.

Resumo

No ano em que a Análise Automática do Discurso, de Michel Pêcheux, completa cinquenta anos, foi de fundamental importância examinar o modo como o autor produziu essa obra fundadora que estabeleceu um novo objeto de análise no campo dos Estudos da Linguagem. Este artigo vai acompanhar o duplo movimento teórico empreendido por Pêcheux: por um lado, demarcar seu objeto dos demais objetos que compõem a área e, por outro, formular e teorizar o novo objeto de análise - o discurso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Freda Indursky, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

         

Referências

INDURSKY, F. (2014). “A interlocução discursiva urbana”. In: TFOUNI, L.V.; MARTHA, D. J. B. (Orgs.) O (in)esperado de Jakobson. Campinas: Mercado de Letras. p.107-131.

JAKOBSON, R. ([1960]1969). Linguística e comunicação. Trad.: Isidoro Blikstein e José Paulo Paes. São Paulo: Cultrix.

ORLANDI, E.P. (1996). Interpretação; autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. Petrópolis, RJ: Vozes.

PÊCHEUX, M. ([1969] 1990). “Análise automática do discurso (AAD69)”. Trad.: Eni P. Orlandi. In: GADET, F.; HAK. T. (Orgs.). Por uma análise automática do discurso; uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Campinas: Ed. da UNICAMP.

SAUSSURE, F. de. ([1916] 1974). Curso de linguística geral. 6.ed. Org.: Charles Bally e Albert Sechehaye. Pref. ed. bras.: Isaac N. Salum. Trad.: Antônio Chelini; Paulo Paes; Izidoro Blikstein. São Paulo: Cultrix.

Downloads

Publicado

2019-12-09

Como Citar

INDURSKY, F. AAD-69: o marco histórico de um discurso fundador. Línguas e Instrumentos Linguísticos, Campinas, SP, n. 44, p. 157–173, 2019. DOI: 10.20396/lil.v44i0.8657797. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/lil/article/view/8657797. Acesso em: 24 out. 2021.

Edição

Seção

Dossiê