Banner Portal
O espaço rural como constitutivo de uma formação imaginária de caipira na obra da linguista Ada Rodrigues
PDF

Palavras-chave

Espaço rural
Sujeito caipira
O dialeto caipira.

Como Citar

SANTOS, Isabela Brossi dos; COSTA, Maria Iraci Sousa. O espaço rural como constitutivo de uma formação imaginária de caipira na obra da linguista Ada Rodrigues. Línguas e Instrumentos Linguísticos, Campinas, SP, n. 43, p. 76–98, 2019. DOI: 10.20396/lil.v0i43.8658325. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/lil/article/view/8658325. Acesso em: 25 abr. 2024.

Resumo

Este artigo apresenta resultados parciais da pesquisa que temos desenvolvido junto ao projeto nuclear “A produção de sentidos a partir da relação língua, sujeito e história na circulação do conhecimento linguístico”. Ele, escrito a quatro mãos, busca compreender a importância da exterioridade na constituição do sujeito e da língua, tomando como ponto de partida para nossa reflexão a obra “O Dialeto Caipira”, de Amadeu Amaral (1920), e “O Dialeto Caipira da Região de Piracicaba”, de Ada Rodrigues (1974). A nossa proposta inscreve-se na perspectiva da História das Ideias Linguísticas, na sua articulação com a Análise de Discurso, tal como vem sendo desenvolvida no Brasil.

https://doi.org/10.20396/lil.v0i43.8658325
PDF

Referências

AMARAL, A. (1976). O Dialeto Caipira, 3. Ed. São Paulo: HUCITECSCET-CEC.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE LINGUÍSTICA. [s/i] Sócios Fundadores. Disponível em: http://abralin.org/site/institucional/. Acesso em: 21 maio 2017.

AUROUX, S. (2008). A questão da origem das línguas, seguido de A historicidade das ciências. Campinas- SP: Editora RG.

CÂMARA JR, M. (1968). Dicionário de filologia e gramática: referente à língua portuguesa. 3. ed. Rio de Janeiro: J.Ozon+ Editor.

CÂMARA JR, M. (1976). “A Linguística Brasileira”. In: NARO, A. J. (org). Tendências Atuais da Linguística e da Filologia no Brasil, Rio de Janeiro: Francisco Alves Editora. p. 45-64.

CÂNDIDO, A. (1964). Os Parceiros do Rio Bonito. Estudo sobre o Caipira Paulista e a Transformação dos seus Meios de Vida. Rio de Janeiro: José Olympio Editora.

CASTILHO, A. T. (1962). Estudos linguísticos no Brasil. Alfa, São Paulo, n. 2.

GUIMARÃES, E. (2004). História da Semântica: sujeito, sentido e gramática no Brasil. Campinas, SP: Pontes Editores.

GUIMARÃES, E. (2018). Semântica: enunciação e sentido. Campinas- SP: Pontes.

MEDEIROS, G; OLIVEIRA, M. (2012). O Dialeto Caipira, de Amadeu Amaral Discurso Fundador e Acontecimento Discursivo. Disponível em: http://llp.bibliopolis.info/confluencia/pdf/363.pdf. Acesso em: 7 abr. 2018.

NOGUEIRA, O. (1992). “Homenagem: José Albertino Rosario Rodrigues”. In: Revolução Social, São Paulo, v. 1,2, n. 4, p. 199-203, 1992. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ts/v4n1-2/0103-2070-ts-04-02-0199.pdf. Acesso em: 30 jul. 2018.

ORLANDI, E. P. (2008). Terra à Vista: Discurso do confronto: Velho e Novo Mundo. 2. ed. Campinas- SP: Unicamp.

ORLANDI, E. P. (2009). Analise de Discurso: Princípios e Procedimentos, 8. ed. Campinas: Pontes.

ORLANDI, E. P. (2007). Interpretação: autoria, leitura e efeitos do trabalho simbólico. 5. ed. São Paulo: Pontes.

PAGOTTO, E. G. (2006). “Sociolinguística”. In: PFEIFFER, C. C. et al. Linguagem, História e Conhecimento. Campinas- SP: Pontes, cap. 4, p. 49-72.

PÊCHEUX, M. (1990). Análise automática do discurso (AAD-69). In: GADET, F.; HAK, T. (Orgs.). Por uma análise automática do discurso: uma introdução à obra de Michel Pêcheux. Tradução Bethania Mariani [et al]. Campinas, SP: Editora da Unicamp, p. 61-105.

PÊCHEUX, M. (2015). O Discurso: Estrutura ou acontecimento. 7. ed. Campinas- SP: Pontes.

PÊCHEUX, M. (2014). Semântica e discurso: uma crítica à afirmação do óbvio. 5. ed. Campinas- SP: Editora da Unicamp.

RODRIGUES, A. N. (1974). O dialeto caipira na região de Piracicaba. São Paulo: Atica.

SÃO PAULO. (2016). Decreto nº 16.766, de 25 de agosto de 2016. Dispõe sobre o Registro do "Dialeto e Sotaque Piracicabano" como Patrimônio Histórico e Cultural Imaterial da cidade de Piracicaba. Piracicaba, 25 ago. 2016. Disponível em: http://conselhos.piracicaba.sp.gov.br/codepac/relacao-de-bensimateriais/. Acesso em: 14 maio 2019.

SCHERER, A. E. (2008). “Dos domínios e das fronteiras: o lugar fora do lugar em outro e mesmo lugar”. In: SARGENTINI, V.; GREGOLIN, M. R (Org). Análise do Discurso: Heranças, métodos e objetos. São Carlos: Editora Claraluz Ltda. p. 131-141.

SCHERER, A. E. (2005). “Linguística no sul: estudo das ideias e organização da memória”. In: GUIMARÃES, E.; BRUM DE PAULA, M. R. (Org). Sentido e Memória. Campinas: Pontes. p. 9-26.

SILVA, S. R. (2009). Da abordagem estrutural ao gerativismo chomskyano. Disponível em: http://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/soletras/article/download/7031/4970. Acesso em: 28 maio 2018.

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA (UFBA). [s/i], 2014. Biografia de Nelson Rossi. Disponível em: https://alib.ufba.br/sites/alib.ufba.br/files/biografia_n._rossi.pdf. Acesso em: 07 abr. 2018.

A revista Línguas e Instrumentos Linguísticos utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.