Banner Portal
Resultado e experiência
PDF

Palavras-chave

Aspecto perfect
Perfect resultativo
Perfect experiencial
Ordenamento VP-advérbio
Português brasileiro

Como Citar

SANT’ANNA, Amanda Alevato de; MARTINS, Adriana Leitão; GOMES, Jean Carlos da Silva. Resultado e experiência: leituras aspectuais a partir do ordenamento VP-advérbio “já” no português brasileiro. Línguas e Instrumentos Linguísticos, Campinas, SP, v. 25, n. 50, p. 59–80, 2022. DOI: 10.20396/lil.v25i50.8671076. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/lil/article/view/8671076. Acesso em: 25 jun. 2024.

Resumo

O perfect refere-se a um intervalo que relaciona dois pontos no tempo, podendo dividir-se em universal, resultativo (PRes) e experiencial (PEx) (PANCHEVA, 2003). Segundo Nespoli (2018), existem advérbios/expressões adverbiais específicos do perfect, sendo o “já” um advérbio veiculador de PRes e PEx. Buscou-se verificar as leituras de perfect associado ao presente – PRes ou PEx – que emergem a partir do ordenamento do sintagma verbal em relação ao advérbio “já” no português brasileiro (PB). Metodologicamente, aplicou-se um teste de leitura. Os resultados indicaram que os ordenamentos VP + “já” e “já” + VP licenciam as leituras de resultatividade e experiência. Assim, o ordenamento VP-advérbio em PB não se mostrou um fator relevante na determinação dos valores de PRes e PEx. Discutiu-se que o determinante que introduz o DP complemento verbal parece contribuir na determinação desses valores, sendo as sentenças com determinantes definidos interpretadas principalmente como veiculadoras de PRes e, com indefinidos, de PEx.

https://doi.org/10.20396/lil.v25i50.8671076
PDF

Referências

CINQUE, G. Adverbs and functional heads: a cross-linguistic perspective. New York: Oxford University Press, 1999.

COMRIE, B. Aspect: an introduction to the study of verbal aspect and related problems. Cambridge, MA: Cambridge University Press, 1976.

GOMES, J..; MARTINS, A.; RODRIGUES, F. The linguistic impairment of the perfect aspect in Alzheimer’s disease and logopenic primary progressive aphasia. Cadernos de Linguística, v. 2, n. 4, p. 01-22, 2021.

IATRIDOU, S.; ANAGNOSTOPOULOU, E.; IZVORSKI, R. Observations about the form and meaning of the perfect. In: ALEXIADOU, A.; RATHERT, M.; VON STECHOW, A. (Org.). Perfect Explorations. Berlin: Mouton de Gruyter (2003) p. 153-205.

MARTINS, A; RODRIGUES, N; ABREU, G. Perfect universal no português do Brasil: restrições sintático-semânticas para o uso de morfologias verbais. Confluência, n. 61, p. 157-184, 2021.

MATOS, A. O aspecto perfect no português do brasil: uma análise do tipo existencial. 2017. 30f. Monografia (Graduação em Letras) – Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017.

MCCAWLEY, J. Notes on the English Present Perfect. Australian Journal of Linguistics, v. 1. p. 81-90, 1981.

NESPOLI, J. Representação mental do perfect e suas realizações nas línguas românicas: um estudo comparativo. 2018. 178f. Tese (Doutorado em Linguística) – Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2018.

PANCHEVA, R. The aspectual makeup of Perfect participles and the interpretations of the Perfect. In: ALEXIADOU, A.; RATHERT, M.; VON STECHOW, A. (Org.). Perfect Explorations. Berlin: Mouton de Gruyter, 2003. p. 277-308.

REBOUÇAS, E. A realização morfossintática do aspecto perfect por falantes bilíngues de espanhol e inglês de Porto Rico. 2021. 274 f. Dissertação (Mestrado em Linguística). Faculdade de Letras, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2021.

RODRIGUES, N.; MARTINS, A. Evidências advindas da aquisição do português do Brasil para os tipos de perfect. Revista LinguíStica, v. 15, n. 3, p.161-184, 2019.

SANT’ANNA, A.; MARTINS, A.; GOMES, J. A representação sintática do aspecto perfect: uma análise a partir de advérbios do português brasileiro. Caderno de Squibs: Temas em estudos formais da linguagem, v. 5, n. 1, p. 84-95, 2019.

SILVA, G. Word order in Brazilian Portuguese. Berlin: Mouton de Gruyter, 2001, p. 133.

SMITH, C. The parameter of aspect. Dordrecht: Kluwer Academic Publishers, 1991.

TESCARI NETO, A. On verb movement in Brazilian Portuguese: a cartographic study. Tesi (Dottorato di Ricerca in Scienze del Linguaggio), Università Ca’ Foscari, 2013.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2022 Línguas e Instrumentos Línguísticos

Downloads

Não há dados estatísticos.