Banner Portal
"Eu não conseguia vislumbrar esse planejamento que agora eu consegui colocar em ação"
PDF

Palavras-chave

Encontros de mentoria
Desenvolvimento profissional docente
Interacionismo sociodiscursivo
Ensino de língua portuguesa

Como Citar

LOCATELLI, G. A.; CARNIN, A. "Eu não conseguia vislumbrar esse planejamento que agora eu consegui colocar em ação": conflitos e reestruturações linguageiros vividos por uma professora em formação continuada. Línguas e Instrumentos Linguísticos, Campinas, SP, v. 26, n. 52, p. 120–139, 2023. DOI: 10.20396/lil.v26i52.8674751. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/lil/article/view/8674751. Acesso em: 24 fev. 2024.

Resumo

O presente artigo teve por objetivo compreender como uma professora de Língua Portuguesa do Ensino Fundamental significou a experiência vivida na elaboração do planejamento e no desenvolvimento de propostas de ensino de língua materna, durante a pandemia de Covid-19, em encontro de mentoria vivenciado em uma proposta de formação continuada em serviço. Para tanto, a partir do arcabouço teórico-metodológico do Interacionismo Sociodiscursivo, foram analisadas verbalizações da docente provenientes de um encontro de mentoria proposto pelo grupo XXX em parceria com a rede municipal de educação de um município da região metropolitana do estado do Rio Grande do Sul. Os resultados sugerem que a professora tomou consciência sobre aspectos relacionados ao seu agir e ressignificou práticas de ensino, o que revela pistas de desenvolvimento profissional docente, especialmente na dimensão didática de seu agir.

https://doi.org/10.20396/lil.v26i52.8674751
PDF

Referências

ALMEIDA, Alessandra Preussler de. Apreensão e análise do discurso reflexivo do professor. In: GUIMARÃES, Ana Maria de Mattos; AUTOR, Nome; BICALHO, Delaine Cafiero (Org.). Formação e trabalho docente: múltiplos olhares para o ensino de língua materna. Campinas, SP: Pontes Editores, 2016. p. 13-31.

BRONCKART, Jean-Paul. O agir nos discursos: das concepções teóricas às concepções dos trabalhadores. Campinas: Mercado de Letras. 2008.

BRONCKART, Jean-Paul. Atividade de linguagem, textos e discursos: por um interacionismo sócio-discursivo. São Paulo: EDUC, 1999.

BRONCKART, Jean-Paul. Por que e como analisar o trabalho do professor. In: MACHADO, Anna Rachel; MATÊNCIO, Maria de Lourdes Meirelles (Org.). Atividade de linguagem, discurso e desenvolvimento humano. Campinas: Mercado de Letras. 2006, p. 203-230.

BRONCKART, Jean-Paul. Um retorno necessário à questão do desenvolvimento. In: BUENO, Luzia; LOPES, Maria Angela Paulino Teixeira; CRISTOVÃO, Vera Lúcia Lopes (Orgs.). Gêneros textuais e formação inicial: uma homenagem à Malu Matencio. Campinas: Mercado de Letras, 2013.

CARNIN, Anderson; MATIAS, Joseane. Formação Continuada de Professores de Língua Portuguesa do Ensino Fundamental II: língua(gem), trabalho coletivo e desenvolvimento profissional docente. In: Fronza, Cátia de Azevedo. et al. (Orgs.). Conexões com a escola que transforma: linguagem, inclusão e socioeducação. Porto Alegre: CirKula, 2022, no prelo.

GUIMARÃES, Ana Maria de Mattos; CARNIN, Anderson. Formação continuada de professores de língua portuguesa: a importância do coletivo para a ressignificação do trabalho de ensinar. Araraquara: Letraria, 2020. E-book. Disponível em: https://www.letraria.net/wp-content/uploads/2020/12/Formacao-continuada-de-professores-de-lingua-portuguesa-a-importancia-do-coletivo-para-a-ressignificacao-do-trabalho-de-ensinar-Letraria.pdf. Acesso em: 24 abr. 2023.

GUIMARÃES, Ana Maria de Mattos; DREY, Rafaela Fetzner; CARNIN, Anderson. Parece difícil e é mesmo: sobre a dificuldade de falar sobre o trabalho docente na sala de aula. In: CORREA, Márcia Cristina; GUIMARÃES, Ana Maria de Mattos. (Org.). Formação continuada de professores de língua portuguesa: desafios e possibilidades. Santa Maria: PPGL Editores/UFSM, 2012. p. 155-186.

GUIMARÃES, Ana Maria de Mattos; KERSCH, Dorotea Frank. A caminho da construção de projetos didáticos de gênero. In: GUIMARÃES, Ana Maria de Mattos; KERSCH, Dorotea Frank. (Org.). Caminhos da construção: projetos didáticos de gênero na sala de aula de língua portuguesa. 1. ed. Campinas: Mercado de Letras, 2012, p. 21-44.

GUIMARÃES, Ana Maria Mattos; MATIAS, Joseane. O papel do coletivo na formação continuada de professores: as comunidades de desenvolvimento profissional. ReVEL, edição especial, v. 18, n. 17, 2020. Disponível em: http://www.revel.inf.br/files/11b06398bc140e30084ee901c8899251.pdf. Acesso em: 24 abr. 2023.

KLEIMAN, Angela. Preciso ensinar letramento? Não basta ensinar a ler e escrever? Campinas: CEFIEL/UNICAMP, 2005.

LOCATTELLI, Gabriela Andreolla. EU ÀS VEZES ME ENCONTRO CEGA, SEM CONSEGUIR ENXERGAR ESSAS POSSIBILIDADES: REPRESENTAÇÕES SOBRE O TRABALHO DOCENTE EM CONTEXTO DE ENSINO REMOTO EMERGENCIAL. In: XXVIII MOSTRA UNISINOS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA, 28., 2021, São Leopoldo; Porto Alegre. Anais [...]. São Leopoldo; Porto Alegre: Casa Leiria, 2021. p. 765-766.

LOUSADA, Eliane Gouvêa. Entre o trabalho prescrito e o realizado: um espaço para a emergência do trabalho real do professor. Tese (Doutorado em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo, 2006.

MARCUSCHI, Luís Antônio. Análise da conversação. São Paulo: Editora Ática, 1986.

MARTINS, Carolina Campos. Formação Continuada baseada em Comunidades de Desenvolvimento Profissional: um estudo em Linguística Aplicada. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada) – Programa de Pós-Graduação em Linguística Aplicada, Universidade do Vale do Rio dos Sinos. São Leopoldo, 2020.

MIRA, Caio. A construção de objetos de discurso nas práticas conversacionais de um grupo de convivência de afásicos. Fórum Linguístico, v. 13, n. 2, p. 1131-1146, 2016. Disponível em: https://doi.org/10.5007/1984-8412.2016v13n2p1131. Acesso em: 24 abr. 2023.

ROJO, Roxane. Letramento e capacidades de leitura para a cidadania. São Paulo: SEE: CENP, 2004. Texto apresentado em Congresso realizado em maio de 2004.

SCHMIDT, Bruno Scienza; AUTOR, Nome. Acho que a escrita é fundamental. Revista Linguagem em Foco, v. 12, n. 3, p. 280-301, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.46230/2674-8266-12-4337. Acesso em: 24 abr. 2023.

SIMÕES, Luciene Juliano et al. A seleção de textos: ponto de partida da organização curricular em língua portuguesa e literatura. In: SIMÕES, Luciene Juliano et al. Leitura e autoria: planejamento e língua portuguesa e literatura. Erechim: Edelbra, 2012. p. 98-109.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Línguas e Instrumentos Línguísticos

Downloads

Não há dados estatísticos.