A brutal solidão negra no paraíso racial: a representação do negro no teatro brasileiro moderno a partir da leitura da peça Anjo negro, de Nelson Rodrigues

  • Christian Fernando dos Santos Moura Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Dramaturgia brasileira. Nelson Rodrigues. Personagem negra.

Resumo

A representação do negro no teatro brasileiro, quase sempre, foi influenciada pela ideia de que os negros não enfrentavam problemas que impedissem seu amplo desenvolvimento espiritual, fisíco e material, supunha-se, assim, que viviam numa espécie de “paraíso racial”. Em 1948, tal representação ganha novas formas, em especial com o texto Anjo negro, de Nelson Rodrigues. Este artigo analisa como o dramaturgo tratou o negro nessa peça.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Christian Fernando dos Santos Moura, Universidade Estadual de Campinas

Doutorando em Artes Cênicas pela Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG. Professor/coordenador do curso de Licenciatura em História da Universidade Bandeirante UNIBAN/Anhanguera de São Paulo.

Referências

BRANCO, Lucio Allemand. O negro é um "outro": a representação dramática do negro no Brasil a partir da polêmica racial entre Nelson Rodrigues e o seu "sucessor" Plínio Marcos. Anais do XII Congresso Internacional da Associação Brasileira de Literatura Comparada (ABRALIC), Curitiba, julho 2011. Disponível em: http://www.abralic.org.br/anais/cong2011/AnaisOnline/resumos/TC1174-1.pdf. Acesso em: 27 de julho de 2012.

BOSI, Alfredo. Reflexões sobre a arte. São Paulo, Ática, 2002.

CASTRO, Ruy. O anjo pornográfico: a vida de Nelson Rodrigues. São Paulo, Cia. das Letras, 1992.

COSTA PINTO, L. A. O negro no Rio de Janeiro. Relações de raça numa sociedade em mudança. Rio de Janeiro, Editora UFRJ, 1998.

COSTA, Jurandir Freire. Da cor ao corpo: a violência do racismo. In. SOUZA, Neusa Santos. Tornar-se negro: as vicissitudes da identidade do negro brasileiro em ascensão. Rio de Janeiro, Edições Graal, 1983.

FANON, Frantz. Pele negra, máscaras brancas. Salvador, Edufba, 2008.

FERREIRA, Jaqueline Garcia; MORAES, Carlos Eduardo Mendes de. O trágico moderno: a tragédia nietzschiana na peça Anjo negro de Nelson Rodrigues. Disponível em: http://prope.unesp.br/xxi_cic/27_38103538841.pdf Acesso em: 30 outubro 2012.

GUINSBURG, Jacó; FARIA, João Roberto; LIMA, Mariangela Alves. Dicionário do teatro brasileiro. São Paulo, Perspectiva, 2006.

LEAL, Mara Lucia Anjo negro: cor e desejo. IV ENECULT - Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, 28 a 30 de maio de 2008. Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador-Bahia-Brasil. Disponível em: http://www.cult.ufba.br/enecult2008/14654.pdf. Consulta em 31 outubro 2012.

MAGALDI, Sábato. (Org.). Teatro completo de Nelson Rodrigues. vol. 2. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1981.

MAGALDI, Sábato. Panorama do teatro brasileiro. São Paulo, Difusão Europeia do Livro, 1962.

NASCIMENTO, Abdias. Teatro experimental do negro: trajetória e reflexões. Estudos Avançados, São Paulo, vol.18, n.50, 2004. pp. 209-224.

RIBEIRO, Violeta. A respeito de 'Anjo Negro'. Correio da Manhã, Rio de Janeiro, 11 abril 1948. Enciclopédia Cultural da Literatura Brasileira. Disponível em: http://www.itaucultural.org.br/. Acesso em: 17 julho 2012.

RODRIGUES, Nelson Falcão. Abdias: O negro autêntico. Jornal Ultima Hora, 26 agosto 1957. In. Teatro Experimental do Negro - Testemunhos. Rio de Janeiro, GRD, 1966.

RODRIGUES, Nelson Falcão. Anjo Negro. In: MAGALDI, Sábato (org.). Teatro completo de Nelson Rodrigues. vol. 2. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1981.

RODRIGUES, Nelson Falcão. O óbvio ululante: as primeiras significações. Rio de Janeiro, Agir, 2007.

RODRIGUES, Nelson Falcão. O remador de Ben-Hur: confissões culturais. São Paulo, Companhia das Letras, 1996.

RICOUER, Paul. Teoria da interpretação. Lisboa, Ed. 70, 1987.

SOUZA, Neusa Santos. Tornar-se negro: as vicissitudes da identidade do negro brasileiro em ascensão. Rio de Janeiro, Edições Graal, 1983.

TAVOLARO, Lilia G.M. Teoria social e o (re) conhecimento da raça: dilemas e reflexões. Teoria & Pesquisa: Revista de Ciência Política. Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Disponível em: http://www.teoriaepesquisa.ufscar.br. Acesso em: 20 julho 2012.

Publicado
2012-11-14
Como Citar
Moura, C. F. dos S. (2012). A brutal solidão negra no paraíso racial: a representação do negro no teatro brasileiro moderno a partir da leitura da peça Anjo negro, de Nelson Rodrigues. Pitágoras 500, 2(2), 38-53. https://doi.org/10.20396/pita.v3i3.8634764
Seção
Dossiê Nelson Rodrigues e Jorge Andrade