Banner Portal
O Teatro do Cotidiano: epicidade e dramaticidade em A Procura de Emprego de Michel Vinaver
PDF

Palavras-chave

Epicidade. Dramaticidade. Michel Vinaver. Dramaturgia contemporânea

Como Citar

KOPELMAN, Isa Etel; MUNHOZ, Bruna Luiza. O Teatro do Cotidiano: epicidade e dramaticidade em A Procura de Emprego de Michel Vinaver. Pitágoras 500, Campinas, SP, v. 5, n. 1, p. 100–110, 2015. DOI: 10.20396/pita.v5i1.8641808. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/pit500/article/view/8641808. Acesso em: 15 jun. 2024.

Resumo

O ensaio examina na peça À Procura de Emprego de Mi- chel Vinaver os desdobramentos épicos e dramáticos no desenvol- vimento de seus temas. Partindo dos estudos de Jean Pierre Sarra- zac, procurou-se examinar aí uma poética de cunho intimista em torno de um sujeito atravessado por complexos sistemas afetivos/ linguísticos e existenciais. Nessa direção o artigo detém-se sobre uma escrita de crise que atinge não somente a tradição do dra- ma, mas o próprio evento cênico, o “próprio desejo da cena de se relacionar com todos os textos, inclusive os não literários”, como declara Sarrazac.

https://doi.org/10.20396/pita.v5i1.8641808
PDF

Referências

SARRAZAC, Jean-Pierre. Sobre a fábula e o desvio. Rio de Janeiro: 7 Letras: Teatro do Pequeno Gesto, 2013; 158 p.

VINAVER, Michel. A procura de emprego. São Paulo: Aliança Francesa: Consulado Geral da França em São Paulo: Imprensa Ofcial do Estado de São Paulo, 2008. 291 p.

RYNGAERD, Jean-Pierre. Ler o teatro contemporâneo. 2 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2013. 252 p.

SZONDI, Peter. Teoria do drama moderno. São Paulo: Cosac Naify, 2001. 184 p.

SARRAZAC, Jean-Pierre. Léxico do drama moderno e contemporâneo. São Paulo: Cosac-Naify, 2012. 224 p.

VINAVER, Michel. Conférence de le théâtre français contemporain. Praga: 1990. Disponível em: http://agon.ens-lyon.fr/index.php?id=283 . Acesso em: 31/03/2015.

VINAVER, Michel. Entrevista a Liban Laurence. Paris: 1999. In: Le rôle du théâtre est de secouer les conformismes: L’Express.

A revista Pitágoras 500 utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.