Banner Portal
Teatro e deficiências
PDF

Palavras-chave

Teatro
Deficiências
Psicologia

Como Citar

ALVES, Cândida Beatriz; ZANA, Augusta Rodrigues de Oliveira. Teatro e deficiências: (re)pensando possibilidades no campo psi com Lígia Amaral. Pitágoras 500, Campinas, SP, v. 13, n. 00, p. e023008, 2023. DOI: 10.20396/pita.v13i00.8673279. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/pit500/article/view/8673279. Acesso em: 25 jun. 2024.

Resumo

A articulação teatro e deficiências no campo psi é colocada em cena por meio de texto teatral de Lígia Amaral, mulher com deficiência que, em sua tese de livre docência, faz dialogar Frida Kahlo e Anita Malfatti. O objetivo geral deste texto é analisar criticamente a peça, a partir de suas limitações e potencialidades. Ao se distanciar da mobilização da expressão artística com fins terapêuticos estritos, Lígia acaba recaindo em uma psicologização.

https://doi.org/10.20396/pita.v13i00.8673279
PDF

Referências

AMARAL, Lígia Assumpção. Espelho convexo: o corpo desviante no imaginário coletivo pela voz da literatura infanto-juvenil. 1992. Tese (Doutorado em Psicologia Social) – Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1992.

AMARAL, Lígia Assumpção. Espelho convexo: o corpo desviante no imaginário coletivo pela voz da literatura infanto-juvenil. 1992. Tese (Doutorado em Psicologia Social) – Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1992.

AMARAL, Lígia Assumpção. Resgatando o passado: deficiência como figura e vida como fundo. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2004.

AMARAL, Ligia Assumpção. Deficiência, vida e arte. Tese (Livre Docência em Psicologia Social dos fenômenos histórico-culturais específicos). Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo, São Paulo, 1998a.

AMARAL, Lígia Assumpção. Sobre crocodilos e avestruzes: falando de diferenças físicas, preconceitos e sua superação. In: Aquino, Julio Groppa (Org.). Diferenças e preconceito na escola: Alternativas teóricas e práticas. São Paulo: Summus, 1998b.

BATISTA, Marta Rossetti. Anita no tempo e no espaço: biografia e estudo da obra. São Paulo: Ed. 34/EDUSP, 2006.

BERSELLI, Marcia; ISAACSSON, Marta. Práticas cênicas acessíveis e a interação entre artistas com e sem deficiência: um breve olhar sobre o trabalho dos encenadores Bob Wilson e Pippo Delbono. Pitágoras 500, Campinas, SP. 2018, v. 8, n. 2 [15], p. 45-58. ISSN 2237-387X. Disponível em: https://doi.org/10.20396/pita.v8i2.8653873. Acesso em: 13 ago. 2022.

BRUNO, Christine. Casting disabled actors: Taking our rightful place onstage? In: SYLER, Claire; BANKS, Daniel. Casting a Movement: The Welcome Table Initiative. Nova York: Routledge, 2019.

CRP SP. Conselho Regional de Psicologia de São Paulo. História e memória da psicologia - Série pioneiras da psicologia: Lígia Assumpção Amaral. São Paulo: CRP SP, 2022. Disponível em: https://www.crpsp.org/impresso/view/545. Acesso em 25 abr. 2023.

CORDEIRO, Mariana Prioli et al. Deficiência e teatro: arte e conscientização. Psicologia: ciência e profissão, v. 27, p. 148-155, 2007. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1414-98932007000100012. Acesso em: 25 abr. 2023.

DI MARCO, Victor. Capacitismo: o mito da capacidade. Belo Horizonte: Letramento, 2020.

FERREIRA, Bárbara Carvalho; DEL PRETTE, Zilda Aparecida Pereira. Programa de expressividade facial de emoções e habilidades sociais de crianças deficientes visuais e videntes. Psicologia: Reflexão e Crítica, v. 26, p. 327-338, 2013. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0102-79722013000200013. Acesso em: 26 abr. 2023.

GESSER, Marivete; NUERNBERG, Adriano Henrique; TONELI, Maria Juracy Filgueiras. A contribuição do modelo social da deficiência à psicologia social. Psicologia & Sociedade, v. 24, p. 557-566, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0102-71822012000300009. Acesso em: 13 Set. 2022.

KOPELMAN, Isa Etel. Questões de texto e cena. Pitágoras 500, Campinas, SP, v. 1, n. 1, p. 62-71, set. 2011. ISSN 2237-387X. Disponível em: https://doi.org/10.20396/pita.v1i1.8634754. Acesso em: 28 abr. 2023.

MAGNABOSCO, Molise de Bem; SOUZA, Leonardo Lemos de. Aproximações possíveis entre os estudos da deficiência e as teorias feministas e de gênero. Revista Estudos Feministas, v. 27, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1806-9584-2019v27n256147. Acesso em: 25 abr. 2023.

MCRUER, Robert. Crip theory: Cultural signs of queerness and disability. NYU press, 2006.

MELLO, Anahi Guedes de. Deficiência, incapacidade e vulnerabilidade: do capacitismo ou a preeminência capacitista e biomédica do Comitê de Ética em Pesquisa da UFSC. Ciência & Saúde Coletiva [online], v. 21, n. 10, 2016, p. 3265-3276. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-812320152110.07792016. Acesso em: 13 Set. 2022.

NICOLETE, Jamilly Nicácio; ACEVEDO, Minerva Araceli Cortés; CRAVEIRO, Carolina de Freitas. Frida Kahlo: uma trajetória de marcas, dores e cores. Humanidades & Inovação, v. 7, n. 5, p. 81-93, 2020. Disponível em: https://revista.unitins.br/index.php/humanidadeseinovacao/article/view/2874. Acesso em: 26 abr. 2023.

ORTEGA, Francisco. Deficiência, autismo e neurodiversidade. Ciência & saúde coletiva, v. 14, p. 67-77, 2009. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1413-81232009000100012. Acesso em 31 mai. de 2022.

REIS, Maria Elizabeth Barreto Tavares. Um novo olhar sobre a deficiência intelectual. Estudos Interdisciplinares em Psicologia, v. 7, n. 1, p. 159-161, 2016. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2236-64072016000100010&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 17 abr. de 2023.

Creative Commons License

Este trabalho está licenciado sob uma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License.

Copyright (c) 2023 Cândida Beatriz Alves, Augusta Rodrigues de Oliveira Zana

Downloads

Não há dados estatísticos.