O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao editor".
  • O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF.
  • URLs para as referências foram informadas quando possível.
  • O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.
  • Em caso de submissão a uma seção com avaliação pelos pares (ex.: artigos), as instruções disponíveis em Assegurando a avaliação pelos pares cega foram seguidas.
  • Indicar no cadastramento dos metadados no sistema o número iD do ORCID de cada autor no ato da  submissão.

    Para obtenção do identificador de autor obtido no registro ORCID gratuitamente entrar no site. 

Diretrizes para Autores

Serão aceitos artigos e resenhas que seguirem as normas de publicação definidas pelo Conselho Editorial. As contribuições serão submetidas à avaliação de um parecerista e somente serão publicadas quando o autor realizar as possíveis alterações propostas. O autor será informado por e-mail caso seu trabalho não seja aceito para publicação. Ao corpo editorial é resguardado o direito de diagramar o texto de acordo com o padrão gráfico da revista e publicá-los na data estabelecida pelo mesmo. Além disso, os textos serão submetidos a uma revisão gramatical e, se necessário, serão corrigidos. Caso necessário, o corpo editorial solicitará que o próprio autor faça modificações de forma a adequar seu texto à norma culta.

 

  • Normas editoriais:

 

1) As contribuições devem ser encaminhadas por cadastro no Portal de Periódicos Eletrônicos Científicos da UNICAMP, na página da revista: http://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rap

2) As contribuições deverão ser inéditas, sendo necessário o envio, junto ao artigo ou resenha, de uma declaração de ineditismo devidamente assinada pelo autor (Anexo I) para o endereço eletrônico: arqueologiapublica.revista@gmail.com

Caso o texto tenha mais de um autor, todos devem enviar uma declaração individual.

3) Os artigos deverão conter de 10 a 15 páginas (formato A4), neste número máximo deverão estar inclusos título, resumo em português e inglês, palavras-chave, informações sobre o autor (nome, cargo, instituição de ensino e correio eletrônico), bibliografia e anexos;

4) As resenhas não deverão ultrapassar 6 páginas (formato A4). Somente serão aceitas resenhas de livros publicados há no máximo quatro anos e que estejam diretamente vinculados ao tema tratado pela revista.

5) Serão aceitos artigos e resenhas publicados nos seguintes idiomas: português, inglês, espanhol e francês.

 

  • Os artigos deverão ser apresentados na seguinte sequência:

 

1) Título (Arial, 12, negrito);

2) Autor(es) (Arial, 10, itálico);

3) Resumo (Arial, 11, Espaçamento Simples, Sem Parágrafo).

Três resumos cada um de até 10 linhas, um na língua original do artigo e dois a escolher entre o inglês, o português, o francês e o espanhol. O resumo em inglês é sempre obrigatório.

5) Cinco palavras-chave (mesma formatação dos resumos), que definam de forma sucinta o conteúdo tratado no artigo, nas línguas selecionadas para os resumos e na mesma sequência;

6) Corpo do Texto (editor compatível com Word for Windows em folha A4, espaço 1,5, margens direita e esquerda com 2 cm, topo e base com 2,5 cm, margem direita não justificada, fonte Arial, tamanho 11);

7) Referências (em ordem alfabética de sobrenome);

As referências bibliográficas devem aparecer no corpo do texto, indicando sobrenome do autor, data de publicação, página(s) citada(s) (Ex: GONÇALVES, 2002, p. 79). Citações indiretas não devem ser assinaladas com aspas, nem requerem a indicação da(s) página(s) citada(s) (Ex: GONÇALVES, 2002). A referência completa de cada obra citada deve constar na bibliografia ao final do texto.

 

  • As referências deverão seguir as seguintes normas:

 

Livros (de um ou mais autores):

GONÇALVES, José Reginaldo Santos. A retórica da perda: os discursos do patrimônio cultural no Brasil. Rio de Janeiro: Editora UFRJ/MinC-IPHAN, 2002.

WATERTON, Emma; SMITH, Laurajane. Heritage, communitiesandarchaeology. London: Bristol Classical Press, 2009.

 

Artigos ou capítulos em livros:

VOLKMER, Márcia Solange. O lúdico. In: MILDER, Saul Eduardo Seiguer. (Org.). Educação patrimonial: perspectivas. Santa Maria (UFSM): Laboratório de Estudos e Pesquisas Arqueológicas, 2005.

 

Obs.: Obrigatório o nome e sobrenome dos autores por extenso. Repetir os sobrenomes dos autores não usar traço/ponto: (______.)

 

Artigos de revistas (com um, dois ou mais autores):

MARTIN, Gabriela. O povoamento pré-histórico do vale do São Francisco (Brasil). Clio, Série Arqueológica, Recife, n. 13, p. 9-41, 1998.

NEME, Salete; BELTRÃO, Maria da Conceição. Tupinambá, franceses e portugueses no Rio de Janeiro durante o século XVI. Revista de Arqueologia, São Paulo, n. 7, p. 133-151, 1993.

 

Dissertações e teses:

WUST, Irmhilo. Continuidade e mudança: para uma interpretação dos grupos pré-coloniais na bacia do rio Vermelho, Mato Grosso. São Paulo: Universidade de São Paulo, p.210, 1990. (Tese de Doutorado. Programa de pós graduação em Antropologia Social) - Universidade Estadual de São Paulo, São Paulo, 1990.

 

8) Anexos (informações importantes ou detalhamentos indispensáveis para a compreensão do texto).

 

As ilustrações (que não excedam a 6), tabelas, gráficos e demais figuras com respectivas legendas deverão ser numeradas sequencialmente e apresentadas com ano e com os devidos créditos autorais, enviadas separadamente, com a indicação no texto do lugar onde devem ser inseridas. Todas as imagens deverão ser apresentadas em arquivos digitais individualizados, em formato jpg ou tif, com resolução igual ou superior a 300 dpi.

 

9) Notas (as notas explicativas devem constar no pé de cada página): fonte Arial 10, espaçamento simples, justificado.

 

10) As citações de até três linhas deverão vir entre aspas no corpo do texto. As citações de mais de três linhas devem vir destacadas, sem aspas, com recuo à esquerda de 4 cm, com espaçamento simples e com letra tamanho 10; ambas seguidas das devidas referências no corpo do texto (Ex: GONÇALVES, 2002, p. 79). As eventuais intervenções no meio de uma citação (cortes indicados por reticências ou introdução de termos) devem ser colocadas entre colchetes. Os usos de ibdem, idem, apud e passim devem respeitar as regras da ABNT.

 

- Entrevista: deve conter informações sobre o entrevistado (nome, instituição e cargo) e sobre o entrevistador: titulação acadêmica, vínculo institucional e correio eletrônico para contato. [formulário de autorização para o entrevistado]

 

CADASTRO NO ORCID

Como forma de padronização de autoria, o Comitê da Revista de Arqueologia Pública tornou obrigatória a inclusão do iD do ORCID no ato da  submissão.

O identificador ORCID pode ser obtido no registro ORCID gratuitamente. Você deve aceitar os padrões para apresentação de iD ORCID e incluir a URL completa no seu cadastro logo após o e-mail (por exemplo: http://orcid.org/0000-0002-1825-0097).

Artigos

Política padrão de seção

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.