Banner Portal
NAVARRO, Alexandre Guida. Kakupacal e Kukulcán: iconografia e contexto espacial de dois reis-guerreiros maias em Chichén Itzá. São Luís: Café & Lápis; EDUFMA, 2012, 96 p.
PDF

Palavras-chave

Resenha

Como Citar

FERNANDES, Luiz Estevam de Oliveira; KALIL, Luis Guilherme Assis. NAVARRO, Alexandre Guida. Kakupacal e Kukulcán: iconografia e contexto espacial de dois reis-guerreiros maias em Chichén Itzá. São Luís: Café & Lápis; EDUFMA, 2012, 96 p. Revista Arqueologia Pública, Campinas, SP, v. 7, n. 1[7], p. 153–156, 2013. DOI: 10.20396/rap.v7i1.8635677. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rap/article/view/8635677. Acesso em: 25 jul. 2024.

Resumo

O México tem mais de 32 mil sítios arqueológicos catalogados. Dentre eles, Chichén Itzá é um dos três mais visitados. Patrimônio Cultural da Humanidade, foi eleita em 2007 uma das novas Sete Maravilhas do Mundo. A antiga cidade maia, por situar-se a meros 200 km de Cancún, principal destino turístico do país, recebe milhares de turistas por ano, que, por sua  vez, atraem algumas centenas de “guias locais”, vendedores de artesanato “maia” e toda sorte de pessoas tentando ganhar a vida à custa dos visitantes, quase sempre boquiabertos diante da magnificência do local.

https://doi.org/10.20396/rap.v7i1.8635677
PDF

Revista Arqueologia Pública utiliza a licença do Creative Commons (CC), preservando assim, a integridade dos artigos em ambiente de acesso aberto.

Downloads

Não há dados estatísticos.