Forte de Rathnadrinna: arqueologia e implicações ambientais

Autores

  • Mickaela Schwab Muniz Universidade Federal de Alfenas, UNIFAL/MG

DOI:

https://doi.org/10.20396/rap.v8i1.8635682

Palavras-chave:

Forte de Rathnadrinna. Patrimônio arqueológico irlandês. História ambiental

Resumo

Em 2009, tiveram início pesquisas arqueológicas inéditas em um forte em Cashel, Tipperary, República da Irlanda, por Richard O’Brien, Heather Gimson e James Bonsall, financiadas pelo Heritage Council e pela Royal Irish Academy. Conhecida como “Cashel of the Kings”, é tida no meio arqueológico como importante local de evidências de ocupação da realeza medieval. As recentes descobertas suscitaram diversas perguntas que envolvem questões ambientais. O presente artigo, a partir de uma revisão bibliográfica, abre-se para respostas embasadas nas escavações anuais passadas e vindouras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mickaela Schwab Muniz, Universidade Federal de Alfenas, UNIFAL/MG

Graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Alfenas, atualmente é pesquisadora em História e Arqueologia e cursa o Programa de Pós-Graduação em História da Península Ibérica (Mestrado Profissional) também da Universidade Federal de Alfenas, contribui voluntariamente para escavações arqueológicas realizadas na Irlanda pelo Rathnadrinna Research Project (3 anos consecutivos até agora) e fazendo parte do projeto "Arqueologia: as histórias presentes em nossas vidas." (UNICAMP).

Referências

DIAMOND, J. Colapso: como as sociedades escolhem o fracasso ou o sucesso. Trad. Alexandre Raposo. 5aed., Rio de Janeiro/São Paulo: Record, 2007.

O'BRIEN, R.; GIMSON, H. & BONSALL, J. “Revealing Royal Rathnadrinna”. Current Archaeology, pág. 26-33, Issue 259, 2011.

O'BRIEN, R. Summary Report to Royal Irish Academy. Cashel: Co.Tipperary 12E15.7, 2012.

PÁDUA, J.A. “As bases teóricas da História Ambiental”. Estudos Avançados, vol.24, no 68: 81-101, 2010.

PROUDFOOT, B. “Irish raths and cashels: some notes on chronology, origins and survivals”. Ulster Journal of Archaeology, University of Alberta, Edmonton, vol. 33, third series, pág. 37-48, 1970. Disponível em: http://www.jstor.org/stable/20567665

REITZ, E.J.; SHACKLEY, M. “Introduction to Environmental Archaeology”, Archaelogical Method and Technique, pág. 1-39, Springer, 2012.

WORSTER, D. “Para fazer História Ambiental”. Revista Estudos Históricos, vol.4, no 8, 1991.

Downloads

Publicado

2015-06-02

Como Citar

MUNIZ, M. S. Forte de Rathnadrinna: arqueologia e implicações ambientais. Revista Arqueologia Pública, Campinas, SP, v. 8, n. 1[9], p. 111–122, 2015. DOI: 10.20396/rap.v8i1.8635682. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rap/article/view/8635682. Acesso em: 1 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos