Geografia e arqueologia: uma visão do conceito de rugosidades de Milton Santos

  • Anderson Sabino Universidade Estadual de Campinas
  • Robson Simões Universidade Estadual de Campinas
Palavras-chave: Geografia. Arqueologia. Milton Santos

Resumo

Neste trabalho trazemos reflexões que partem dos conceitos de espaço e rugosidade elaborados pelo renomado geógrafo brasileiro Milton Santos (1926-2001). Tais reflexões buscam contribuir para alavancar a construção de pontes que conectem de forma produtiva e permitam estabelecer frutífera interdisciplinaridade entre Geografia e Arqueologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anderson Sabino, Universidade Estadual de Campinas
Graduando em Geografia – Instituto de Geociências – UNICAMP
Robson Simões, Universidade Estadual de Campinas
Graduando em Geografia – Instituto de Geociências – UNICAMP

Referências

BENJAMIN, Walter. [1994]. Obras Escolhidas, Tradução: Sérgio Paulo Rouanet, 7. ed. São Paulo, Editora Brasiliense, 1994.

CARVALHO, Aline Vieira de; FUNARI, Pedro Paulo. “Memória e Patrimônio: diversidade e identidades”. Revista Memória em Rede, Pelotas, v. 2, n. 2, 7-16, 2010.

FUNARI, Pedro Paulo Abreu. Arqueologia. 2. ed. São Paulo, Editora Contexto, 2006.

HARVEY, David. A condição pós-moderna: uma perspectiva sobre as origens da mudança cultural. 11. ed. São Paulo, Loyola, 2003.

LEFF, E. Aventuras da epistemologia ambiental - da articulação das ciências ao diálogo de saberes. Rio de Janeiro, Garamond, 2004.

LOWENTHAL, David. Conclusion: “Archaeologists and Others”. In: The Politics of the Past, edited by P. Gathercode and D. Lowenthal, London, Routhledge, 1994.

LUCHIARI, Maria Tereza Duarte Paes. “A reinvenção do patrimônio arquitetônico no consumo das cidades”. GEOUSP - Revista Espaço e Tempo, São Paulo, n.17, p.95-105, 2005.

MOREIRA, Ruy. Sociedade e Espaço Geográfico no Brasil. Constituição e problemas de relação. São Paulo, Editora Contexto, 2011.

PELLINI, J.R. “Uma Fisiologia da Paisagem: Locomoção, GIS e Sites Catchment.Uma Nova Perspectiva”. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, São Paulo, 17: 23-37, 2007.

RIVERS, R.; KNAPPETT, C.; EVANS, T. “Network Models and Archaeological Spaces” in: Computational Approaches to Archaeological Spaces, A.Bevan & Lake, M. (Eds.), Left Coast Press, 2011.

SANTOS, Milton. [1971]. O Trabalho do Geógrafo no Terceiro Mundo. Tradução de: Sandra Lencioni. 5. Ed. São Paulo, Editora da Universidade de São Paulo, 2009.

SANTOS, Milton. [1985]. Espaço e Método. 5ed. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo,1997.

SANTOS, Milton. [1977]. Espaço e Sociedade. 2. ed. Petrópolis: Editora Vozes, 1982.

SANTOS, Milton. [1995]. “A questão do meio ambiente: desafios para a construção de uma perspectiva transdisciplinar”. Anales de Geografía de La Universidad Complutense, n.” 15, 695-705. Servicio de Publicaciones. Universidad Complutense. Madrid, 1995.

SANTOS, Milton. [1996]. A Natureza do Espaço: Técnica e Tempo. Razão e Emoção. 4. Ed 7a reimpr. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2012.

SARTRE, Jean-Paul. Questão de método. 3. ed. São Paulo, Difusão Europeia do Livro, 1972.

SILBERMAN, Neil. Beyond theme park and digitized data: What can Cultural Heritage technologies contribute to the public understanding of the past, in: CAIN et al. 2004, 9-12.

SILBERMAN, Neil. “Sustainable Heritage? Public Archaeological Interpretation and the Marketed Past” in: Archaeology and Capitalism: From Ethics to Politics. Ed. Yannis Hamilakis and Philip Duke. Walnut Creek, CA: Left Coast Press, 2007. 179-193.

UNESCO - United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization. Disponível em: www.unesco.org/new/pt/brasilia/culture/world-heritage/heritage-legacy-from-past-to-the-future/. Acesso em março de 2013.

Publicado
2015-06-08
Como Citar
Sabino, A., & Simões, R. (2015). Geografia e arqueologia: uma visão do conceito de rugosidades de Milton Santos. Revista Arqueologia Pública, 7(2[8]), 174-188. https://doi.org/10.20396/rap.v7i2.8635705
Seção
Artigos