Editorial

  • Pedro Paulo Abreu Funari Universidade Estadual de Campinas
  • Erika Marion Robrahn-González Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Editorial

Resumo

Arqueologia Pública é um conceito de recente desenvolvimento, resultado das transformações no âmbito das sociedades e das ciências, nas últimas décadas. Desde o fim da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), as diversas sociedades passaram por transformações profundas, em particular com a emergência social de grupos como as minorias étnicas e as mulheres. Os movimentos pelos direitos civis e pela emancipação feminina intensificaram essas tendências e foram seguidos por múltiplos outros, tais como a luta contra o belicismo, pela liberdade de opção sexual, pela liberdade política e social, em diferentes países. A década de 1980 viria a consolidar essas novas realidades, com o questionamento da homogeneidade social e com a luta pelo respeito e valorização da diversidade ambiental e cultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Paulo Abreu Funari, Universidade Estadual de Campinas
Bacharel em História (1981), mestre em Antropologia Social (1986) e doutor em Arqueologia (1990), sempre pela Universidade de S. Paulo, livre-docente em História (1996) e Professor Titular (2004) da Unicamp, coordenador do NEPAM (05/2014). Professor de programas de pós da UNICAMP e USP, Distinguished Lecturer University of Stanford, Research Associate - Illinois State University, Universidad de Barcelona, Université Laval (Canadá), líder de grupo de pesquisa do CNPq, assessor científico da FAPESP, orientador em Stanford e Binghamton, foi colaborador da UFPR, UFPel, docente da UNESP (1986-1992) e professor de pós-graduação das Universidades do Algarve (Portugal), Nacional de Catamarca, del Centro de la Provincia de Buenos Aires e UFRJ.
Erika Marion Robrahn-González, Universidade de São Paulo
Graduação em Historia - FFLCH / Depto Historia / USP (1981), mestrado em Antropologia Social pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas / USP (1989), doutorado - Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo (1996), pós doutorado - Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo (1998), Livre Docência - Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo (2005) em Arqueologia. E Co-coordenadora do Núcleo de Estudos Estratégicos em Arqueologia Pública e Pesquisadora Colaboradora do NEE/UNICAMP, e Sócia-Diretora da empresa DOCUMENTO Patrimônio Cultural, Antropologia e Arqueologia Ltda. 
Publicado
2015-06-12
Como Citar
Funari, P. P. A., & Robrahn-González, E. M. (2015). Editorial. Revista Arqueologia Pública, 1(1[1]), 3-3. https://doi.org/10.20396/rap.v1i1.8635816
Seção
Editorial

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)

1 2 > >>