Uma ruína, duas histórias: uma breve análise sobre a pequena ruína da TekoáTavaí

Autores

  • Orestes Jaime Mega Universidade Federal de Pelotas

DOI:

https://doi.org/10.20396/rap.v9i3.8641299

Palavras-chave:

Mbyá-Guarani. Ruína. Historicidade. Mitologia. Paisagem.

Resumo

A partir dos dados etnográficos obtidos na aldeia Mbyá-Guarani chamada TekoáTavaí, localizada no município de Cristal, estado do Rio Grande do Sul, realizou- se uma análise a respeito da convivência e sobreposição de historicidades distintas intermediadas por um elemento da paisagem que serve como “símbolo material” para doisgrupos que dividem a paisagem em questão: a brasileira, e a Mbyá-Guarani. Este “símbolo material” se constitui de uma ruína de uma casa que é interpretada de diferentes maneiras a depender da perspectiva cultural. A proposta deste artigo é a de mostrar que um “símbolo material” inserido na paisagem assume tanto um caráter cívico, ligado a eventos históricos, quanto um caráter religioso relacionado a eventos míticos e, assim, pode ser integrado a duas formas diferentes de estruturas de entendimento histórico. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Orestes Jaime Mega, Universidade Federal de Pelotas

Bacharel em arqueologia e preservação patrimonial pela UNIVASF e mestrando em antropologia pela UFPEL. Bolsista CAPES.

Referências

BASTIAN. D. E. e MITCHELL. J. K. HandbookofNative American Mythology. Santa Bárbara, EUA: ABC-CLIO. 2004. 313 p.

GEERTZ. C. A Religião Como Sistema Cultural. In A Interpretação das Culturas. Rio de Janeiro. LTC Editora, 1989. P. 65 – 91.

GALLOIS. D. T. Mairi Revisitada: A Reintegração da Fortaleza de Macapá na Tradição Oral dos Waiãpi. São Paulo. Núcleo de História Indígena e Indigenismo – USP. 1994.

INGOLD, T. Jornada ao longo de um caminho de vida – mapas, descoberta-de-caminho e navegação. In Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, 2005. p. 219 – 242.

LITAIFF. A. As Divinas Palavras: Identidade Étnica dos Guarani-Mbyá. Editora da UFSC. Florianópolis, 1996. 160 p.

LITAIFF. A. O “Kesuita” Guarani: Mitologia e Territorialidade. RevistaEspaço Ameríndio UFRGS, Porto Alegre, v. 3, n. 2, p. 142-160, jul./dez. 2009.

SAHLINS. M. Ilhas de História. Rio de Janeiro. Ed. Jorge Zahar. 1990. 217 p.

Downloads

Publicado

2015-10-23

Como Citar

MEGA, O. J. Uma ruína, duas histórias: uma breve análise sobre a pequena ruína da TekoáTavaí. Revista Arqueologia Pública, Campinas, SP, v. 9, n. 3[13], p. 157–166, 2015. DOI: 10.20396/rap.v9i3.8641299. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rap/article/view/8641299. Acesso em: 7 dez. 2021.